Constitucionalista lembra que Cavaco “ainda tem uma bomba atómica”

Manuel de Almeida / Lusa

O constitucionalista Jorge Miranda (esq.) com o ex-presidente Ramalho Eanes e o candidato a presidente Sampaio da Nóvoa

O constitucionalista Jorge Miranda (esq.) com o ex-presidente Ramalho Eanes e o candidato a presidente Sampaio da Nóvoa

O constitucionalista Jorge Miranda lembrou esta quinta-feira que o Presidente da República mantém todos os poderes, menos o de dissolver o parlamento, embora considerando que a demissão do Governo seria utilizar “uma bomba atómica” que poderia abrir uma crise política.

O presidente da República “mantém todos os poderes que constam na Constituição, menos o poder de dissolução do parlamento, porque se trata dos primeiros seis meses da legislatura”, afirmou à agência Lusa Jorge Miranda, um dos autores da Constituição de 1976, quando era deputado do então PPD.

Segundo o professor, alguns daqueles poderes são “extremamente importantes”, incluindo o “poder de veto político relativamente a decretos-leis ou a leis aprovadas na Assembleia da República, poder da iniciativa da fiscalização preventiva da constitucionalidade, o poder de aceitar ou não aceitar a proposta do Governo para a designação de altos cargos do Estado, como o Tribunal de Contas e chefes de Estado-Maior das Forças Armadas”.

Jorge Miranda relembrou também que o chefe de Estado mantém os poderes relativamente às regiões autónomas e também o poder de ratificação de tratados internacionais.

“Esses poderes todos que constam da Constituição nos artigos 133, 134 e 135, o Presidente da República mantém inteiramente até ao termo do mandato, isso aliás é o que acontece com qualquer titular de cargo político”, sublinhou.

Para o professor de Direito Constitucional, é natural que, com o final do mandato, os “poderes estejam politicamente menos fortes do que no normal exercício do mandato”.

“Mas isso já é uma vicissitude de ordem política, porque juridicamente, o presidente Cavaco Silva mantém todos os poderes, menos o de dissolução”, insistiu o constitucionalista, que declarou a semana passado o seu “apoio completo” à candidatura presidencial de Sampaio da Nóvoa.

Questionado sobre se o Presidente da República pode demitir o Governo, o professor explicou que o chefe de Estado o poderá fazer caso entenda que o regular funcionamento das instituições o exige.

Mas, para Jorge Miranda, o exercício daquele poder seria quase “uma bomba atómica”, porque poderia provocar uma grave crise política, já que o “Presidente não pode dissolver a assembleia e na assembleia há uma maioria de apoio a este Governo”.

O Presidente da República prometeu esta quinta-feira “lealdade institucional” ao novo Governo, mas advertiu que não abdicará dos poderes que a Constituição lhe confere e tudo fará para que Portugal preserve a credibilidade e mantenha a trajetória de crescimento.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Esta gente estava habituada a ser sempre governada pela direita embora os votos da maioria fossem à esquerda.
    A falta de entendimento da esquerda era-lhes favorável e dava-lhes muito jeito, mas acabou. Conformem-se!
    Os entendimentos à esquerda já são possíveis e vieram para ficar! Assim é que deve ser e é bonito.
    Quando a direita tiver a maioria que governe.
    Queremos democracia ou não queremos democracia?

    • Na mão esquerda há muitos dedos e nenhum é igual.
      Vamos ver até quando os dedos se cordenam , porque o sistema nervoso autónomo provém de cérebros diferentes cada um com sua matriz.
      Tudo é socialismo . Mas duas correntes só vísiveis , para alguns ingénuos, quando os socialistas comunistas
      assaltaram o poder no jornal República correndo com Raul Rego.

      Se o sr. Mário Soares estivesse na planitude da sua memória poderia ter avisado o então jóvem Sr. António Costa, para não andar de braço dado com quem o há-de fazer tropeçar e cair, ouvindo como então a´célebre frase do estalinista Alvaro Cunhal, “olhe qua não sr. dr., olhe que não”

      O que mudou desde então que não fosse a saudade de Estaline ?

      Já em séculos passados se dizia:” Nada de novo debaixo do sol”

      Espero ver o contrário se fôr possivel.

