Congressistas dos EUA tentam resolver shutdown fora da Casa Branca

Um mês após o início da paralisação parcial do governo dos EUA, Democratas e Republicanos começam a sofrer pressão pública para encontrar uma solução para a crise dentro do Congresso.

As sondagens indicam que a maioria dos norte-americanos não compreende esta paralisação que dura há 31 dias, paralisa várias agências federais e deixa mais de 800 funcionários públicos sem salário.

Mas dentro dos dois partidos, cresce o sentimento de que qualquer solução deverá ser conseguida no Congresso, fora da Casa Branca e sem a interferência do Presidente Donald Trump, que disse estar orgulhoso pelo shutdown.

Ao longo do dia de terça-feira, a maioria Republicana no Senado tentará uma nova proposta para desbloquear o impasse negocial com os Democratas, que já é a maior paralisação na história dos EUA.

A solução do porta-voz do Senado, o Republicano Mitch McConnell, passa por um pacote de medidas para a imigração, que inclui a salvaguarda temporária de direitos de imigrantes em situação ilegal bem como ações de segurança na fronteira, tentando opções que agradem aos Democratas e que satisfaçam o Presidente.

Contudo, os Democratas já anunciaram que recusarão esta proposta, por também incorporar a construção de um muro ao longo da fronteira com o México, uma imposição de Donald Trump, que consideram ser inútil, por ser ineficaz.

No domingo, Donald Trump referiu-se à porta-voz da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, como uma “radical” e “irracional”, procurando atribuir à maioria Democrata a responsabilidade pela crise.

Mas mesmo no Senado, dominado pelos Republicanos, a situação é adversa para Trump, já que dificilmente conseguirá convencer os 60 senadores necessários para uma solução legislativa que ponha fim ao shutdown.

Donald Trump tem escrito na rede social Twitter que está orgulhoso, dizendo que a segurança dos americanos deve estar “em primeiro lugar”. Mas são vários os congressistas, de ambos os partidos, que consideram que a intransigência do Presidente deve ser contornada, através de negociações no Congresso.

Se nada for acordado, entre o Congresso e a Casa Branca, na próxima sexta-feira, os 800 mil funcionários perderão o seu segundo salário (que nos EUA é quinzenal) e aumentará a probabilidade de uma radicalização de posições entre as duas partes.

Donald Trump tem ainda a hipótese de declarar situação de emergência nacional e conseguir os 5,7 mil milhões de dólares para o muro na fronteira, sem necessitar de uma aprovação do Congresso, mas o Presidente já disse por várias vezes que quer evitar esse cenário, enquanto os Democratas anunciam que, se for colocado, o contestarão em tribunal, por dizerem que se trata de um excesso de competências executivas.

A maioria Democrata na Câmara dos Representantes tem desafiado Donald Trump a apresentar soluções alternativas para a segurança nas fronteiras, que não passe pela construção do muro, mas a pressão política sobre este tema não tem permitido a Trump abrir mão da sua exigência.

“O Presidente quer mesmo um acordo e já colocou propostas na mesa”, disse domingo Liz Cheney, senador Republicano, reforçando a estratégia de colocar a responsabilidade do impasse político do lado Democrata e dando a entender que a solução já não passa pelo Presidente.

Mas a resposta Democrata é a de que “a bola está do lado” da Casa Branca e insistem para que Donald Trump assine o orçamento, antes de tentarem um acordo.

“O ponto de partida da negociação é a reabertura do governo”, afirmou no domingo o senador Democrata Mark Warner.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uma estrela supermassiva explodiu e aniquilou tudo à sua volta

Uma estrela renegada, que explodiu numa galáxia distante, forçou os astrónomos a colocar de lado décadas de investigação e a concentraram-se num novo tipo de supernova que pode aniquilar completamente a sua estrela-mãe - não …

G7: Macron e Trump com "elementos de convergência" sobre Amazónia, Irão e comércio

O Presidente francês, Emmanuel Macron, conversou este sábado com o Presidente norte-americano, Donald Trump, durante o almoço, que durou duas horas, sobre "elementos de convergência" relativos ao comércio, ao Irão e aos fogos na Amazónia, …

Dieta com poucos hidratos de carbono pode acabar com as enxaquecas

Pessoas que têm enxaquecas frequentes sabem que qualquer dica é bem-vinda. Aqui vai uma nova: uma dieta com poucos hidratos de carbono pode ser uma boa arma para evitar estas crises. Desde 1920 que os …

Encontrado o estaleiro mais antigo do mundo. Estava afundado na costa de Inglaterra

https://vimeo.com/355759312 Arqueólogos descobriram uma estrutura de madeira com 8.000 anos de idade — que será o local de construção de barcos mais antigo do mundo. A arquitetura estava particularmente bem preservada considerando o facto de estar 11 …

Astrónomos treinam IA para encontrar antigas colisões de galáxias

Há luzes brilhantes em todo o Universo que representam as colisões de galáxias. Os astrónomos encontraram agora uma nova forma de as encontrar. Há luzes brilhantes em todo o Universo que representam as colisões de galáxias. …

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …