Professor de Harvard insiste que Oumuamua é uma sonda alienígena

ESA / M. Kornmesser / European Southern Observatory

Impressão de artista do primeiro asteróide interestelar: `Oumuamua

Avi Loeb, chefe do Departamento de Astronomia da Universidade de Harvard, defendeu novamente a sua hipótese de que o objeto interestelar Oumuamua pode ser uma sonda alienígena.

Numa nova entrevista ao Haaretz, o chefe do Departamento de Astronomia da Universidade de Harvard, Avi Loeb, defendeu a sua controversa hipótese de que o objeto interestelar Oumuamua pode ser uma sonda alienígena.

“Assim que sairmos do Sistema Solar, acredito que veremos muito tráfego”, afirmou. “Possivelmente receberemos uma mensagem a dizer: ‘Bem-vindo ao clube interestelar‘ ou descobriremos várias civilizações mortas – isto é, encontraremos os seus restos mortais.”

Depois de os astrónomos terem descoberto o objeto que, mais tarde, foi apelidado de Oumuamua (uma palavra havaiana que significa “mensageiro enviado do passado distante para nos alcançar”), Loeb e um colega especularam que o hipotético mecanismo de propulsão chamado vela solar poderia explica a estranha trajetória deste objeto.

O brilho também causava estranheza na comunidade científica, já que este mudou quando o objeto girou, indicando que o Oumuamua teria uma forma achatada parecida com um charuto – uma geometria incomum nos asteroides.

Veio à tona uma tentativa de escutar sinais de rádio do misterioso objeto, mas Loeb não abandona a ideia de que o Oumuamua é de origem inteligente. “Não temos como saber se é uma tecnologia ativa ou uma nave espacial que já não funciona mas que continua a flutuar no Espaço”, afirmou ao Haaretz.

“No entanto, se Oumuamua foi criado com uma população inteira de objetos similares que foram lançados aleatoriamente, o facto de descobrirmos isso mesmo significa que os seus criadores lançaram várias sondas como esta para todas as estrelas da Via Láctea”, defendeu o professor de Harvard.

Durante a entrevista, Avi Loeb sugeriu ainda que o Universo poderia estar repleto de sociedades alienígenas e que os cientistas deveriam concentrar-se em encontrar provas disso mesmo.

A nossa abordagem deve ser arqueológica. Da mesma forma que escavamos o solo para encontrar culturas que não já existem, é preciso cavar no Espaço para descobrir civilizações que existem fora da Terra”, defendeu.

A busca por vida extraterrestre não é especulação. É muito menos especulativo do que a suposição de que há matéria escura no Universo”, concluiu.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. “A busca por vida extraterrestre não é especulação. É muito menos especulativo do que a suposição de que há matéria escura no Universo”, concluiu.

    Como sabemos, existe vida no universo, somos a prova disso.
    O problema é que as pessoas julgam-se tão especiais, daí acharem que fomos feitos à imagem daquele ente, que acham que são os únicos seres vivos na imensidão infinita que é o espaço.
    E dizer que as pessoas se acham inteligentes faz-me arrepios.

  2. ## “Assim que sairmos do Sistema Solar, acredito que veremos muito tráfego”, afirmou. “Possivelmente receberemos uma mensagem a dizer: ‘Bem-vindo ao clube interestelar‘ ou descobriremos várias civilizações mortas – isto é, encontraremos os seus restos mortais.” ##

    Informação científica, real e provada….
    Perda de tempo.

RESPONDER

Há três datas prováveis para o Apocalipse. Duas das quais ainda este século

A humanidade corre o risco de ser extinta devido à colisão da Terra com um corpo celeste, a uma catástrofe natural ou até tecnológica. Este cenário não é uma fantasia saída dos filmes de Hollywood, …

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …