Público reduzido na Liga dos Campeões e “crime original” de Tancos. Costa a Gozar com Quem Trabalha

Mario Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou este domingo que os jogos da fase Final da Liga dos Campeões, a disputar em agosto em Lisboa, terão muito pouco público nas bancadas: “Menos do que o Teatro Villaret”, assegurou.

“Em cada um desses jogos haverá menos público do que nesta sala do Teatro Villaret. Vão ter menos público presencial e um bocadinho mais de público televisivo”, disse o líder do Executivo socialista este domingo no programa da SIC “Isto é Gozar com Quem Trabalha”, conduzido por Ricardo Araújo Pereira.

Confrontado sobre a sua afirmação de que a realização da “final a 8” da Liga dos Campeões seria uma prémio aos profissionais de saúde, António Costa foi perentório.

Sou um glutão das palavras, por isso não devem ter ouvido a parte em que disse que era um agradecimento aos portugueses em geral, aos profissionais de saúde em particular, por terem criado as condições de confiança para que Portugal fosse escolhido como um destino seguro para realizar a Champions”.

Portugal vai receber a final 8 da Champions recebendo sete jogos, distribuídos pelo estádio da Luz e pelo estádio Alvalade. A UEFA deixou a decisão sobre o público das bancadas para o Governo e para as autoridades de saúde portuguesas decidirem.

Na mesma entrevista, o primeiro-ministro abordou ainda a saída de Mário Centeno do Ministério das Finanças e a injeção de capital no BES.

“O João Leão já fazia parte da equipa A, há cinco anos que já estava a jogar na equipa A, passou foi a capitão de equipa”, disse, deixando claro que a esta troca no Governo não é comparável à substituição de treinadores do Benfica entre Rui Vitória e Bruno Lage.

Sobre o BES, o primeiro-ministro que a injeção de capital no BES não será algo “para nos vacinar”, mas sim “para combater os vírus que havia no BES”: “Se não houvesse estas injeções, o vírus já se tinha espalhado”.

António Costa falou ainda sobre Tancos e sobre o facto de o seu antigo ministro da Defesa, Azeredo Lopes, ir a julgamento no caso do roubo e aparecimento das armas dos paióis.

“É uma felicidade podermos todos agora subir ao grande palco. Finalmente um julgamento que tem sido público vai continuar a ser público, mas, agora, no local próprio, que é o tribunal. E com uma curiosidade que eu acho que todos temos. Eu, pelo menos, tenho”.

“Tem de reconhecer que é um argumento muito original, que é o argumento em que o crime verdadeiramente grave não foi o roubo das armas, mas o crime verdadeiramente grave foi recuperar as armas. É tal a originalidade da narrativa. Olhe, eu, por mim, estou curiosíssimo em ver esse julgamento que, felizmente, vai chegar à praça pública”, disse.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “Tem de reconhecer que é um argumento muito original, que é o argumento em que o crime verdadeiramente grave não foi o roubo das armas, mas o crime verdadeiramente grave foi recuperar as armas…”

    Está enganado ó Costa. Ou queres enganar. O que vindo de ti é o mais certo!

    O verdadeiro crime é “fazer de conta” que recuperaram alguma coisa só para ficar bem na fotografia. Esse é o verdadeiro crime. Claro que alguém como tu, não consegue perceber que é errado… faltam-te algumas coisas como honestidade. Para um trafulha como tu estes “Truqes” são perfeitamente normais.

    • Tem toda a razão. E eu até acrescento: quando quem tem a autoridade vive na mentira e no logro, é uma questão de tempo até perder essa autoridade. Isso acontece quando as pessoas descobrem que estão a ser enganadas. Nesse momento, muitos, onde eu me incluo, deixam de reconhecer autoridade a quem a tinha.

RESPONDER

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …

Cientistas ingleses acreditam que um número significativo da população tem imunidade natural ao coronavírus

Cientistas ingleses que estão a desenvolver uma vacina para a covid-19 acreditam que um largo número de pessoas pode ter imunidade natural contra o novo coronavírus, mesmo que nunca tenha sido infetado. Ao Telegraph, citado esta …