Deutsche Bank deverá pedir resgate como o do Lehman Brothers

Nils Bremer / Flickr

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt, na Alemanha

A União Europeia deve preparar um plano de resgate e injectar 150 mil milhões de euros na banca europeia para evitar um “acidente”, alerta o economista chefe do Deutsche Bank, banco com problemas graves que faz soar os alertas de que pode vir aí nova crise financeira.

As palavras de David Folkerts-Landau, o economista chefe do Deutsche Bank, estão a ter repercussões por toda a Europa, sendo lidas como um claro sinal de preocupação, adivinhando-se que pode estar iminente mais uma crise financeira semelhante à de 2008, que envolveu o banco norte-americano Lehman Brothers.

“A Europa está bastante doente e precisa de começar a fazer frente aos problemas rapidamente ou vai haver um acidente“, avisa David Folkerts-Landau em declarações ao jornal alemão Die Welt citadas pelo espanhol El Confidencial.

O economista apela às autoridades europeias para que preparem um plano de resgate e a recapitalização do sistema bancário do Velho Continente com valores que podem chegar aos 150 mil milhões de euros.

“Não sou o profeta do fim do mundo, sou realista”, diz ainda Folkerts-Landau quando soam os alertas vermelhos também na banca italiana, onde já há uma operação de recapitalização pública em curso.

O próprio Deutsche Bank não está de boa saúde e, depois de ter chumbado nos testes de stress da Reserva Federal norte-americana, surge no topo da lista do FMI com os bancos que oferecem mais riscos sistémicos à estabilidade do sistema financeiro.

Tudo isto faz temer que venha aí uma segunda crise financeira semelhante à de 2008, após a falência do Lehman Brothers, cujos efeitos ainda hoje se fazem sentir por todo o mundo. Isto embora Folkerts-Landau diga no Die Welt que não espera que isso aconteça porque “os bancos estão muito mais estáveis hoje em dia e têm mais capital”.

Na semana passada, o FMI colocou o Deutsche Bank “entre os bancos globais de importância sistémica” (G-SIB), como aquele que “aparenta ser o maior contribuinte líquido para riscos sistémicos, logo seguido do HSBC e do Credit Suisse”, recomendando a sua “monitorização apertada”.

O semanário Sol relata que o FMI alerta a Alemanha de que precisa de reestruturar o seu sistema bancário, colocando a nação de Angela Merkel, a par de França, Reino Unido e EUA, como os países com “o maior risco de contágio dada a percentagem de perdas de capital que podem infligir em outros sistemas bancários”.

No ano passado, o Deutsche Bank teve o pior resultado da sua história com prejuízos de 6.700 milhões de euros e para este ano, não se prevêem lucros, conforme já alertou o presidente do banco.

ZAP

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Caro ZAP. Assim não dá! O título ilustra uma situação de que o fogo já está a arder a grande ritmo e os bombeiros que o combatem não chegam. A notícia centra-se na necessidade de comprar mais meios para evitarmos que os incêndios de grande dimensão possam surgir, mas o grande fogo que apregoam no título ainda não se deu.

    Dando mais um exemplo:
    Título: RONALDO ATACADO POR BORBOLETA SAI AOS 25 MINUTOS

    NOTÍCIA: Cristiano Ronaldo sentou-se em lágrimas na sequência de uma carga de um jogador francês. Uma borboleta pousou, nesse instante, na sua face, sendo para muitos um sinal de Deus.

  2. A crise financeira provocada pelo sistema bancário mundial (roubo generalizado dos depósitos dos clientes e desvio da especulação bolsista para as offshores) está longe de chegar ao fim.
    Em Portugal todos os bancos estão presos por fios pôdres sem contar com aqueles que já rebentaram e conduziram á desgraça e á miséria de quem neles acreditou(ambicionou).BPN,BPP,BES e &,BANIF já foram.A CGD está por um fio.O BCP anda na corda bamba.O Montepio está falido e ninguém dá conta.
    A preocupação do governo e do governador do BP é pôr o POVO a pagar os desmandos dos gatunos (criar o “banco mau” para quem?)
    Para quando ver na cadeia estes gatunos como aconteceu na Islãndia?

    • E sabe quais foram os bancos que não faliram na Islândia? Governados por mulheres, que não se metiam em especulações. Não se metiam em jogos sujos, por isso, safaram-se.
      Os banqueiros esses, culpados, foram julgados e presos, e serão mantidos isolados da sociedade durante uns bons anos.

  3. Eu bem disse que o problema é o deutsch bank, aliás como sempre foi desde o inicio da crise pois nós estamos a pagar um resgate a banca alemã mas disfarçada de resgate a outros países e assim a alemanha em vez de pagar pagam os outros como tem vindo a ser desde o inicio da união!!!

  4. Há vários anos que o único problema na comunidade europeia é o sistema bancário. Resolver o problema da banca, implica um sistema judicial capaz de responsabilizar todos os administradores e gestores envolvidos nos negócios ruinosos da banca, que serviram para encher os bolsos dos próprios e de muitos empresários de multinacionais com os quais atuam em conluio. Fazer os especuladores assumirem os riscos das suas aplicações e deixar os bancos falir passando o valor dos ativos e garantindo os depósitos através de um banco central ou publico e salvaguardar a estabilidade dos depositantes que é para isso que devem existir.
    Mas o que tem acontecido é exatamente o contrário. Continuam os negócios ruinosos, os conluios, os prémios e remunerações obscenas. As falências sucedem-se e os contribuintes pagam a fatura da recapitalização da economia. Ano após ano. E e presidente da comissão europeia vai para o Goldman sachs, faz sentido.

  5. Vejam como a U E, se abre imediatamente, a uma sugestão/ordem do ministro das finanças Alemão, para injectar na banca 150 mil milhões,( na banca deles) que irão provavelmente, directamente ao banco ou bancos Alemães. Afinal , onde está a solidez, desses ricos? Se a Grécia tem conseguido resistir ao resgate, a banca Alemão já tinha dado um grande berro, como deu o Espírito Santo, mas talvez com outra base.

  6. Aí está o que se vem profetizando: uma nova crise financeira mundial bem pior do que a de 2008! Por isso, já se vive em sobreaviso do que nos vai bater à porta! E, Portugal como ficará? Fiquemos na expectativa à espera do terremoto que aí vem! Quem sairá ileso desta batalha!

  7. Não acredito. Com um ministro de economia tão competente e castigador como a Alemanha tem, isto é impossível. Grandes castigos se esperam para o Banco. O sr. ministro, até já se levantou da cadeira e chamou a sra Albuquerque para lá ir levar-lhe umas muletas alentejanas e irem ambos à televisão explicar o caso.

  8. Sou pouco a dar sugestões, no entanto, face ao momento, aí vai uma:
    oiçam o “Keiser Report” de Max Keiser e Stacy Herbert (e seus convidados)!
    Eles deslindam muitas das questões relacionadas com o Dinheiro, os banqueiros e seus golpes, bem como, sobre os Bancos (os Centrais e outros). Até arrepia, a corda bamba onde estamos suspensos!
    Os seus programas estão disponíveis no YouTube, no original (inglês) e dobrados em espanhol. Por exemplo, este, recente: ” La culpa de todo es de los bancos centrales (E937)” [https://www.youtube.com/watch?v=9qc8_v6ytGI]
    Os senhores do Poder e seus políticos querem-nos envolvidos noutros “divertimentos”. QUEREM-NOS DISTRAÍDOS. Por isso levamos injecções de futebol até dizer basta. Ver as doses brutais de Euro/2016! Ainda, a quantidade de programas desportivos, seus canais de emissão, cá por este burgo “portuga”, de Segunda a Domingo. Claro, analisam-se todos os lances… desportivos, à lupa. As questões financeiras… as económicas… tudo no silêncio. Não convém!
    A “bomba-relógio” está aí! Um dia destes, vamos acordar (ou acabados de almoçar) e lá se foi o Dinheiro. Vamos continuar no(s) seu(s) jogo(s)??? Ai a bomba! Ai a bomba!
    E ACORDEMOS, JÁ (que eles nunca dormem)!
    Perdoe-se o meu “politicamente (in)correcto”!

RESPONDER

Donald Trump partilha imagem da Trump Tower na Gronelândia

Donald Trump prometeu não construir uma Trump Tower na Gronelândia, o território autónomo da Dinamarca que quer comprar por ser um “grande negócio imobiliário”. A fotomontagem foi publicada no Twitter pelo Presidente dos Estados Unidos. A …

Dia vira noite. Às 15 horas já estava escuro em São Paulo

Uma frente fria encontrou-se com uma massa de ar que continha partículas de incêndios florestais da região da Amazónia. O choque de temperatura entre as duas massas, teve como resultado o escurecimento do dia. Durante a …

Zé Luís rejeitou salário três vezes mais alto para vir para o FC Porto

Com a ambição de representar o FC Porto, Zé Luís teve de fazer sacrifícios a nível financeiro. O cabo-verdiano rejeitou uma proposta da China com um salário muito mais alto. Zé Luís parece começar a justificar …

Motorista que conduziu Marcelo entre Lisboa e Porto mandou um e-mail. Foi investigado como "ameaça ao Estado"

O Governo recebeu um email a avisar que a greve dos motoristas ia provocar o caos, fazendo parar muitos serviços - e lembrando que assim caiu um governo no Chile. O executivo receou que fosse uma …

Marinho e Pinto quer Pardal Henriques como deputado do Partido Democrático Republicano

Ainda que não tenha confirmado Pedro Pardal Henriques como um dos cabeça-de-lista do partido que fundou, Marinho e Pinto não poupou elogios ao advogado do Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) . “Seria um …

TAP vai deixar de contar para o défice orçamental

A 15 dias das eleições legislativas, o défice orçamental de 2018 vai ser revisto em baixa. Em causa estão os prejuízos da TAP que deixam de influenciar as contas nacionais. A alteração será comunicada a duas …

Imigrantes desesperam com atrasos no SEF. Bloco questiona Governo

As marcações para atendimento no SEF estão suspensas até ao final deste ano e não existem datas disponíveis nem agenda definida para 2020, levando muitos imigrantes a ficar em risco de irregularidade. A espera para conseguir …

Rui Rio esteve de cócoras a confecionar tapetes em Viana do Castelo. Mas quer país governado “bem de pé”

O líder do PSD, Rui Rio, esteve “de cócoras” a confecionar tapetes floridos em Viana do Castelo, na noite de segunda-feira, assumindo que aquela posição é desaconselhada para governar o país. Duzentos metros ao lado, António …

Empresa está há 12 anos à espera que o Fisco lhe devolva 86 mil euros

Uma empresa do sector alimentar está há 12 anos à espera que o Fisco lhe devolva 86 mil euros de uma caução paga no âmbito de uma queixa que apresentou contra a Autoridade Tributária (AT). …

Há medicamentos esgotados há mais de um ano. Doentes estão sem alternativas

Há várias farmácias com os medicamentos esgotados, segundo os dados que a Associação Nacional de Farmácias (ANF). Os hipertensos são dos que mais preocupam. Quem sofre de hipertensão e é medicado com Adalat tem, há pelo …