Coreia lançou míssil “ultra-preciso” (e promete uma prenda maior aos EUA)

(dv) KNS / KCNA

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte confirma que lançou, com sucesso, um míssil balístico de alta precisão e avisa os EUA que pode contar com uma “prenda ainda maior”.

Kim Jong-un, o líder norte-coreano, destaca que o lançamento deste míssil balístico de tipo Scud é “capaz de realizar um ataque ultra-preciso“, conforme avança a agência sul-coreana Yonhap, com base em dados da Agência Telegráfica Central da Coreia do Norte (KCNA).

O míssil terá percorrido cerca de 450 quilómetros e terá caído em águas da Zona Económica Exclusiva (ZEE) do Japão.

A KCNA refere que o projéctil “atingiu correctamente o alvo planeado, com um desvio de sete metros”.

O lançamento já provocou reacções preocupadas das autoridades do Japão, nomeadamente do primeiro-ministro Shinzo Abe que destaca que o país “não tolerará as contínuas provocações da Coreia do Norte” que insiste em “ignorar as repetidas advertências da comunidade internacional”.

Mas é precisamente o tom de provocação que os norte-coreanos mantêm, com Kim Jong-un a prometer que vai enviar uma “prenda ainda maior” para os EUA.

A KCNA refere que o líder norte-coreano supervisionou pessoalmente o teste com o míssil de alta precisão e que ordenou o desenvolvimento de armas ainda mais potentes e perigosas.

“Sempre que as notícias da nossa valiosa vitória forem divulgadas, os Yankees ficarão preocupados e os gangsters do exército de marionetas da Coreia do Sul ficarão mais e mais desanimados”, refere Kim Jong-un, segundo citação da KCNA.

A postura da Coreia do Norte, que insiste na realização de testes com mísseis balísticos, aumenta a tensão na região para o nível mais elevado dos últimos anos.

E do lado dos EUA, Donald Trump também contribui para o crescer da animosidade. Durante a cimeira do G7, o presidente norte-americano falou da Coreia do Norte como um “problema mundial”, garantindo que será “resolvido”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Muitos Estados estão nas mãos de psicopatas. Ditaduras cada vez mais omnipresentes de forma insidiosa ou categórica, são uma bomba relógio para originar uma guerra Mundial. Estou convicto que é o que se está a fomentar .

  2. Leave north korea in peace. Porque temos de ser todos iguais e viver num mundo onde impera o capitalismo selvagem? Porque será que os american são sempre os bonzinhos nas histórias de cowboys, eu até gosto mais dos indios. A ignorância é um mal pior que uma doença que irá aniquilar a humanidade. A história do homem está cheia de lições mas ninguem quer aprender ou muito poucos aprendem com essas histórias que são lições.
    Leave North Korea, Iran and Siria in peace. They have the right of walk their own way.

  3. O mundo está um barril de pólvora, pronto a explodir, não é só a Coreia do Norte, é a Russia com a Ucrâniaa a Siria, o Brasil a Venezuela o mundo está todo em ebulição só falta quem acenda o fósforo depois disso Deus nos ajude porque o mundo nunca mais será o mesmo

RESPONDER

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …