Constitucional assume que nunca cumpriu prazos na fiscalização das contas dos partidos

Tribunal Constitucional defende-se dizendo que os juízes não estão “tecnicamente preparados” para realizar este tipo de tarefas.

Durante 15 anos o Tribunal Constitucional não conseguiu fiscalizar nos prazos previstos o orçamento dos partidos e das campanhas eleitorais revela uma carta da instância enviada ao Parlamento em Novembro de 2016.

Segundo a TSF, o Tribunal Constitucional explica que os juízes “não estão, em geral, tecnicamente preparados” para “as múltiplas tarefas associadas à fiscalização das contas dos partidos e das campanhas”.

Manuel da Costa Andrade, presidente do TC, salienta a “gravidade” de uma siutação que dura há mais de 15 anos.

O documento reafirma que “a não se alterarem as coisas, tal pode redundar numa inevitável paralisia ou, ao menos, num intolerável agravamento dos atrasos já hoje subsistentes”.

Dados os atrasos, as contas anuais relativas ao ano de 2013 ainda não estão fechadas, impossibilitando que se se percebam os gastos durante as autárquicas.

Na mesma carta enviada ao Parlamento, o TC explica ainda que algumas das notificações enviadas demoram anos a chegar aos destinatários. “São reiteradas as frustrações de notificação dos legais representantes dos partidos, enviadas para as sedes, bem como a notificação dos mandatários financeiros”, descreve o documento.

Manuel da Costa Andrade considera que “os prazos previstos na lei são claramente irrealistas”, sendo impossível avaliar as contas anuais em seis meses e o orçamento das campanhas eleitorais em 90 dias.

“Estes prazos nunca foram cumpridos, e a fiscalização das contas é absolutamente irrealizável em tão curto intervalo de tempo. Nem mesmo na vigência do anterior regime jurídico, muito mais simples, se observou tal celeridade”, diz ainda a carta.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quando ér um cidadão comum nada disto acontece, porquê? Só acontece a algumas “pessoas”, instituições, associações, partidos etc… PORQUÊ a alguns a outros não? Conversa da TRETA…

RESPONDER

Vem aí chuva de poeiras vindas do Norte de África

Este fim de semana, o sul de Portugal pode enfrentar uma chuva carregada de poeiras vindas do Norte de África. O IPMA explica que se trata apenas de uma deposição. Uma chuva de poeiras pode atingir …

Marcelo deverá vetar mudança de género aos 16 anos

O Presidente da República deverá vetar a lei que permite a mudança de género no registo civil aos 16 anos, por questionar não ser necessário um relatório médico. Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei …

Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há 2 anos em Portugal

Os filhos de imigrantes que vivam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, a não ser que declarem que não querem ser portugueses. Esta alteração vai "inverter a atual regra" e irá encurtar …

Eleições de 2019 com plano europeu para travar perturbações nas redes sociais

Em 2019, o objetivo central dos técnicos da "sala de situação" é proteger as infraestruturas de apoio ao processo eleitoral, nas europeias e as legislativas, ainda sem data marcada. O cenário internacional tem sido marcado pela …

PSD dá a Costa espaço para reformar o SNS sem o Bloco

O ministro-sombra da saúde de Rui Rio, Luís Filipe Pereira, está a preparar um documento estratégico sobre o SNS. O PSD pretende, assim, ir a jogo na discussão sobre o futuro do Serviço Nacional de Saúde. A …

O Benfica criou um plano para mandar no futebol português

Emails revelados pelo blogue do "Mercado de Benfica" mostram que os quadros do clube debateram entre si uma estratégia a cinco anos para influenciar e dominar as "diferentes áreas do poder da indústria" do futebol português, …

Governo admite baixar portagens para SUVS e crossovers

O ministro Pedro Marques admite passar carros SUV e crossover de classe 2 para 1 nas portagens, afirmando que a atual classe 2 "pode ser um bloqueio a viaturas mais eficientes". O ministro do Planeamento, Pedro …

Portugal continua no caixote do lixo da Moody’s

A Moody's não se pronunciou sobre a notação de crédito de Portugal. Nos próximos seis meses, continuará a ser a única agência a manter o país abaixo do "grau de investimento". A agência de notação financeira …

Consultor Constantino Sakellarides demite-se em divergência com ministro da Saúde

O consultor do ministro da Saúde, Constantino Sakellraideser, entregou, na quinta-feira, uma carta de demissão a Adalberto Campos Fernandes devido a divergências de pensamento. Constantino Sakellarides, o consultor do ministro da Saúde que, há dois anos, …

Kim Jong-un anuncia suspensão de testes nucleares e balísticos

O regime norte-coreano anunciou a suspensão dos testes nucleares a partir de sábado e o desmantelamento da base de Punggye-ri. Este gesto foi bem recebido pelos EUA e aliados, embora não dê indicação de que …