Nem asteróide, nem nave alienígena. Cientista da NASA tem uma explicação para o misterioso Oumuamua

ESA / M. Kornmesser / European Southern Observatory

Desde que foi descoberto, em meados de 2017, muito se tem dito e escrito sobre misterioso Oumuamua. Um cientista da NASA propõe agora uma nova explicação para o “Primeiro Mensageiro Estelar”, refutando não se tratar nem de um asteróide nem de uma nave extraterrestre.

A origem do Oumuamua tem dividido a comunidade científica. Parte dos cientistas acredita que se trata de um asteróide de origem natural, enquanto outros há que acreditam que a sua realidade pode ser artificial ou até mesmo alienígena.

Agora, um novo estudo, levado a cabo pelo astrónomo Zdenek Sekanina, do Laboratório de Propulsão a Jato da agência espacial norte-americana oferece uma síntese dos dados até agora obtidos e que entram em “conflito”, apontado uma nova explicação. A publicação foi recentemente disponibilizada para pré-visualização no Archiv.org.

De acordo com o trabalho de Sekanina, o Oumuamua é, na verdade, apenas um fragmento do objeto interestelar que entrou no nosso Sistema Solar em 2017 e que se desintegrou pouco antes de alcançar o periélio – o ponto mais próximo da órbita do Sol.

Como resultado da desintegração, explica, foram criados fragmentos de alta porosidade sem materiais voláteis (como o amoníaco, o dióxido de carbono, a água, entre outros). Estes fragmentos são grãos de pó soltos que lhe dão uma forma exótica.

Na verdade, importa salientar, a primeira coisa que se soube e que saltou desde logo à vista no Oumuamua foi precisamente a sua forma incomum, muitas vezes comparada a um charuto ou até a uma agulha. A forma do objeto foi considerada uma raridade, uma vez que os asteróides são, por norma, arredondados.

Além disso, e ao contrário dos asteróides comuns, que giram periodicamente, o Oumuamua fá-lo de forma caótica. Inicialmente, os especialistas acreditavam que a sua rotação incomum era fruto de colisões com outros objetos espaciais. Segundo Sekanina, esta anomalia também pode ser explicada pela desintegração do objeto original, enquanto a sua aceleração se deve à pressão da radiação solar.

Em tom de conclusão, o especialista enfatiza a necessidade de a comunidade científica prestar mais atenção aos corpos de natureza interestelar e, acima de tudo, focar esforços para encontrar o possível “pai” do misterioso Oumuamua.

Tudo o que já sabemos sobre o Oumuamua

  • É o primeiro asteróide já conhecido vindo de fora do Sistema Solar. Foi descoberto por um telescópio do Havai a 18 de outubro de 2017;
  • O corpo celeste move-se a 64.000 quilómetros por hora e encontra-se atualmente a duas unidades astronómicas da Terra, ou seja, o dobro da distância entre a Terra e o Sol;
  • O seu movimento pelo Sistema Solar não representar qualquer perigo;
  • De acordo com as primeiras estimativas da NASA, o Oumuamua tem uma tonalidade vermelha escura, medindo 400 metros de comprimento e 30 de diâmetro.

ZAP // RT

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

        • Não. É uma metáfora. O país também não tem sexo e chamam-lhe “A” Pátria. “A” de feminino e “Pátria” de Pai. Há coisas mais importantes e mais graves do que o sexo dos anjos, sinceramente. Deus-Pai é uma metáfora totalmente inofensiva. Menos para as meetoos, claro…

        • Esse povo desinformado e sarcástico ousa desafiar a própria criação,depois ficam na m e sucumbem aos próprios argumentos.Acreditar em Deus significa reconhecer seu criador e seguir mandamentos significa ter um propósito aqui nesse plano,entender ou não é o seu livre arbítrio.

  1. Caro ZAP, algo está mal com a frase “O corpo celeste move-se a 64.000 quilómetros por hora, ou seja, avança a duas unidades astronómicas da Terra, o dobro da distância entre a Terra e o Sol”. A frase está incorreta e não se percebe o seu sentido. Também relativamente à frase “foi descoberto no Havai” ficava melhor algo do género “foi descoberto por um telescópio do Havai”.

      • Ainda não. Na parte “descoberto no por um telescópio” há uma palavra a mais “no”. Quanto à parte “avança a duas unidades astronómicas da Terra, o dobro da distância entre a Terra e o Sol”, caso se queiram referir à velocidade terão de dizer em quanto tempo avança essa distância, caso se queiram referir à sua posição atual terão de corrigir para “encontra-se atualmente a duas unidades…” (não confirmei se esta é realmente a sua posição atual).

  2. Pelo relato, este objeto não tem órbita e isso quer dizer, que é mais provável de ser uma sonda direcionada à algum ponto do cosmo. No último caso, pode ser um cargueiro estelar automatizado. Outra lógica, se fosse uma nave alienígena, a sua velocidade é ínfima, às naves alienígena viajam à velocidade de dobras espacial altíssimas, que seriam invisíveis ao melhir telescópio aqui na terra
    Ps. Estou viajando na maionese com vocês!

    • Caro João Lima,
      Obrigado pelo reparo. Tem toda a razão.
      No ZAP, no entanto, temos alguma aversão a plicas, razão pela qual por vezes fazemos tropelias como chamar McDonalds à McDonald’s.
      Essa aversão não é uma birra, é uma questão técnica. Em algumas circunstâncias, com alguns servers mais antigos ou mal configurados, as plicas não “tratadas” podem causar problemas, quebrar o código ou estragar o rendering das páginas HTML ou dos emails que enviamos na newsletter – razão pela qual, sempre que podemos, nos “esquecemos” das plicas. Talvez esteja na altura de tratar essa nossa aversão… 🙂

  3. Esse povo desinformado e sarcástico ousa desafiar a própria criação,depois ficam na m e sucumbem aos próprios argumentos.Acreditar em Deus significa reconhecer seu criador e seguir mandamentos significa ter um propósito aqui nesse plano,entender ou não é o seu livre arbítrio.

  4. Oumuamua, o estúpido nome que deram aquilo que vos envio, é aquilo que vos dou por estes milénios de estupidez e o fim desta espécie, dita humana, é o início de uma espécie que corresponde aos meus critérios!
    Cá estou para ver o concluío e o meu predestinado final!
    Quem está comigo, está, e quem não está, perece sem mim!
    Que Seres tão arrogantes, altivamente estúpidos, que se julgam superiores a uma colónia de bactérias que possibilitam a vida de qualquer insecto, animal ou ser humano!
    As bactérias sendo a base da existência, e os vírus a sua consistência, quem não concordar que utilize toda a sua ciência!
    Paciência tive muita durante a vossa teoria da realidade, da eternidade e da relatividade, estupidez não considero mas considero, arrogância de espírito, como lhe chamam!
    Por isso, tereis o que mereceis pela vossa arrogância e estúpida ignorância cientificamente provada na espécie humana, mas “nunca” em mim ou em qualquer meu ser criado por mim!
    Se o Diabo existe, pois existe mesmo, pois é da minha criação, mas ele sabe que quando eu terminar o ciclo deste peculiar e pequeno universo, ele vai para o total esquecimento com todos os que carrega!
    Como filho desmesurado, vil, hipócrita, vaidoso, arrogante, raivoso, ignorante e sobretudo “estúpido” transmitindo a estupidez aos ditos, humanos, colhe o que de maléfico existe neste universo e desaparecerá com tudo o que aditivamente lhe está converso!
    Oumuamua, que a estúpida espécie não se amua, e que tenha o que merece e o que fez ao meu filho, que o cruxificaram!
    Tornei-me humano como vós!
    Fui humilhado!
    Maltratado, torturado, difamado, desacreditado, assassinado em todos os aspectos e géneros, escorraçado em todas as escrituras, esquecido, sonegado e aproveitado em todas as religiões, vilipendiado, sonegado, ostracizado e sobretudo totalmente desacreditado.
    Pois tenham o que merecem e no fim quem se abraçar a mim, terá aquilo que lhes reservo, o universo da verdadeira paz.

  5. Ca para mim, é o resultado da encomenda de um supositório que foi feita pelos políticos da terra e que vai direitinho ao c. da população mundial… heheheheh…
    Especulações de mais um cientista pago para não fazer nada!!!

Responder a ZAP Cancelar resposta

"50 sombras" da Idade Média. Páginas censuradas de um livro francês encontradas nos EUA

As páginas de um romance medieval foram descobertas nos arquivos da Diocese de Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts.  Investigadores descobriram uma versão perdida de um romance medieval, que contém cenas eróticas. O poema francês - …

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …