Astrónomos revelam passado violento do “mensageiro” interestelar

ESA / M. Kornmesser / European Southern Observatory

Impressão de artista do primeiro asteróide interestelar: Oumuamua.

O asteroide Oumuamua – “mensageiro de muito longe que chega primeiro”, em havaiano – está a girar caoticamente pelo espaço e pode continuar assim por mais de um milhar de milhões de anos.

Esta é a conclusão de uma pesquisa publicada na revista Nature Astronomy na sexta-feira que analisou em detalhes o brilho gerado pelo objeto interestelar, que tem formato de charuto. O Oumuamua foi descoberto a 19 de outubro, e a velocidade e trajetória sugerem que se originou num sistema planetário que orbita ao redor de outra estrela que não o Sol.

Em algum momento, houve uma colisão“, diz Wes Fraser, da Queen’s University, em Belfast, na Irlanda do Norte, segundo a BBC.

Inicialmente, pensava-se que o objeto podia ser um cometa, mas não apresenta características típicas desse tipo de corpo celeste, como cauda de partículas de gelo.

Por outro lado, o Oumuamua apresenta todos os aspetos de um asteroide, com exceção do formato fora do comum, provocado, ao que tudo indica, por um passado “turbulento”, com pelo menos uma grande colisão.

Os astrónomos têm se empenhado em observar essa rocha espacial única antes que desapareça do nosso campo de visão.

Para identificar a exata cadência da rotação do objeto espacial, os cientistas da Queen’s University analisaram a variação na sua luminosidade ao longo do tempo.

Quase de imediato, Fraser e os seus colegas de pesquisa perceberam que o Oumuamua não estava a girar periodicamente, como acontece com muitos pequenos asteroides, mas sim caoticamente, praticamente fazendo acrobacias.

A explicação mais plausível para o formato e comportamento do asteroide é que foi atingido por outro objeto. Os cientistas explicam que as colisões costumam ocorrer quando planetas se estão a formar e a crescer, mas não é possível saber o momento exato em que o Oumuamua adquiriu o formato de charuto e começou a rodar.

O que sabem é que o asteroide pode continuar a fazer as “acrobacias” durante, pelo menos, um milhar de milhões de anos.

Embora o Oumuamua se tenha formado ao redor de outra estrela, os cientistas acreditam que vagou pela Via Láctea, sem estar atrelado a qualquer Sistema Solar, por milhões de anos antes de entrar no nosso.

A “caça” agora é por mais objetos semelhantes a esse asteroide. Acredita-se que existam cerca de 10 mil outros de passagem pelo Sistema Solar. O problema é que são pequenos e escuros, o que os torna difíceis de localizar.

Um novo observatório em construção, que se irá chamar Telescópio de Grande Observação Sinóptica, pode vir a facilitar esse tipo de descoberta. Com uma lente de 8,4 metros e uma câmara digital muito potente, vai permitir a visualização de toda a extensão do céu do local onde será posicionado, no Chile.

Se algo se mover ou cruzar o céu, dificilmente passará despercebido das lentes do novo telescópio. “É o equipamento perfeito para encontrar outros objetos como o Oumuamua”, diz Fraser.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Algo incrível". Guterres louvado por impedir nações poluentes de falar na cimeira climática

A ONU já tinha anunciado que apenas líderes com um plano de ação climático claro poderiam falar, e parece que António Guterres está decidido em seguir esta diretiva. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, foi …

Boris tem 12 dias para apresentar à UE por escrito os seus planos para o Brexit ("se existirem")

O Presidente francês e o primeiro-ministro finlandês concordaram que "está na hora de Boris Johnson apresentar as suas propostas por escrito - se elas existirem". Boris Johnson tem 12 dias para apresentar, por escrito, à União …

Portugal regressa ao quinto lugar do ranking da FIFA

Portugal regressou ao quinto lugar do ranking da FIFA, divulgado esta quinta-feira pelo organismo regulador do futebol mundial, com a subida de uma posição após as vitórias fora diante da Sérvia e Lituânia. Na anterior classificação, …

Congressista muçulmana acusa Donald Trump de colocar a sua vida em risco

A congressista democrata muçulmana Ilhan Omar acusou na quarta-feira o Presidente norte-americano, Donald Trump, de colocar a sua vida em risco, após ter partilhado um vídeo falso relacionado com o aniversário do 11 de setembro. Em …

Novas regras para pagamentos deixam alguns cartões de refeição ilegais

Com a entrada em vigor no dia 14 de setembro das novas regras para fazer pagamentos, alguns cartões de refeição emitidos por bancos ficam em situação irregular. As medidas fazem parte de uma diretiva europeia e …

Bruno Fernandes terá partido portas do Estádio do Bessa após expulsão

O capitão dos leões, expulso no tempo de compensação do jogo contra o Boavista, terá partido duas portas na zona dos balneários do estádio do Bessa. O Correio da Manhã mostrou, esta quarta-feira, imagens de Bruno …

Contratos de 1,8 milhões levaram à demissão de secretário de Estado

Os contratos celebrados pelo Estado com empresas privadas no âmbito dos programas de prevenção de incêndios sobre os quais incide a investigação do Ministério Público que constituiu como arguido o secretário de Estado da Proteção …

Israel. Netanyahu propõe ao partido da oposição criar um "governo de unidade"

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, desafiou nesta quinta-feira Benny Gantz, líder do partido rival, para formar um "governo de unidade". As eleições em Israel, na terça-feira, determinaram um cenário em que nem o partido Likud …

Dez anos depois, Naide Gomes vai receber medalha de bronze dos Mundiais

A antiga atleta portuguesa Naide Gomes vai receber, nos Mundiais de atletismo, em Doha, a medalha de bronze referente à prova de salto em comprimento dos Mundiais de 2009, que se disputaram em Berlim. A antiga …

Filho de José Eduardo dos Santos começa a ser julgado a 25 de setembro

O ex-presidente do Fundo Soberano de Angola José Filomeno dos Santos vai começar a ser julgado a 25 de setembro. "Zenu" é acusado de branqueamento de capitais e peculato. José Filomeno dos Santos, antigo presidente do …