Coreia do Norte avisa: Cabe aos EUA “escolher que presente de Natal querem receber”

(cv) Rodong Sinmun

A Coreia do Norte repetiu esta terça-feira que os Estados Unidos têm pouco tempo para salvar as negociações sobre o programa nuclear, sublinhando caber inteiramente a Washington escolher que “presente de Natal” pode receber de Pyongyang.

Esta declaração, atribuída a um diplomata, surgiu quando a Coreia do Norte continua a aumentar a pressão sobre a administração do Presidente norte-americano, Donald Trump, e o Governo sul-coreano, à medida que se aproxima o prazo do final do ano para que os Estados Unidos proponham os termos de um acordo mutuamente aceitável para todas as partes.

As negociações estão num impasse desde a cimeira de fevereiro, entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e Donald Trump, que terminou sem acordo e depois de Washington ter rejeitado as exigências de Pyongyang relativas a um abrandamento das sanções económicas em troca de uma “rendição” parcial das capacidades nucleares do Norte.

Reuniões de trabalho realizadas em outubro, na Suécia, terminaram devido aquilo que os norte-coreanos descreveram como “a velha posição e atitude” dos norte-americanos.

Um vice-ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano encarregado das questões norte-americanas, Ri Thae Song, acusou os negociadores norte-americanos de repetirem propostas de negociações destinadas apenas a ganhar tempo, sem proporem quaisquer soluções reais.

Ri reiterou a anterior posição e declarações da Coreia do Norte de que o país só continuará com a diplomacia nuclear, se obtiver algo substancial em troca.

“O diálogo elogiado pelos Estados Unidos não representa nada e é apenas um truque para manter a República Popular Democrática da Coreia presa ao diálogo, usado em favor da situação política e das eleições nos Estados Unidos”, afirmou Ri, de acordo com a imprensa oficial norte-coreana.

“O que resta é uma opção dos Estados Unidos e cabe aos Estados Unidos escolher que presente de Natal podem receber“, acrescentou.

O Norte realizou vários testes de sistemas de mísseis nos últimos meses, o que peritos consideraram alargar potencialmente a capacidade para atacar alvos na Coreia do Sul e no Japão. Por outro lado, o regime norte-coreano ameaçou também suspender a moratória sobre mísseis de longo alcance e retomar os lançamentos sobre o Japão.

Kim e Trump trocaram insultos e ameaças bélicas em 2017, quando a Coreia do Norte efetuou vários testes nucleares e de mísseis, mas os dois líderes afirmaram manter boas relações pessoais desde que iniciaram os seus encontros em 2018.

// Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …