China suspende voos com o Reino Unido. País impõe restrições a ligações com a África do Sul devido a nova variante

A China suspendeu todos os voos com o Reino Unido como medida preventiva, tendo em conta a recente descoberta de uma mutação do coronavírus SARS-CoV-2 no país europeu, anunciou esta quinta-feira o porta-voz do Ministério Negócios Estrangeiros.

“A China tomou nota das práticas de outros países e suspendeu os voos entre a China e o Reino Unido”, disse Wang Wenbin durante a conferência de imprensa diária do ministério.

Esta medida, afirmou, foi tomada “tendo em conta a situação especial e o possível impacto desta variante do novo coronavírus, e a fim de salvaguardar a saúde e os intercâmbios entre os povos da China e de outros países”.

O porta-voz não especificou um prazo para a retoma dos voos, e disse que o ministério vai acompanhar a situação e anunciar novos ajustamentos quando apropriado.

A potência asiática segue assim as medidas tomadas por outros países, tais como o Japão, o Canadá e a Coreia do Sul.

Esta manhã, a China Southern, uma das maiores companhias aéreas do país, já tinha anunciado a suspensão das suas ligações aéreas com o Reino Unido.

África do Sul com nova estirpe

As autoridades britânicas anunciaram ontem que todos os viajantes provenientes da África do Sul têm de ficar em quarentena depois de terem sido identificados no Reino Unido dois casos de uma nova estirpe do coronavírus que foi descoberta esta semana naquele país africano.

O anúncio foi feito por Matt Hancock, ministro da Saúde britânico. “Esta nova variante é altamente preocupante, porque é mais contagiosa e parece ter mutado mais que a nova variante identificada no Reino Unido”, avisou, assumindo depois que todos aqueles que tenham estado na África do Sul ou em “contacto próximo” com alguém proveniente daquele país, nas últimas duas semanas, tem que se colocar “imediatamente em quarentena”.

A descoberta de casos que as autoridades acreditam ser uma variante nova e mais transmissível do coronavírus no Reino Unido surge após o anúncio, na semana passada, de que uma nova estirpe se havia espalhado pelo sul de Inglaterra.

Mais de 50 países também impuseram restrições relativamente às viagens para o Reino Unido. E, além disso, a proibição da ligação do Canal da Mancha para a Europa já provocou problemas no porto de Dover e gerou receios de, em breve, haver escassez de alimentos nos supermercados do Reino Unido devido à suspensão das cadeias de abastecimento. Atualmente alguns países já amenizaram as medidas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Profissionais de saúde começam hoje a receber segunda dose da vacina

Até sexta-feira, tinham sido vacinadas 106 mil pessoas em Portugal continental, incluindo utentes e funcionários de lares de idosos. Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar …

Garcia de Orta alerta para risco de pré-catástrofe. Hospital de Loures com doentes ventilados na urgência

O Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, apresentava, este sábado, um total de 169 doentes com covid-19 internados, dos quais 18 em cuidados intensivos. Já o Hospital de Loures tinha 187 doentes com covid-19 …

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …