Colecionador privado quer retirar centenas de obras do museu de Serralves

José Coelho / Lusa

Inauguração da exposição de Robert Mapplethorpe no Museu de Arte Contemporânea de Serralves

O colecionador de arte Luiz Teixeira de Freitas aguarda resposta à decisão de retirar de Serralves um vasto conjunto de obras que detém, acusando a administração da fundação de censura, no caso da exposição de Robert Mapplethorpe.

“Na semana passada, mais precisamente no dia 25 de Setembro, enviei ‘e-mail’ à Administração de Serralves dando conta da minha intenção de terminar o contrato de depósito de obras da minha coleção particular do artista Damian Ortega, que tenho com aquela instituição”, disse à agência Lusa o colecionador.

No mesmo dia, o colecionador enviou uma carta registada idêntica para o museu. “Ainda não obtive qualquer resposta do Museu”.



A agência Lusa contactou a Fundação de Serralves, e fonte do gabinete de imprensa disse que se trata de “assuntos internos” da instituição, não pretendendo por isso fazer declarações sobre esta questão.

O colecionador, segundo disse à Lusa, endereçou mais um ‘e-mail’ e uma carta a Serralves, este sábado, a notificar a instituição da vontade de terminar também o depósito da Coleção de Desenhos da Madeira, constituída por “600 desenhos em depósito”, propriedade sua e de Rosana Rodrigues, sua sócia na sociedade de advogados TFRA.

O foco principal da Coleção de Desenhos da Madeira é o desenho contemporâneo, produzido maioritariamente nos últimos dez anos, por artistas nascidos depois de 1960.

Tomei esta decisão por não concordar com a política de intervenção da administração nas escolhas curatoriais do Diretor Artístico da instituição, João Ribas, em especial a recente situação de censura criada pela Administração de Serralves no caso da exposição de Robert Mapplethorpe, caso que foi amplamente divulgado pela imprensa nacional e internacional”, justificou Luiz Teixeira de Freitas.

Em causa estão obras de Damian Ortega e de mais de cem artistas representados na Coleção de Desenhos da Madeira, entre os quais Julião Sarmento, Gabriel Orozco, Elmgreen Dragsed, Mateo Lopez, Francis Alys, Guilhermo Kuitca, Guego e Olafur Eliasson.

“As obras foram depositadas em momentos diferentes no Museu, mas diria que o depósito existe há quase oito anos“, estimou o colecionador à Lusa.

O jornal Público noticia hoje a vontade de Luiz Teixeira de Freitas de retirar as obras depositadas em Serralves, “em solidariedade com João Ribas“, o diretor demissionário, citando a curadora Luiza Teixeira de Freitas, filha do colecionador.

Segundo o jornal, a intenção foi conhecida durante a feira de arte Vienna Contemporary, que abriu na quinta-feira e encerra hoje, na capital austríaca. Luiz Teixeira de Freitas tornou pública a sua decisão durante um encontro em que participou, no sábado, no âmbito da feira.

O anúncio deu origem a comentários de outros colecionadores, nomeadamente o belga Alain Servais, que relacionou a decisão com a “censura” ao ex-diretor de Serralves, numa declaração publicada na sua conta na rede social Twitter. Servais está entre os principais 200 colecionadores de arte a nível mundial, no ‘ranking’ da plataforma ArtNet.

O diretor do Museu de Serralves, João Ribas, demitiu-se a 20 de setembro, após a inauguração da mostra “Robert Mapplethorpe: Pictures”, que comissariou, por entender que não tinha condições para prosseguir o trabalho, depois de terem sido definidas zonas reservadas , e de o seu universo ter sido reduzido de 179 para 159 obras.

O conselho de administração da Fundação de Serralves, por seu lado, garantiu não ter mandado retirar qualquer obra da exposição.

Entretanto, a comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto aprovou as audições do diretor demissionário do museu e da administração da fundação, que deverá realizar-se em outubro, após a visita dos deputados à exposição dedicada a Robert Mapplethorpe, marcada para o próximo dia 4.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Instrumentos musicais detalham a evolução das relações da população sul-americana

Num novo estudo, os investigadores analisaram a diversidade musical em todo o continente sul-americano com uma revisão dos diferentes instrumentos encontrados nos registos arqueológicos e etnográficos. A música é tida como uma expressão intrínseca da diversidade …

Manchester United perdeu em casa (e não adiantou faltar às aulas)

Primeira derrota "interna" do United, num jogo que não contou com Cristiano Ronaldo. No duelo entre treinadores portugueses, Nuno venceu Lage. Houve encontro entre treinadores portugueses na terceira ronda da Taça da Liga inglesa. O Tottenham, …

As discotecas vão reabrir a 1 de Outubro - mas 70% devem ir à falência até à Primavera

Apesar da reabertura dos espaços de diversão nocturna estar para breve, as associações que representam o sector queixam-se das burocracias e da falta de apoios e acreditam que muitas discotecas não vão voltar a abrir …

Candidato de Vila do Conde acusado de oferecer 50€ no supermercado por um voto no domingo

O candidato à Junta de Freguesia de Macieira da Maia, Filipe Santos, terá oferecido 100 euros a um casal idoso para votar no movimento independente, mas com uma condição: fotografar o boletim de voto com …

Terapia para bebés pode reduzir a probabilidade de diagnóstico de autismo

Um novo estudo sugere que terapia personalizada pode ajudar algumas crianças a desenvolver competências sociais antes da idade escolar, evitando assim o diagnóstico de autismo. Uma equipa de médicos internacional demonstrou que uma nova terapia dirigida …

PS admite perder entre 10 e 15 Câmaras Municipais nas autárquicas

A direcção socialista espera também segurar Almada e Coimbra e vencer em Viseu e em Portalegre, duas câmaras historicamente do PSD. Segundo avança o Público, a direcção do Partido Socialista já está a contar perder entre …

Lula ganharia as eleições presidenciais brasileiras à primeira volta

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva ganharia as eleições presidenciais na primeira volta se as eleições, marcadas para outubro de 2022, fossem realizadas hoje, de acordo com uma sondagem de opinião divulgada na …

Conselho de Ministros de hoje vai trazer de volta "antigo normal". Restauração abandona certificado

Governo vai reunir no dia de hoje para decidir quais os moldes em que avança a última fase do processo de desconfinamento. Regras só deverão entrar em vigor a partir de 1 de outubro. Após vários …

O que causou um enorme buraco na camada do ozono em 2020? A ciência já pode ter resposta

O grande buraco que se abriu na camada do ozono no ano passado pode ter sido desencadeado por temperaturas recordes, durante o inverno, no oceano Pacífico Norte, indicam novas análises. O enorme buraco, que se formou …

Rio diz que Governo “procura influenciar voto" com “notícia positiva” pré-eleições

O presidente do PSD defendeu que o Governo “se esforçou” por, em cima das autárquicas, dar uma notícia positiva aos portugueses sobre a pandemia, considerando que deveria tê-lo feito há mais tempo ou então só …