Correio da Manhã corrige notícia sobre subornos a Sócrates

(dr) Jornal de Leiria

Joaquim Paulo Conceição, CEO do Grupo Lena

Joaquim Paulo Conceição, CEO do Grupo Lena

O Correio da Manhã retificou este domingo a manchete de sexta-feira segundo a qual o presidente do Grupo Lena teria confirmado que foram pagas comissões ao ex-primeiro-ministro José Sócrates, atribuindo agora essas declarações ao procurador do Ministério Público.

O jornal admitiu o erro e pediu desculpa a Joaquim Paulo Conceição, atribuindo ao procurador Rosário Teixeira a frase que sustentou a notícia da manchete: “O Grupo Lena procurou apoio do poder político através de Sócrates, a quem pagava”.

O Correio da Manhã atribuiu esta frase ao presidente do grupo Lena, durante o depoimento no Departamento Central de Investigação Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito da Operação Marquês.

Apesar da retificação, o jornal refere, no entanto, que “reafirma o essencial dos factos relatados“.

Na sexta-feira, Joaquim Paulo da Conceição negou “total e categoricamente” que, no âmbito do processo da Operação Marquês, reconheceu ter feito pagamentos ao ex-primeiro-ministro José Sócrates para conseguir negócios para as suas empresas.

Em comunicado, Joaquim Paulo da Conceição negou, “na totalidade do seu conteúdo”, a manchete da edição do Correio da Manhã de que confessara ter feito pagamentos a José Sócrates.

Também os advogados de defesa de José Sócrates afirmaram que o presidente do Grupo Lena declarou nunca ter pago “o que quer que fosse” ao seu constituinte nos depoimentos que fez no âmbito do processo.

José Sócrates, 59 anos, foi o primeiro ex-chefe do Governo a ser detido preventivamente em Portugal, indiciado por corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Entre os arguidos no processo estão o ex-administrador da CGD e antigo ministro socialista Armando Vara e a sua filha Bárbara Vara, Carlos Santos Silva, empresário e amigo do ex-primeiro-ministro, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista do ex-líder do PS, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Inês do Rosário, mulher de Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro e o empresário luso-angolano Helder Bataglia.

Na quarta-feira, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou que concedeu mais 180 dias para a “realização de todas as diligências de investigação consideradas imprescindíveis” na Operação Marquês.

/Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Sempre e sempre, o pasquim “Correio da Manhã”.
    São realmente um jornaleco ordinário. Rectificou a manchete dois dias após “vender” a trafulhice aos leitores. Nesses dois dias alguém foi lesado na imagem não?

  2. Não houvesse o “Pasquim” nada estaria a ser investigado!
    Bem mal está esta Democracia quando as entidades que deveriam fiscalizar a Administração e Gestão Pública, nada veem!
    Ninguem é responsabilizado pelos seus actos, mesmo quando cometidos á margerm da Lei.

  3. A diferença entre pasquim e jornal é que jornais, investigam com seriedade na busca da verdade, não a que convém a alguns mas, simplesmente , a verdade. O pasquim não procura verdade nenhuma, faz sensacionalismo, quer é vender papel, chegando ao cumulo de fazer manchetes mentirosas e, dois dias depois, desmente o que escreveu, no entretanto, prejudicou a imagem de alguém. Para mim isto não é investigar, é especular.

    • Será que não? Basta publicar qualquer coisa sobre o Sócrates (e nem é preciso ser verdade – coisa estranha a este pasquim) que vendem milhões! O povo gosta de se enganado.

  4. “Apesar da retificação, o jornal refere, no entanto, que “reafirma o essencial dos factos relatados“.” – Consegue identificar as duas incongruências nesta frase? Não? Pois digo-lhes: “jornal” e “factos”. Só o facto desta frase ter os dois termos e se referir ao CM é absolutamente risivel! É como diz o Torpedo: é só para “vender papel”!
    Nota: A ZAP não anda muito longe do “calibre” do que alguns chamam de publicação…

RESPONDER

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …

Boris Johnson nos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para os cuidados intensivos. Boris Johnson, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para a unidade de cuidados intensivos, depois de …