Estudo revela que coronavírus já estava ativo em França no final de dezembro

Robin Van Lonkhuijsen / EPA

Médicos franceses acreditam que o coronavírus, responsável pela doença Covid-19, já estava ativo na França no final de dezembro, depois de terem diagnosticado retrospetivamente um doente que, a 27 de dezembro, esteve internado num hospital de Paris.

O caso foi descoberto através de um estudo retrospetivo dos testes de PCR (para deteção do vírus SARS-CoV-2) realizados em 24 doentes internados em dezembro e janeiro com pneumonia, explicou o diretor dos cuidados intensivos dos hospitais Avicenne de Bobigny e Jean Verdier de Bondy, Yves Cohen, em declarações à France Info esta segunda-feira.

As amostras de PCR foram recolhidas de um homem que entrou no hospital Jean Verdier em dezembro e foram agora testadas novamente, tendo mostrado um resultado positivo para Covid-19, o que indica que o doente estava infetado naquela altura.

O homem, que não tinha feito quaisquer viagens que levassem a desconfiar que tivesse sido infetado fora do país, esteve doente durante 15 dias e infetou os seus dois filhos, mas não a sua mulher.

Os médicos consideram que a mulher, sendo assintomática, pode estar na origem do contágio da família, especialmente considerando que trabalha numa peixaria de um supermercado em que há clientela de origem chinesa.

O estudo deverá ser publicado numa revista especializada na próxima semana.

A Agência Regional de Saúde da região de Paris já afirmou que vai analisar a tese de que o coronavírus já estava em França antes dos primeiros casos oficialmente registados, a 24 de janeiro, de um francês de origem chinesa e dois turistas chineses que estiveram na cidade de Wuhan, onde se localizou a origem da pandemia.

Desde que foi detetada na China, em dezembro passado, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 245 mil mortos e infetou mais de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios, segundo um balanço da agência AFP. Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

Os Estados Unidos (EUA) são o país com mais mortos (67.674) e mais casos de infeção confirmados (mais de 1,1 milhões). Seguem-se Itália (28.884 mortos, mais de 210 mil casos), Reino Unido (28.446 mortos, mais de 186 mil casos), Espanha (25.264 mortos, mais de 217 mil casos) e França (24.895 mortos, mais de 168 mil casos).

Por regiões, a Europa soma mais de 143 mil mortos (mais de 1,5 milhões de casos), EUA e Canadá quase 71 mil mortos (quase 1,2 milhões de casos), América Latina e Caribe mais de 13.100 mortos (mais de 248 mil casos), Ásia mais de 9.000 mortos (cerca de 240 mil casos), Médio Oriente perto de 7.000 mortos (mais de 185 mil casos), África cerca de 1.800 mortos (mais de 44 mil casos) e Oceânia 122 mortos (mais de 8.100 casos).

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …