Estudo deteta novo coronavírus em águas residuais de Itália em dezembro

Angelo Carconi / EPA

O novo coronavírus estava presente nas águas residuais de Milão e Turim em dezembro de 2019, dois meses antes de ter sido detetado o primeiro infetado no país, indica um estudo do Instituto Superior de Saúde italiano.

“O estudo examinou 40 amostras de águas residuais recolhidas entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020. Os resultados, confirmados por dois laboratórios diferentes com dois métodos diferentes, confirmaram a presença de RNA (ácido ribonucleico, elemento essencial de um vírus) do SARS-Cov-2 nas amostras colhidas em Milão e Turim em 18 de dezembro de 2019″, explica o instituto em comunicado hoje divulgado.

Traços idênticos foram também encontrados nas águas residuais de Bolonha em 29 de janeiro de 2020, sendo que o primeiro caso oficial em Itália foi detetado a 20 de fevereiro, na pequena cidade de Codogno, não muito longe de Milão.

O Instituto Superior italiano especifica que as amostras recolhidas entre outubro e novembro de 2019 não revelaram vestígios de coronavírus nas águas residuais.

“Esta pesquisa pode ajudar a entender o início da circulação do vírus em Itália e fornece informações mais consistentes” do que as análises realizadas em França a doentes hospitalizados que apresentavam resultados de estar infetados com o SARS-CoV-2 desde dezembro de 2019″, especifica o instituto no comunicado.

O Instituto Superior de Saúde italiano também cita um estudo espanhol que identificou o RNA desse vírus em águas residuais de Barcelona recolhidas em meados de janeiro, “cerca de 40 dias antes da notificação do primeiro caso” em Espanha.

Itália foi um dos países da Europa mais afetados pela covid-19, tendo totalizado, desde o registo dos primeiros casos da doença no país , 34.514 vítimas mortais.

Nos últimos dias, o país voltou a registar um recrudescimento de casos, tendo contabilizado na quinta-feira 66 mortes associadas e 333 novas infeções, os números diários mais altos registados esta semana.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 450 mil mortos e infetou mais de 8,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …