Chinesa indemnizada após 13 anos na prisão devido a confissão forçada

(dr) SCMP

A enfermeira chinesa Qian Renfeng, condenada com base numa confissão forçada

Uma chinesa que esteve presa 13 anos, condenada por homicídio após ter confessado “sob coação”, vai ser compensada em mais de 230 mil euros, informou hoje um tribunal do país, citado pela imprensa oficial.

A enfermeira chinesa Qian Renfeng foi condenada em 2002 por homicídio, depois de um bebé ter morrido e duas outras crianças terem sido hospitalizadas devido a uma intoxicação alimentar na enfermaria onde trabalhava.

A mulher, que nesse dia tinha preparado as refeições, “foi forçada a confessar que misturou veneno para rato na comida”, concluiu o Supremo Tribunal Popular de Yunnan, província do sudoeste da China.

Por ser ainda menor de 18 anos na altura do alegado crime, conta o SCMP, Qian Renfeng escapou à pena de morte, tendo sido condenada “apenas a prisão perpétua”.

Nos recursos interpostos pelos seus advogados, os advogados de Qian alegaram insistentemente ausência de provas que permitissem condenar a enfermeira.

Mas todos os recursos foram sucessivamente rejeitados, até que em setembro do ano passado o Supremo Tribunal Popular de Yunnan decidiu reabrir o caso.

Esta segunda-feira, Qian foi finalmente considerada inocente por falta de provas e libertada.

Casos envolvendo erros da justiça são frequentes na China, onde as confissões forçadas continuam a ser prática comum, segundo organizações de defesa dos Direitos Humanos, e mais de 99% dos réus são considerados culpados.

Em maio, um tribunal da província de Hainan, no sul do país, foi condenado a pagar uma indemnização de 371 mil euros a Chen Man, que esteve preso mais de 20 anos, também acusado de homicídio.

Chen Man, agora na casa dos 50 anos, foi condenado à pena de morte – posteriormente comutada em prisão perpétua – em novembro de 1994, e finalmente absolvido e libertado este ano, devido à “falta de provas”.

A China exonera ocasionalmente réus presos ou executados injustamente, depois de os verdadeiros autores dos crimes confessarem – ou, em alguns casos, a vítima ser encontrada com vida.

O caso mais mediático resultou na execução de um adolescente, que só 20 anos mais tarde foi dado como inocente.

Huugjilt, que na altura tinha 18 anos, foi considerado culpado de violar e assassinar uma mulher numa casa de banho pública e condenado à pena capital.

O verdadeiro culpado, Zhao Zhihong, confessou o crime anos mais tarde e foi executado no ano passado.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Gestor de ativos norte-americano diz que o ouro é o "verdadeiro bitcoin" (e explica porquê)

Um gestor de ativos norte-americano disse, em entrevista à CNBC, que acredita que o outro é o "verdadeiro bitcoin" - e explicou porquê. O preço do ouro, "investimento-refúgio" racional para investidores em tempos de crise …

Fortuna de Jeff Bezos não pára de engordar. Acabou de atingir um novo recorde

A fortuna do fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezzos, acaba de quebrar um novo recorde ao atingir os 182,6 mi milhões de dólares. Os números foram avançados esta semana pela revista Forbes, que detalha que …

Portugal não pode chegar ao inverno com a situação atual, alerta epidemiologista

Portugal corre o risco de não conseguir responder a um ressurgimento de casos de covid-19 no inverno, afirmou este sábado o médico de Saúde Pública Ricardo Mexia, considerando que o país não pode chegar a …

Pela primeira vez, nasceu um raro par de elefantes gémeos no Sri Lanka

Um raro par de elefantes gémeos foi encontrado num parque nacional no Sri Lanka. É a primeira vez que o país regista crias gémeas, que são extremamente raros em elefantes. Os dois animais, que terão entre …

Teste aos forcados e lotação reduzida. Publicadas as novas regras para as touradas

A temporada taurina retoma com praças com lotação de 50%, uma reivindicação do sector que viu este sábado ser publicada pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) uma acualização às normas discutidas com a DGS. “O que …

Trump propôs "vender" Porto Rico após a passagem do furacão Maria, revela ex-funcionária

Elaine Duke, ex-secretária adjunta de Segurança Interna do presidente dos EUA disse que Donald Trump propôs "alienar" ou "vender" a Comunidade de Porto Rico depois de a ilha ser atingida pelo furação Maria, em 2017. "As …

Catarina Martins atira-se a Rio. Líder do PSD está a fazer "um favor" a Costa no fim dos debates

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez este sábado um duro ataque ao líder do PSD, que acusou de fazer um favor ao primeiro-ministro. Catarina Martins considerou “extraordinário” que o líder do maior partido da oposição …

Fraudes em subsídios europeus atingem 2,3 mil milhões. Dava para salvar a TAP (duas vezes)

Uma investigação levada a cabo pela Polícia Judiciária (PJ) concluiu que os casos de fraude na obtenção e desvio de fundos públicos, nos últimos dez anos, ascendem a cerca de 2,3 mil milhões de euros. Os …

Sem ganho económico e muitas mortes. O que dizem os dados da controversa estratégia sueca

A estratégia relaxada da Suécia contra a covid-19 gerou várias críticas. Os números mostram que tanto a nível sanitário como económico, o país saiu a perder. O Governo sueco não impôs um confinamento à população e, …

Irão diz que avião ucraniano foi abatido devido a erro humano

Um erro humano relacionado com um mau ajuste do radar militar foi a causa do acidente com o boeing ucraniano abatido em 8 de janeiro perto de Teerão, Irão, provocando 176 mortos, concluiu o relatório …