A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é “tirar o tibetano da criança”.

A batalha geopolítica entre a China e o Tibete dura já há décadas. Os chineses têm um interesse acrescido no pequeno território ao norte da cordilheira dos Himalaias precisamente devido ao seu posicionamento estratégico no continente asiático, que facilita o controlo da região por parte da China.

Influenciando a opinião pública, Pequim estão aos poucos a usar a educação como uma arma para controlar o Tibete. De acordo com o OZY, num pequeno documentário exibido pela China Global Television Netword (CGTN), em abril deste ano, é retratado o ensino na escola de Lhasa, no Tibete. O nome da reportagem é “Um dia com uma estudante tibetana”.

Durante o vídeo com menos de cinco minutos, a jovem protagonista diz que quer continuar a sua educação fora do Tibete, porque acredita que conseguirá aprender mais. Esta narrativa enquadra-se minuciosamente na mentalidade chinesa, levando a acreditar que os jovens querem sair do Tibete para estudar na China.

Importa realçar que a CGTN pertence à CCTV, a maior rede de televisão da República Popular da China, controlada pelo partido comunista.

Além disso, desde maio de 2017, pelo menos duas escolas tibetanas emitiram avisos aos pais para que os seus filhos deixassem de frequentar as aulas nos mosteiros. “As autoridades superiores estarão a vigiar secretamente, e aqueles que violarem os regulamentos serão tratados”, lê-se no aviso.

Em sentido contrário, a China está a tentar forçar crianças tibetanas a estudarem em escolas geridas pelo Estado fora da província. “Estas escolas visam ‘tirar o tibetano da criança’, sob o pretexto de educar uma elite governante da província do Tibete”, explica Vilma Seeberg, especialista em educação tibetana na China.

Assim que os estudantes saem do Tibete, não lhes é permitido interagir com forasteiros e só podem sair do campus se acompanhados por um professor. “É uma aceleração da sua política de assimilação, basicamente transformando tibetanos em chineses“, explicou Vilma.

Também não é permitido que estes estudantes tenham qualquer ligação com atividades religiosas ou supersticiosas, típicas no Tibete.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …

Um dos videojogos mais famosos do mundo é acusado de propaganda anti-Rússia

Call of Duty é uma das franquias de maior sucesso na história dos videojogos, mas atualmente existem pedidos para boicotar o seu último lançamento devido à descrição de conflitos militares do jogo. Call of Duty: Modern …

Nova aplicação rastreia todos os seus passos em troca de descontos

Todas as pessoas gostam de aproveitar descontos, negócios e saldos. A Miles é uma nova aplicação que lhe oferece isso em troca de algo: a sua privacidade. A app rastreia todos os seus movimentos, disponibilizando descontos …

Mulher do amigo de Sócrates suspeita de chantagem e denuncia ex-governante

A mulher de Carlos Santos Silva, o empresário suspeito de ser o principal testa-de-ferro de José Sócrates, terá denunciado detalhes comprometedores sobre o antigo primeiro-ministro em conversas telefónicas que foram gravadas, no âmbito da Operação …

Não é só Espanha. Portugal também não cumpre com caudais do rio Tejo

Portugal também "não assegurou os caudais" do rio Tejo previstos na Convenção de Albufeira, no ano hidrológico que terminou em Outubro, alerta o Movimento pelo Tejo (proTEJO) numa altura em que se aponta o dedo …

Lisboa considerada uma das cidades mais bonitas do mundo

Lisboa foi votada por especialistas como uma das cidades mais bonitas do mundo. A capital portuguesa surge no 12º lugar da lista que contabiliza outras 49 cidades. Mais de mil especialistas em Turismo foram questionados num …