Cidade belga pede desculpa por executar “bruxas” há 400 anos

A cidade belga de Lier está a pedir desculpas pelos crimes cometidos durante a caça às bruxas que vitimizou cerca de 60 mil pessoas em toda a Europa.

Na época da caça às bruxas, cerca de 60 mil pessoas foram mortas na Europa. As vítimas eram principalmente mulheres, mas alguns homens e crianças também sofreram.

Os perseguidores das alegadas bruxas tinham os seus próprios meios de decidir se o acusado era inocente ou não. Os testes locais incluíam “corte de capacete”, onde uma faixa de metal pontiaguda era apertada em torno da cabeça da vítima.



Cathelyne van den Blucke, uma mulher de 40 anos natural de Lier, na Bélgica, é exemplo da perseguição sofrida no século XVI. Van den Bluck foi acusada de bruxaria por duas mulheres, que se viram obrigadas a escolher entre denunciar alguém ou elas mesmas serem executadas.

De acordo com a VICE, depois de ser torturada, van den Blucke cedeu e admitiu ser uma bruxa e ter feito sexo com o diabo. Em 1590, a belga foi estrangulada e depois queimada na fogueira, assim como a sua mãe, igualmente acusada de bruxaria.

Ainda hoje, nesta cidade da região da Flandres, há uma pedra, chamada “a pedra da bruxa”, que marca o local onde van den Blucke e muitas outras mulheres foram executadas, escreve o site Visit Lier.

Agora, quatro séculos depois, a cidade de Lier pede desculpa pela morte de várias mulheres durante a caça às bruxas. O exemplo não é única e, ainda em dezembro, a igreja alemã veio a público pedir perdão pela perseguição levada a cabo há 400 anos.

“Embora já tenha passado muito tempo desde que alguém foi diretamente magoado por estes julgamentos, desculpas formais certamente são necessárias”, disse o vereador Rik Verwaest em declarações aos jornalistas locais, citado pelo De Standaard.

“Isto é um lembrete do perigo de ter um governo que é guiado por boatos e histeria, mas também que a coragem de uma pessoa pode fazer a diferença. Cathelyne [van den Blucke] recusou-se a mencionar outras ‘bruxas’ para se salvar, apesar de ter sido torturada”, acrescentou.

As autoridades locais planeiam fazer o seu pedido oficial de desculpas no dia 20 de janeiro, o aniversário da execução de van den Blucke.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Da cidade belga de Lier aparece uma noticia interessante sobre uma avalancha de mortes produzidas por decisões de tribunais criados na época das Caças as Bruxas, onde foram executadas dezenas de milhares de mulheres por toda Europa. É um fato inusitado, pois ocorreu a 400 anos atrás e não se pode levar a juízo fatos ocorridos a centenas de anos passados. Porém, podem os governantes dos países envolvidos ou as cidades onde aconteceram crueldades nos julgamentos formularem um pedido de desculpas as vítimas do terror judiciário. Certo! Vem tarde, mas já se mostra um caso de perdão e arrependimento para tão hediondo crime contra a humanidade. Senhores Juízes do Tribunal Internacional de Haia, Vossos Meritíssimos Juízes prevaricaram em nunca aventar a possibilidade de levar tona tamanha brutalidade e punir os malfeitores de crimes tão hediondos, mesmo que simbolicamente, a fim de mostrar ao mundo a tirania praticada pela Justiça com o conluio de governos. Há pouco tempo atrás tivemos a condenação do tirano sérvio. Slobodan Milosevic, por crimes de extermínio , praticados pelo mesmo na Guerra da Bósnia-Herzegovina. Foi um extermínio criminoso e brutal praticado sob as ordens de uma fera terrível. Mas, vamos voltar ao passado e encontramos outra gigantesca perseguição religiosa de proporções tão cruéis quanto ao das Caças as Bruxas, quatrocentos anos atrás – A Inquisição. foi criado um Tribunal da Inquisição pelo Papa Inocêncio IV, isto mesmo, m genocídio respaldado pelo Império Romano Cristão. Na Espanha e por toda Península Ibérica, Portugal e suas colônias foram abrangidos pela fúria dos inquisidores. A Itália teve casos de doer o coração, como dizem as vítimas do Terror de Roma. Lá se foram Giordano Bruno e Galileo Galilei como renegadores da fé cristã. O Carrasco Tomás de Torquemada se lambuzou de sangue inocente. Se olharmos a figura do retrato do Tomás de Torquemada veremos uma caricatura de uma fera sanguinária e cruel. Quem foram os maiores sofredores: os renegados da fé mortos nas fogueiras da SANTA Inquisição ou os judeus nos Campos de Concentração Nazistas ou os muçulmanos da Guerra da Bósnia? O Tribunal Internacional de Haia julga os crimes praticados contra a Humanidade , eu concordo, somente os do tempo presente e o que passou, passou e não volta mais, diz a marchinha carnavalesca.É o que pensa joaoluizgondimaguiar – [email protected]

RESPONDER

Uma provocação de Cristiano iniciou a reviravolta alemã

Opinião de Dietmar Hamann, depois de um toque "artístico" do capitão da seleção portuguesa, quando a Alemanha ainda perdia. Cristiano Ronaldo voltou a jogar para dar espetáculo, num momento do duelo entre Portugal e Alemanha no …

Fotografia mostra princesa Latifa em Espanha

Uma fotografia da princesa Latifa do Dubai, cuja situação preocupa a ONU depois de ter sido apanhada quando tentava fugir do emirado em 2018, foi divulgada esta segunda-feira numa rede social e descrita como tendo …

Microlino, o pequeno carro elétrico com teto dobrável, está cada vez mais perto da produção

Em desenvolvimento há mais de cinco anos, e originalmente com produção prevista para 2019, o terceiro protótipo do Microlino 2.0 da Micro Mobility Systems AG foi concluído. O terceiro protótipo do Microlino é o mais próximo …

Constitucional "absolve" (mas critica) socialista que chamou "cigana" a deputada

O Tribunal Constitucional (TC) anulou a decisão do PS de condenar o ex-eurodeputado, mas o presidente fez uma declaração de voto em que reprovou o "chocante racismo". O caso remonta a junho de 2017, quando Manuel …

EUA convida Coreia do Norte a retomar diálogo sobre armamento nuclear

Os Estados Unidos (EUA), a Coreia do Sul e o Japão convidaram esta segunda-feira Pyongyang a retomar o diálogo sobre armamento nuclear na península coreana, depois de o líder norte-coreano ter anunciado estar a preparar-se …

Polícias em protesto abandonaram parlamento (mas voltaram para trás)

A manifestação de elementos das forças de segurança pertencentes ao Movimento Zero abandonou esta segunda-feira, cerca das 15h30, o parlamento, alegadamente em direção ao Ministério da Administração Interna, mas a meio do percurso voltou para …

Sobrevivência da TAP depende da “implementação rigorosa” da reestruturação

O presidente executivo interino da TAP, Ramiro Sequeira, despediu-se esta segunda-feira dos trabalhadores sublinhando que a sobrevivência da companhia aérea dependerá da "implementação rigorosa" do plano de reestruturação. Num email enviado aos trabalhadores, a que a …

Novo (e nono) caso positivo de covid-19 no Euro 2020

Billy Gilmour não vai participar no último jogo da Escócia na fase de grupos, que pode terminar com uma qualificação inédita. Há mais um futebolista infetado pelo novo coronavírus, entre os que foram convocados para a …

Governo britânico estuda isenção de quarentena para vacinados

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira estar a avaliar a possibilidade de isentar de quarentena pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que cheguem do estrangeiro, mas evitou falar sobre a expansão da “lista …

Temido quer “ganhar tempo” para conter variante Delta. Em julho, serão administradas 130 mil doses por dia

A ministra da Saúde admitiu esta segunda-feira que a variante Delta do coronavírus SARS-Cov-2 se tornará dominante em Portugal e disse que a estratégia é acelerar a vacinação contra a covid-19. “O que estamos a assistir …