Corte da Internet no maior campo de refugiados do mundo potencia propagação da Covid-19

As restrições ao uso de Internet nos campos de refugiados dos rohingya no Bangladesh aumentam o risco de propagação da Covid-19 e de uma catástrofe humanitária, por impedirem a difusão de informação essencial sobre o vírus.

Como lembrou o Expresso, centenas de milhares de rohingya fugiram de Myanmar em 2017, na sequência de uma campanha de violência maciça das autoridades. Mais de um milhão de rohingya estão em 34 campos no Bangladesh, como o de Kutupalong, que aloja 600 mil pessoas numa área de escassos 13 quilómetros quadrados.

Um representante da Médicos sem Fronteiras (MSF) no país explcou que muitas famílias vivem em alojamentos precários com cerca de dez metros quadrados, o que torna impossível qualquer forma de distanciamento social.

Essa organização, juntamente com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) chamam a atenção para as condições nos campos e para a falta de hospitais para lidar com um surto.

Desde setembro com acesso limitado à Internet, por imposição do Govenro, os refugiados não conseguem obter a informação essencial sobre o coronavírus, impedindo-os de tomar medidas preventivas.

De acordo com o Expresso, 50 organizações de direitos humanos, incluindo a Amnistia Internacional (AI), enviaram uma carta ao primeiro-ministro do país a solicitar o levantamento das limitações à Internet nos campos.

“Acesso sem restrições a informação via telemóveis e Internet é crucial para retardar a transmissão da doença e salvar as vidas de refugiados, trabalhadores humanitários e a população do Bangladesh em geral. Levantar as restrições permitiria aos profissionais de saúde na comunidade partilhar e receber rapidamente as orientações mais fiáveis e atualizadas, e também ajudaria todo o nosso trabalho de coordenação com os líderes comunitários”, pode ler-se.

“O governo do Bangladesh está numa guerra contra o relógio para conter a difusão do coronavírus, e não se pode dar ao luxo de perder tempo valioso com políticas danosas”, referiu recentemente o diretor da Human Rights Watch.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A pedido da Comissão Europeia, EMA volta a rever dados da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou esta quarta-feira que está a rever os dados sobre a vacina Vaxzevria a pedido da Comissão Europeia. Segundo um comunicado citado pelo Observador, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) …

João Leão prevê para este ano défice de 4,5%. Ministro afasta aumento de impostos e austeridade

A terceira vaga da pandemia forçou o Governo a rever em baixa a previsão de crescimento da economia portuguesa para este ano. Assim, o ministro das Finanças antecipa um défice de 4,5% e crescimento de …

Já não é preciso isolamento para idosos que saiam dos lares por mais de 24 horas

Os idosos que vivem nos lares e que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer o isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Na orientação atualizada nesta quinta-feira, …

Mais duas mortes e 501 casos nas últimas 24 horas em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 501 novos casos de covid-19. O relatório desta quinta-feira (15 de abril) dá também conta de mais duas mortes …

PCP quer criar crime de enriquecimento injustificado com pena agravada para políticos

O PCP propôs esta quinta-feira, no Parlamento, a criação do crime de enriquecimento injustificado, com penas até três anos, mas que é agravado para titulares de cargos políticos e públicos, até aos cinco. O projeto dos …

Câmara de Lisboa estende testagem gratuita a todos os moradores

A Câmara de Lisboa decidiu alargar, a partir de quinta-feira, a testagem gratuita nas farmácias à covid-19 a todos os moradores, deixando o programa de estar limitado às freguesias com maior incidência da doença, foi …

"Fechaduras", testemunha do julgamento de Tancos, está em parte incerta

Paulo Lemos, conhecido como "Fechaduras", testemunha da acusação e da defesa no caso de Tancos, não compareceu em 08 de março à audiência e voltou a não aparecer esta quinta-feira, com o Tribunal de Santarém …

General que lidera o SIRESP apresenta demissão

O Diário de Notícias avança, esta quinta-feira, que o general que lidera o SIRESP apresentou demissão, tendo invocado "razões pessoais". De acordo com o Diário de Notícias, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, já recebeu …

Agente que matou Daunte Wright vai ser acusada por homicídio de segundo grau

A polícia que matou a tiro, no domingo, um jovem afro-americano em Brooklyn Center, no Minnesota, Estados Unidos, vai ser acusada por homicídio de segundo grau. Depois de ter apresentado a demissão da polícia de Brooklyn …

Sócrates acusa juiz de ir "além do seu poder" e PS de "profunda canalhice"

O ex-primeiro-ministro afirmou que o juiz de instrução "não tem o direito" de o indiciar "de crimes novos" e acusou o "mandante" de Fernando Medina na liderança do PS de "profunda canalhice". Foi a primeira entrevista …