Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”.

O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira que a região se está a preparar para um eventual surto de coronavírus, embora considere que a probabilidade de isso acontecer “é muito reduzida”.

“Está tudo bem orientado e vamos criar condições nos diferentes setores, mas continuo a achar que, neste momento, a probabilidade é muito reduzida” de ter um surto na região, disse Herberto Jesus.

O responsável do Iasaúde falava após uma “reunião preparatória no sentido de delinear percursos internos e externos dentro do sistema de saúde de forma a otimizar a resposta perante a eventualidade de um surto” no arquipélago, que manteve com responsáveis da Proteção Civil Regional e Serviço Regional de Saúde.

Herberto Jesus mencionou que o vírus “continua centralizado na China”, existindo no espaço europeu “no máximo quatro casos”, um cenário que, admitiu, se pode alterar a qualquer momento.

O presidente do conselho diretivo do Iasaúde destacou que a região está “articulada ao minuto com a Direção-Geral de Saúde (DGS), de forma a perceber qual a capacidade instalada, quais os recursos necessários e como atuar”, visando tornar uma eventual situação “o menos grave possível”.

“Estamos a tentar preparar um percurso que seja mais fácil e mais eficaz”, realçou, enunciando que a região precisa ter quartos com pressão negativa e áreas isoladas, o que “já está a delinear”, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”, algo que dispõe “em articulação com o Instituto Ricardo Jorge”.

Disse ainda que vai ser criada uma linha telefónica — 800 24 24 20 — que “é porta de entrada para a suspeita de um caso” e vão ser colocados cartazes nos aeroportos e portos “como forma preventiva”.

Herberto Jesus realçou que, “neste momento, não há nenhum caso confirmado em Portugal” e que, na região, “está tudo alinhado”, caso tal aconteça.

O responsável também considerou “não existir evidência que o rastreio à chegada seja efetivo”, nem que existam “contágios nos aviões”.

Ainda apontou ser “tranquilizante” o facto de o período de contágio ser de 14 dias e de “o aeroporto de Wuhan estar fechado desde 23 de janeiro”, o que torna “o grande fluxo limitado”.

O responsável do Iasaúde também sublinhou que “este vírus é de transmissão baixa” e defendeu que “medidas de proteção individual básicas, como as de higiene, são suficientes”.

Em Portugal, não se confirmou a infeção de um homem que apresentava suspeitas e que foi hospitalizado no sábado, em Lisboa, depois de ter regressado de Wuhan. A Direção-Geral da Saúde pediu a quem regresse de Wuhan ou de outras regiões afetadas na China e que apresente febre, tosse ou dificuldades respiratórias que contacte o SNS24 – 808 24 24 24.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já há 100 mortos por Covid-19 em Portugal. Infectados sobem para 5170

O número de pessoas infectadas com o coronavírus em Portugal subiu para 5170. São 902 novos casos confirmados nas últimas 24 horas, o que representa um acréscimo de 21%. Já morreram 100 pessoas.  A taxa de mortalidade …

Trump invoca lei de guerra para conseguir mais ventiladores

Donald Trump invocou uma lei de guerra para obrigar a General Motors a fabricar ventiladores. Os Estados Unidos são o país com o maior número de infetados em todo o mundo. Os Estados Unidos tornaram-se nesta …

Jackson Martínez recorda penálti falhado: "Adeptos do Benfica pensam que me vendi"

Os adeptos do Benfica não esquecem o penálti falhado por Jackson Martínez frente ao FC Porto, esta temporada. O golo teria colocado o Portimonense na frente do marcador. Em entrevista ao jornal Record, o avançado do …

"Solidariedade não é dar dinheiro." Holanda finca o pé e até critica Itália por "internar os mais velhos"

Há um novo braço-de-ferro na União Europeia (UE) entre os países do Norte e do Sul. Tudo por causa dos famigerados "coronabonds", instrumentos de dívida comum que países como Portugal, Espanha e Itália defendem para …

Vaga de doentes graves nas urgências poderá deixar SNS "inacessível"

Uma vaga de doentes graves às urgências, a juntar a cirurgias e consultas reagendadas, pode vir a deixar o SNS "inacessível" no futuro, alerta o presidente da Associação de Administradores Hospitalares. As idas à urgência nas …

CDS quer cheque de emergência para empresas encerradas

Uma das medidas, apresentadas por Francisco Rodrigues dos Santos, é a atribuição, às pequenas e médias empresas “encerradas ou com a actividade suspensa, um cheque de emergência no valor máximo de 15 mil euros”. O CDS …

Espanha regista 832 mortos nas últimas 24 horas. É o dia mais mortífero no país

A Espanha registou, nas últimas 24 horas, 832 mortos com o novo coronavírus, o maior número de vítimas mortais num só dia, elevando o balanço total para 5.690, de acordo com a última atualização das …

"O Brasil não pode parar". Bolsonaro compra campanha contra o isolamento social

Jair Bolsonaro gastou cerca de 800 mil euros numa campanha contra o isolamento social com o mote "O Brasil Não Pode Parar". O presidente brasileiro tem desvalorizado a pandemia de covid-19. Face à pandemia de covid-19, …

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …

Descoberta criatura que pode ser o antepassado de quase todos os animais

Cientistas podem ter descoberto um dos primeiros ancestrais da árvore genealógica: uma criatura semelhante a um verme chamado Ikaria wariootia. Segundo a revista Newsweek, a minúscula criatura, parecida com um verme, é o exemplar mais antigo …