Coronavírus. Luvas de látex são perigosas quando não utilizadas corretamente

Neil Hall / EPA

Quase como acontece com as máscaras, caso não sejam utilizadas corretamente, as luvas descartáveis de látex podem ser perigosas, ajudando a disseminar mais facilmente o vírus.

A pandemia de covid-19 despertou grande interesse de como as pessoas podem evitar a infeção. Um dos métodos que as autoridades de saúde pública incentivam fortemente é a lavagem das mãos. Por esta altura, todos já devem estar a lavar as mãos com cuidados redobrados.

As pessoas tocam na cara várias vezes, muitas das quais sem perceber. Por isso, uma pessoa infetada pode ter o vírus nas mãos e transmiti-lo a outras pessoas, diretamente (embora os apertos de mão agora sejam fortemente desencorajados) ou ao contaminar uma superfície que outras pessoas tocam, como a maçaneta da porta, o teclado ou um corrimão.



Mas lavar repetidamente as mãos com água e sabão ou desinfetante para as mãos à base de álcool pode causar danos à pele. Ao que parece, uma solução mais simples é usar luvas descartáveis, geralmente feitas de látex. Mas será isto tão seguro quanto a lavagem frequente das mãos?

Para ter uma ideia melhor de como usar luvas adequadamente e, de facto, quais são as suas limitações, é útil observar um ambiente em que elas são usadas frequentemente, como hospitais.

É importante recordar que a maioria das luvas que vêm em embalagens grandes não são estéreis e estão associadas a um risco de contaminação e disseminação de doenças. Isto acontece porque geralmente são usadas quando não são realmente necessárias, são colocadas cedo demais, retiradas tarde demais ou não são trocadas nas alturas apropriadas.

As luvas só devem ser usadas para proteger os profissionais de saúde de sangue, fluidos corporais ou certos medicamentos. É improvável que a lavagem das mãos seja útil se um profissional de saúde for exposto a um medicamento tóxico ou vírus transmitido pelo sangue.

Quando o paciente precisar de proteção, como durante a cirurgia, as luvas devem ser estéreis. De qualquer forma, elas precisam de ser removidas quando ficarem contaminadas e o mesmo par de luvas nunca deve ser usado para tocar em mais do que de um paciente.

Quando vemos alguém a usar luvas num ambiente de preparação de alimentos, por exemplo, vale lembrar que eles podem usá-las durante horas e podem ter tocado em material contaminado com elas. Se alguém tocou numa superfície contaminada com luvas, é mais provável que transmita o vírus do que alguém que não usou luvas. Não trocar as luvas quando necessário não é diferente de não lavar as mãos.

Usar luvas é uma maneira conveniente de minimizar a contaminação e manter as mãos limpas, mas elas só são realmente úteis quando a lavagem das mãos não é possível ou insuficiente para evitar a contaminação química ou biológica.

Também é importante relembrar que, embora o sabão ou o desinfetante para as mãos possa causar uma sensação desagradável nas mãos, as luvas de látex podem causar reações alérgicas e irritação.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só alguém que não tenha experiência profissional na área da restauração ou que tenha nascido no Século XXI, utiliza luvas de látex na confecção de alimentos.

    Para além de ir contra as regras da higiene comummente conhecidas e estudadas, é também extremamente parolo.

RESPONDER

Adjunta de Matos Fernandes era sócia de empresa que fez negócios com o ministério

Entre 2016 e 2019, a secretária de Estado do Ambiente, Inês Santos Costa, acumulou funções quando integrou o gabinete de João Pedro Matos Fernandes, na qualidade de adjunta, sendo, na altura, sócia de uma empresa, …

Cavaco acusa Governo de Costa de continuar a alimentar "monstro" da despesa pública

Cavaco Silva volta a criticar o Governo de Costa, desta vez por criar “impostos adicionais” sobre “tudo o que mexe” para alimentar “o monstro” da despesa pública. O ex-primeiro-ministro e antigo Presidente da República Aníbal Cavaco …

Dívidas de Vieira investigadas. Com falência à vista, grupo do líder do Benfica pagou viagens de luxo

Afinal, o Fundo de Resolução nunca aceitou a reestruturação das dívidas do grupo empresarial de Luís Filipe Vieira, ao contrário do que foi dito aos deputados na Comissão Parlamentar de Inquérito aos grandes devedores do …

João Rendeiro condenado a 10 anos de prisão

João Rendeiro, antigo presidente do Banco Privado Português (BPP), foi condenado a 10 anos de prisão efetiva esta sexta-feira. O tribunal condenou o ex-presidente do Banco Privado Português (BPP), João Rendeiro, a 10 anos de prisão …

Bloqueio de migrantes. Salvini não vai a julgamento

Matteo Salvini, líder do Liga, não vai a julgamento na sequência do bloqueio do desembarque de migrantes a bordo do navio da Guarda Costeira italiana "Gregoretti", em julho de 2019. Esta sexta-feira, um tribunal italiano decidiu …

Promulgado diploma sobre acesso às praias (com alerta para novo regime de multas)

O "regime contraordenacional, que está previsto para o não cumprimento de um conjunto de regras que temos na área covid, também é aplicado" às regras relativas às praias. O Presidente da República promulgou, esta sexta-feira, o …

PCP vai votar contra reforma das Forças Armadas

Os comunistas consideram tratar-se de uma "alteração significativa" da estrutura de comando, sem dar resposta "a problemas que persistem há largos anos" na instituição militar". O PCP vai votar contra as propostas do Governo para a …

Biden diz que ataque a oleoduto veio da Rússia. Mas exclui envolvimento do Kremlin

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, afirmou na quinta-feira que o ciberataque que paralisou durante vários dias a maior rede de oleodutos do país foi proveniente da Rússia, mas exclui envolvimento do Governo …

Máscaras vieram para ficar. Mas pode haver exceções

A máscara de proteção individual vai continuar a fazer parte do nosso dia-a-dia. No entanto, pode haver exceções para os já vacinados contra a covid-19. O Governo convidou os especialistas a criarem um novo plano e …

Chega quer que agentes da PSP e GNR usem câmaras de vídeo nas lapelas e nas viaturas

O deputado único do Chega entregou esta quinta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda a colocação de câmaras de vídeo nas lapelas das fardas e nas viaturas das forças de segurança, a fim …