Costa e Passos em reunião mistério depois de puxão de orelhas no Parlamento

António Costa e Passos Coelho estiveram reunidos, depois do debate parlamentar, e não revelaram aos jornalistas o que motivou este encontro de meia hora. Isto depois de o primeiro-ministro ter dado “um puxão de orelhas” ao líder do PSD.

Nem Passos, nem Costa explicaram aos jornalistas os motivos do encontro de cerca de meia hora no gabinete do grupo parlamentar do PSD.

Uma reunião que aconteceu depois do debate quinzenal no Parlamento e das votações, nomeadamente da aprovação na generalidade da reposição das 35 horas na Função Pública.

No debate parlamentar, Passos Coelho começou por questionar António Costa sobre o caso Banif, perguntando nomeadamente se o governo não está a empolar os valores do défice de 2015 para apresentar resultados mais “apreciáveis”.

Na resposta, António Costa falou numa “visão perversa”, garantindo que “o governo não faz exercícios com o défice apenas por imagem”.

O primeiro-ministro também garantiu que os valores do défice se vão situar “abaixo dos 3%” e para 2016 aponta a meta de “reduzir o défice para 2,8%“.

Mas Pedro Passos Coelho coloca em causa que essa meta seja possível, mencionando que o governo reduziu em 500 milhões de euros o reembolso a credores internacionais.

E quando Passos Coelho se ria na bancada, enquanto o primeiro-ministro acusava o seu governo, António Costa reagiu ao ar “divertido” do oponente com um duro reparo.

Se há coisa que não o devia divertir é o resultado que conseguiu para o défice estrutural em 2015, nem o devia honrar”, disse então.

Continuando ao ataque, António Costa acusou o governo de Passos Coelho de não cumprir compromissos eleitorais e disse que este “se comprometeu” a “matar tudo o que eram as anteriores marcas da governação” de José Sócrates por mero “ódio”.

ZAP

1 COMENTÁRIO

  1. Lamento muito, mas, as candidaturas a Presidente da Republica, todas elas, deixam muito a desejar..Ás vezes, mais valem poucos, que muitos. No fim de contas é só para baralhar. Eu estou desiludido com todas, por que, nenhuma apanha o touro pelos cornos. Da esquerda à direita, é uma vergonha!O PS, o que é que anda a fazer? Nunca vi, em torno, de uma campanha, um partido tão dividido. Assim, é muito difícil aos Portugueses votarem num elemento que desejem de coração e de alma.Quem tiver culpa destas divisões terá que assumi-la. Nestas andanças todas, não vejo outra hipótese, que não seja Marcelo a ganhar e à primeira volta. A ver vamos.

RESPONDER

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …

José Sócrates acusa o Ministério Público de manipulação

De novo no Youtube, o ex-primeiro ministro tem usado a plataforma para falar sobre as acusações de que é alvo. No mais recente vídeo, José Sócrates "desvenda" os truques da acusação. O mais recente vídeo de …

Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino …