A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é “tirar o tibetano da criança”.

A batalha geopolítica entre a China e o Tibete dura já há décadas. Os chineses têm um interesse acrescido no pequeno território ao norte da cordilheira dos Himalaias precisamente devido ao seu posicionamento estratégico no continente asiático, que facilita o controlo da região por parte da China.

Influenciando a opinião pública, Pequim estão aos poucos a usar a educação como uma arma para controlar o Tibete. De acordo com o OZY, num pequeno documentário exibido pela China Global Television Netword (CGTN), em abril deste ano, é retratado o ensino na escola de Lhasa, no Tibete. O nome da reportagem é “Um dia com uma estudante tibetana”.

Durante o vídeo com menos de cinco minutos, a jovem protagonista diz que quer continuar a sua educação fora do Tibete, porque acredita que conseguirá aprender mais. Esta narrativa enquadra-se minuciosamente na mentalidade chinesa, levando a acreditar que os jovens querem sair do Tibete para estudar na China.

Importa realçar que a CGTN pertence à CCTV, a maior rede de televisão da República Popular da China, controlada pelo partido comunista.

Além disso, desde maio de 2017, pelo menos duas escolas tibetanas emitiram avisos aos pais para que os seus filhos deixassem de frequentar as aulas nos mosteiros. “As autoridades superiores estarão a vigiar secretamente, e aqueles que violarem os regulamentos serão tratados”, lê-se no aviso.

Em sentido contrário, a China está a tentar forçar crianças tibetanas a estudarem em escolas geridas pelo Estado fora da província. “Estas escolas visam ‘tirar o tibetano da criança’, sob o pretexto de educar uma elite governante da província do Tibete”, explica Vilma Seeberg, especialista em educação tibetana na China.

Assim que os estudantes saem do Tibete, não lhes é permitido interagir com forasteiros e só podem sair do campus se acompanhados por um professor. “É uma aceleração da sua política de assimilação, basicamente transformando tibetanos em chineses“, explicou Vilma.

Também não é permitido que estes estudantes tenham qualquer ligação com atividades religiosas ou supersticiosas, típicas no Tibete.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Encontrado o primeiro planeta que sobreviveu à morte da sua estrela

Uma equipa internacional de astrónomos relatou o que pode ser o primeiro planeta intacto encontrado a orbitar uma anã branca, as densas sobras de uma estrela semelhante ao Sol, apenas 40% maior do que Terra. O …

Os sinais de vida em Marte podem ter sido "apagados" por ácidos

Fluidos ácidos podem ter destruído há muito as evidências de vida biológica passada dentro da argila marciana - possivelmente explicando, assim, por que é tão difícil encontrar evidências de vida antiga no Planeta Vermelho. Em pouco …

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …