Cientistas descobrem por engano que antibiótico antigo pode tratar Parkinson

Tim Proctor / Flickr

A doxiciclina é um antibiótico usado no tratamento de infeções causadas por certos tipos de bactérias e protozoários

A doxiciclina é um antibiótico usado no tratamento de infeções causadas por certos tipos de bactérias e protozoários

Um antibiótico usado há mais de meio século contra infecções bacterianas pode ajudar no tratamento da doença de Parkinson.

Segundo um estudo publicado este mês na revista Scientific Reports, o antibiótico doxiciclina pode ser indicado em doses mais baixas para tratar a doença degenerativa, porque reduz a toxicidade de uma proteína chamada α-sinucleína, que danifica as células do sistema nervoso central.

A morte dos neurónios dopaminérgicos, produtores do neurotransmissor dopamina, está relacionada com sintomas de Parkinson, como tremores, lentidão de movimentos voluntários e rigidez. Não há actualmente medicamentos capazes de impedir que esse processo degenerativo progrida.

A pesquisa contou com apoio da Fundação FAPESP, de São Paulo, no Brasil, e com a participação de três cientistas brasileiros vinculados à Universidade de São Paulo (USP): Elaine Del-Bel, da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP), Leandro R. S. Barbosa e Rosangela Itri, ambos do Instituto de Física (IF), na capital.

“Temos dados animadores de experiências em cobaias, e uma grande esperança de que o efeito neuroprotetor também possa ser observado em pacientes humanos. Tal tratamento poderia impedir a evolução da doença de Parkinson e, portanto, pretendemos iniciar em breve um ensaio clínico”, disse Elaine Del-Bel em entrevista à Agência FAPESP.

A descoberta aconteceu há cinco anos, quando Marcio Lazzarini, ex-aluno de Del-Bel, realizava um pós-doutoramento no Max Planck Institute of Experimental Medicine, na Alemanha.

Para estudar possíveis alternativas terapêuticas contra o Parkinson em cobaias, a equipa recorreu na altura a um modelo consagrado para induzir nos animais uma condição semelhante à doença humana.

O método consiste em administrar uma neurotoxina – a 6-idroxidopamina (6-OHDA) – que causa a morte dos neuónios dopaminérgicos.

“Para nossa surpresa, dos 40 animais que receberam a 6-OHDA, apenas 2 desenvolveram sintomas de parkinsonismo, enquanto os restantes permaneceram saudáveis“, explica o cientista.

“Uma técnica do laboratório percebeu que eles tinham sido alimentados por engano com uma ração que contém doxiciclina. Começámos então a investigar a hipótese de que a substância poderia ter protegido os neurónios”, contou Del-Bel.

A equipa repetiu a experiência e acrescentou um segundo grupo de animais, que, em vez de receber a doxiciclina através da ração, foi tratado com injecções do antibiótico.

“Foi um sucesso nos dois casos. Publicámos os resultados na revista Glia, em 2013, sugerindo que, em doses sub-antibióticas, a doxiciclina poderia ter um efeito anti-inflamatório, protegendo os neurónios dopaminérgicos”, contou Del-Bel.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bom trabalho pela descoberta espero eu que venhe dar satisfatórios ao humanos, uma vez o estudo foi feito no laboratório com cobaias.

RESPONDER

Remake de O Rei Leão já estreou. Manuel Moreira dá voz a Simba e José Raposo a Pumba

A nova versão do filme ‘O Rei Leão’, da Disney, chega esta quinta-feira às salas de cinema portuguesas e Espalha-Factos dá-te a conhecer quem serão as vozes portuguesas que irão protagonizar um dos filmes mais …

Camisola da princesa Diana leiloada por quase 48 mil euros

A camisola de ginástica da princesa Diana, a "Princesa do Povo", foi leiloada online, esta quarta-feira, por quase 48 mil euros. Uma das sweatshirts de ginástica preferidas da princesa Diana foi leiloada online e vendida por …

Vem aí o novo supercarro elétrico da Lotus. É o mais potente do mundo

https://vimeo.com/348855966 O Lotus Evija terá quatro motores e será o supercarro elétrico mais potente do mundo com 2 mil cavalos. A sua produção está prevista para começar já no próximo ano. Depois de anos sem oferecer novidades …

Depois da Área 51, 17.000 preparam-se para "assaltar" o Triângulo das Bermudas

Quase 18.000 pessoas aderiram ao evento do Facebook "Assalto ao Triângulo das Bermudas, não nos pode engolir a todos", um projeto que parece inspirar-se num outro plano recente que visa também tomar de assalto a …

Copos menstruais são tão fiáveis como os tampões

Os copos menstruais são seguros e tão ou até mais fiáveis em termos de fugas que os tampões ou os pensos higiénicos. A conclusão chega após um primeiro grande estudo científico sobre este produto que analisa …

Empresário de Casillas condenado a quatro anos de prisão

Santos Márquez, o agente que mediou a transferência do futebolista Iker Casillas para o FC Porto, foi condenado esta quinta-feira a quatro anos de prisão, escreve o jornal espanhol El Confidencial.  O Tribunal Provincial de Palma …

Islândia está a tentar trazer de volta árvores cortadas pelos Vikings

Numa tentativa de reflorestar o país, a Islândia está a tentar trazer de volta as árvores derrubadas pelos Vikings no passado. É o país menos florestado da Europa. As árvores na Islândia são tão raras e …

Parlamento encerra trabalhos com reunião-maratona de sete ou oito horas

O parlamento encerra, na sexta-feira, a legislatura com uma reunião plenária que começa às 09:00, para vários debates e uma “maratona” de votações, e deverá prolongar-se, no total, sete a oito horas, até às 17:00. A …

EUA. Florida recruta insetos para matar plantas invasoras

A Florida, nos Estados Unidos (EUA), está a importar insetos para travar as espécies invasoras que estão a destruir as plantas do Parque Nacional de Everglades. Estes insetos parecem ser menos prejudiciais do que as …

Falcao colocado na órbita do FC Porto

O avançado do Mónaco está a ser apontado pela imprensa francesa como possível reforço do FC Porto. De acordo com o portal Le10Sport, os dragões estão no mercado a tentar garantir a contratação de Radamel Falcao, internacional …