      • Seguindo a sua lógica, na mão direita também há muitos dedos e nenhum é igual. Então qual é a sua dúvida? Diga lá sua mente iluminada.

  2. Muita critica se ouve contra a actuação do Presidente da República por ter nomeado para governo a coligação mais votada nas eleições o que parece ser normal, no entanto ninguém fala das constantes provocações ao Presidente vindas de toda a esquerda e que poderão originar uma tomada de decisão contrária ás suas pretensões e que está em pleno direito de o fazer caso o entenda, se a esquerda pensa voltar aos tempos de 74/75 em que tomaram o Poder pela força e impunham aos outros andar de punho fechado, talvez aí estejam enganados.

  3. Desde o golpe comunista de 1975, nada mudou e o tempo fez esquecer a destruição de um País até então próspero. Daí para cá a instabilidade instalou-se , as fábricas fecharam, os estaleiros navais destruiram-se , tudo em nome da democracia e do povo unido, que entre nós continua , não para dar ao povo, mas para dele viverem.
    Eis a democracia que levou um País por mais de uma vez à bancarrota fazendo cada vez mais pobres, para que em nome deles se guindarem a seus protectores.
    Enfim….. é preciso fazerem-se pecadores para haver santos!

RESPONDER

Afinal, Messi não vai renovar com o Barcelona

O internacional argentino não vai renovar contrato com o FC Barcelona, confirmou, esta quinta-feira, o clube catalão. Em comunicado publicado no seu site oficial, o FC Barcelona explica que, "apesar de ter chegado a acordo" com …

A Guerra Fria eclodiu nas piscinas de Tóquio. E promete continuar pelos Olímpicos fora

Após a final dos 200 metros costas, o nadador norte-americano Ryan Murphy sugeriu que acabara de participar numa prova que "provavelmente não foi limpa". O comentário foi interpretado como uma acusação a Evgeny Rylov, medalhado …

Moderna admite a necessidade de terceira dose da vacina este ano

A empresa biotecnológica norte-americana Moderna admitiu esta quinta-feira que será necessária uma terceira dose da sua vacina contra a covid-19 antes do fim do ano, devido ao esperado aumento de contágios causado pela variante Delta …

Marcelo insiste na vacinação dos jovens dos 12 aos 15. "Temos de ter paciência"

O Presidente da República considerou, esta quinta-feira, que as dúvidas relativas à vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos não são "tanto dúvidas de princípio, quanto de momento", afirmando que "tudo tem …

44% dos futebolistas foram alvo de ofensas no Twitter

Estudo envolveu os 400 futebolistas da Premier League que têm conta oficial naquela rede social. Quase metade dos futebolistas da Premier League que têm conta oficial no Twitter recebeu mensagens com conteúdo ofensivo ao longo da …

Juiz condenado por violência doméstica e por negar relações sexuais perde ação no TC

O juiz condenado por violência doméstica e por negar relações sexuais à ex-companheira perdeu o recurso que tinha apresentado no Tribunal Constitucional (TC). De acordo com o jornal Público, em 2017, o Tribunal da Relação de …

Novo estudo deteta centenas de variantes genéticas ligadas à idade da menopausa

Um novo estudo analisou a informação genética de mais de 200 mil mulheres e identificou 290 variantes associadas ao momento da chegada da menopausa. Um estudo publicado esta quarta-feira na revista Nature usou a informação de …

Macron confirma terceira dose para os "mais frágeis e mais velhos"

França tenciona reforçar a vacinação contra a covid-19 com uma terceira dose para os "mais frágeis e os mais velhos", confirmou o Presidente francês, esta quinta-feira. "Sim, uma terceira dose será muito provavelmente necessária, não para …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de caução de Luís Filipe Vieira

O juiz Carlos Alexandre aceitou a nova proposta do ex-presidente do Benfica para o pagamento da caução de três milhões de euros, no âmbito da Operação Cartão Vermelho. Segundo avança a rádio TSF, o juiz Carlos …

Filho do ex-futebolista Ballack morre em acidente de moto 4 em Tróia

O filho do ex-futebolista alemão, de 18 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira num acidente de moto 4 em Tróia, no concelho de Grândola, distrito de Setúbal. De acordo com a TVI24, Emilio Ballack morreu, esta …