CGD não consegue penhorar casa de luxo de Berardo. Está em nome de empresa

Manuel de Almeida / Lusa

A Caixa Geral de Depósitos não conseguiu penhorar a casa de luxo onde Joe Berardo vive, em Lisboa. É um T5 na Avenida Infante Santo, avaliado em 1,85 milhões de euros.

A notícia é avançada pelo Correio da Manhã. De acordo com o jornal, o imóvel foi comprado pelo empresário em 1999 mas foi vendido em finais de 2008 a uma empresa da qual Berardo é presidente do conselho de administração – mas não acionista. A compra foi feita pouco depois da falência da Lehman Brothers nos EUA, que marcou o início da crise financeira.

O empresário vai esta sexta-feira à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos (CGD) para dar explicações sobre os créditos que recebeu do banco público e que estiveram na origem de um dos principais “buracos” que obrigaram à recapitalização recente da instituição.

O investidor deve cerca de 300 milhões de euros ao banco público, cerca de um terço do total de dívidas que têm em incumprimento nos principais bancos nacionais, que vão avançar para uma investida judicial conjunta para tentar recuperar algum valor.

Segundo o Jornal Económico, também esta sexta-feira, os bancos vão tentar penhorar 100% da coleção de obras de arte de Berardo – não apenas 75% – como vinha sendo noticiado. CGD, BCP e Novo Banco querem reaver créditos em torno de mil milhões de euros através da execução de penhores dos títulos da Associação Coleção Berardo, proprietária das obras de arte que foram cedidas ao Estado.

Este imóvel, em particular, está em nome da Atram – Sociedade Imobiliária, empresa da qual Berardo é o presidente do conselho de administração. Mas o empresário não é acionista direto da empresa. A titularidade passou de Berardo para a empresa, em 2008, no âmbito de uma “entrada para aumento de capital da sociedade”, segundo a Conservatória do Registo Predial de Lisboa.

Segundo a caderneta predial, o apartamento de Berardo corresponde a um T5: tem uma área bruta privativa de 430 metros quadrados e uma área bruta dependente de 65 metros quadrados. O Fisco atribuiu ao imóvel, em 2017, um valor patrimonial tributário, para efeitos de IMI, de 570 mil euros.

Se não for capaz de ir buscar o imóvel, o banco público vai tentar penhorar os salários de Berardo, pagos pela Atram, intenções que o advogado de Berardo diz desconhecer.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Se esse Sr. não tinha bens em seu nome como lhe foram concedidos tantos créditos e de quantias tão avultadas? A banca quando concede créditos não deve assegurar-se que pode fazê-lo, não exige mil e uma garantias? Pois então, se os decisores da banca não tomaram, como deviam, as devidas cautelas, proponho que sejam a pagar as dívidas pagar, dos seus prórpiros bolsos, daquele em quem confiaram. Também a ganharem como ganham e com as benesses e mordomias que têm certamente não será um grande sacrifício para esses decisores da alta roda. Agora, quem não pode pagar as dívidas desse Sr. Berardo, e de quaisquer outros mafiosos, é o Estado com o erário público, que é dinheiro de todos nós, e não falat onde empregá-lo BEM! Esquecia de dizer que se a Lei – que é elaborada pelos políticos, é bom que se sublinhe – não permitir obrigar esse e outros Srs mafiosos a entregarem o que devem, então é porque está na hora de mudarem a Lei. Assim é que não pode continuar!

    • Na verdade, não importa. Não sendo ele, não se pode penhorar pelas suas dívidas.
      Ele até paga a renda mensal…..
      Ou se calhar o T5 é emprestado. Onde é que eu já ouvi isto??????

  2. mas está tudo doido? se o imóvel entrou “para aumento e capital da empresa” necessariamente que, pelo menos nessa data, era acionista (quem entra com o capital…)

  3. Se calhar também é de um “amigo”…. Eu acho que importa saber saber a história toda.

    Acho que se deve procurar saber e provar se houve fraude nestas transferências de propriedade de bens.

Responder a rahul Cancelar resposta

França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19. O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração …

Decisão unânime. Deputados vão pedir para ver contrato de venda do Novo Banco (e para ouvir Carlos Costa)

Os deputados da comissão de orçamento e Finanças aprovaram esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para que seja entregue ao parlamento o contrato de venda do Novo Banco ao Lone Star. Segundo …

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de Bruxelas. 15,5 mil milhões a fundo perdido

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), após a crise da covid-19, que ascende a um total de 750 mil …

"Taxa covid" cobrada por clínicas e hospitais privados não é ilegal (e pode alastar ao comércio)

Aumentaram, nos últimos dias, as queixas à DECO, a Associação de Defesa do Consumidor, relacionadas com o pagamento de taxas adicionais no acesso a hospitais e clínicas privadas. Taxas que se destinam a pagar os …

O Banif deixou de ser um banco em 2015, mas continua sem haver relatório obrigatório por lei

Os credores aguardam há quatro anos e meio que seja divulgado o relatório que diga qual a percentagem de recuperação a que têm direito por lei. A 20 de dezembro, completaram-se quatro anos desde que o …

FC Porto revela tempo mínimo de paragem de Marcano

O futebolista Iván Marcano, que sofreu uma uma rotura do ligamento cruzado, vai ficar afastado dos revelados pelo menos durante três meses. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o FC Porto …

Num voo histórico, Space X lança esta quarta-feira astronautas da NASA para o Espaço

A Space X vai lançar esta quarta-feira dois astronautas da NASA para o Espaço. Este voo tripulado será certamente histórico, assinalando momentos importantes quer para a agência espacial norte-americana quer para a empresa de Elon …

Crise no PSG. Mbappé e Di Maria dispensam 70% do salário, Neymar não abdica de um euro

Visando minimizar os impactos financeiros da covid-19, o PSG reuniu com a equipa para discutir uma redução salarial. De acordo com o francês Le Figaro, não houve consenso: Mbappé e Di Maria estão dispostos a …

Bruxelas propõe Fundo de Recuperação de 750 mil milhões de euros

A Comissão Europeia vai propor um Fundo de Recuperação de 750 mil milhões de euros para a Europa superar a crise provocada pela pandemia da covid-19. "A Comissão propõe um Fundo de Recuperação de 750 mil …

Gabriel confirma recuperação. "Pronto para voltar aos relvados"

Recorrendo às redes sociais, o médio brasileiro do Benfica Gabriel confirmou que já recuperou da lesão ocular e que se encontra pronto para voltar aos relvados. "Estou recuperado e pronto para voltar aos relvados graças …