Sete países da UE já estão a usar o Certificado Digital Covid-19. Portugal não é um deles

Stina Stjernkvist / EPA

O certificado digital ainda não está ativo em Portugal. Atualmente, o país integra um conjunto de países da União Europeia que estão “tecnicamente prontos” para começar a emitir certificados, mas que ainda não deram esse passo.

O Certificado Digital Covid-19 da União Europeia – que tem como objetivo facilitar as viagens de cidadãos que já tenham tido a doença ou se encontrem vacinados – já está a funcionar em pelo menos sete países.

Para já, em Portugal ainda não foi anunciada oficialmente uma data para que o documento entre em vigor, apesar de o horizonte ser, em termos gerais para os países da UE, o dia 1 de julho.

Na página online da UE, consultada pelo Público, Portugal aparece na lista dos países que já estão “tecnicamente prontos” para avançar com a emissão de certificados.

Contudo, não está presente no grupo restrito dos que já estão “efetivamente ligados e a emitir e/ou a verificar pelo menos um dos certificados” previstos no portal europeu, sendo  um que confirma que a pessoa já teve a doença, um que prova que aquele viajante já foi vacinado e outro que certifica a existência de um teste negativo à covid-19.

Atualmente, o grupo que já está na última fase do processo, com tudo a funcionar, é composto pela Alemanha, Bulgária, Croácia, Dinamarca, Grécia, Polónia e República Checa.

Por outro lado, os países que se encontram ainda em fase de testes do processo são a Finlândia, Hungria, Eslováquia a Eslovénia.

No espaço europeu, mas fora da UE, também a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega estão ainda em fase de testes, enquanto a Suíça está, como Portugal, tecnicamente pronta para avançar com o processo, sem o ter ainda implementado.

Marta Temido assegura que até ao final desta semana devem estar concluídos os testes dos certificados digitais de vacinação contra a covid-19.

Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde são os responsáveis por esse processo e ainda este mês são expetáveis alguns avanços, disse a ministra da Saúde aos jornalistas, esta segunda-feira.

“Sabemos que todos os países terão o Certificado Digital de vacinação. O que está definido é a entrada em vigor a 1 de julho, ao nível do nosso país estamos a trabalhar e há dois temas importantes: as regras por trás do certificado e a implementação do certificado”, explicou.

O certificado é gratuito e tem como principal função facilitar as viagens de cidadãos já imunizados contra a covid-19, dentro do espaço europeu.

O documento deverá ser emitido por cada país da UE de forma gratuita e em duas línguas – a oficial do país e o inglês – estará disponível em papel e formato digital e terá associado um código QR com uma assinatura digital distintiva de cada país, o que permitirá verificar a sua autenticidade.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco, assente em quatro níveis. Portugal não …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …

Contas públicas agravam-se face a 2020. Receita fiscal volta a crescer

Ministério de João Leão atribui incumprimento à terceira vaga da economia, que significou novas restrições à circulação e nos horários dos estabelecimentos. A receita fiscal e contributiva cresceu, um sinal animador para uma recuperação económica …