Centros comerciais na Grande Lisboa podem reabrir na segunda-feira. Calamidade pode acabar no fim do mês

martinrp / Flickr

Os centros comerciais da região de Lisboa e Vale do Tejo vão reabrir na próxima segunda-feira, dia 15 de junho, avançou o primeiro-ministro António Costa após o Conselho de Ministros.

“Decidimos eliminar a partir de segunda-feira as restrições que ainda existem diferenciadas em relação ao conjunto do país, designadamente permitir a abertura dos centros comerciais de acordo com as regras da Direção Geral da Saúde”, anunciou António Costa no final do Conselho de Ministros.

Na habitual conferência diária da DGS, Graça Freitas considerou estarem “criadas as condições” para que os centros comerciais da região de Lisboa e Vale do Tejo possam reabrir na segunda-feira.

“A grande maioria dos casos positivos em Lisboa e Vale do Tejo estão identificados. As autoridade de saúde, as autarquias e as forças de segurança têm trabalhado com estas pessoas no sentido de as fazer entender o risco que podem constituir para a propagação da doença. Cremos que este movimento local que acontece junto das populações resultará no confinamento do maior número de pessoas infetadas.”

Segundo o primeiro-ministro, no conjunto do território nacional continuarão a vigorar, até ao final do mês, as regras atualmente em vigor.

António Costa explicou que a manutenção do estado de calamidade não é por causa de um agravamento da pandemia de covid-19, mas devido a este ser um período tradicionalmente de grandes ajuntamentos, como os Santos Populares, reabertura das fronteiras aéreas aos países europeus na próxima segunda-feira e de “um elevado número de feriados”.

“As medidas de desconfinamento não podem significar qualquer tipo de relaxamento quanto às regras de distanciamento, proteção individual e higienização”, sublinha.

Se Portugal continuar a evoluir positivamente no combate à pandemia de covid-19, “a nossa previsão é que a partir de 1 de julho possamos fazer alteração do estado de calamidade para o estado de contingência” e, em algumas regiões como Alentejo ou Algarve, para “mero estado de alerta”.

O que muda na próxima semana

De acordo com o jornal ECO, a partir de 15 de junho vão ser aplicadas algumas alterações à terceira fase de desconfinamento, passando a vigorar novas regras e medidas em todo o país.

Segundo o jornal, deixam de vigorar as limitações especiais que estavam previstas para a Área Metropolitana de Lisboa, passando a aplicar-se as regras gerais vigentes para o resto do país — permitidas as concentrações até 20 pessoas; deixam de ter a atividade suspensa os estabelecimentos com área superior a 400 metros quadrados ou inseridos em centros comerciais e as respetivas áreas de consumo de comidas e bebidas.

Todo o território estará sobre a regra da limitação a dois terços dos ocupantes na circulação relativa aos veículos particulares com lotação superior a cinco lugares, salvo se todos os ocupantes integrarem o mesmo agregado familiar.

Os estabelecimentos que retomaram ou retomem a sua atividade não podem abrir antes das 10 horas, mas excecionam-se deste regime os ginásios e academias.

Além disso, parques aquáticos, escolas de línguas e centros de explicações podem reabrir.

As atividades e espaços que permanecem encerrados podem abrir quando disponham de orientação específica da DGS relativas ao seu funcionamento.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo duplica ajuda a bares e discotecas

O Governo vai duplicar o limite máximo dos apoios, através do programa Apoiar,  a empresários em nome individual de setores que se mantêm encerrados por lei. O Governo decidiu não só prolongar o programa Apoiar para …

Brasil. Tribunal vai investigar Bolsonaro por alegações de fraude eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil decidiu na segunda-feira abrir uma investigação contra o Presidente Jair Bolsonaro. Em causa estão as suas declarações sobre fraude nas eleições do próximo ano. Segundo avançou a agência France …

Jantar do Chega com 170 pessoas. MP acusa Ventura de crime de desobediência

O líder do Chega, André Ventura, foi acusado pelo Ministério Público de ser coautor material do crime de desobediência, pelo jantar-comício organizado em Braga em plena pandemia. O Ministério Público acusou esta terça-feira o ex-candidato presidencial …

TAP. Bruxelas reconhece importância de salvar companhia mas sem distorcer concorrência

A Comissão Europeia reconhece a importância de o Estado português salvar a TAP, mas receia que o auxílio de 3.200 milhões à reestruturação viole as regras de concorrência e duvida que o mesmo garanta de …

Há 101 concelhos sem farmácias com testes comparticipados

Apesar de 461 farmácias já poderem fazer vender testes à covid-19 comparticipados, ainda há 101 concelhos sem qualquer apoio do Estado. Apesar de o Governo ter decidido comparticipar, há cerca de um mês, a 100% a …

Ataque ao Capitólio. Mais dois polícias cometeram suicídio, elevando o total para quatro

Depois da morte de dois agentes poucos dias depois do ataque, a Polícia Metropolitana confirmou que em Julho mais dois polícias que defenderam o Capitólio cometeram suicídio. Mais dois agentes de polícia que responderam à insurreição …

"Estamos do seu lado", garante Boris Johnson à opositora bielorrussa

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta terça-feira à líder da oposição bielorrussa no exílio, Svetlana Tikhanovskaya, que está “do seu lado” e do da Bielorrússia. Johnson manifestou “o seu forte apoio” a Tikhanovskaya “e ao …

Grupos negativos com "reservas muito em baixo". Federação apela para dádiva de sangue antes das férias

Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta terça-feira à dádiva de sangue antes de férias e sublinhou a necessidade de sangue dos grupos O-, A- e B -, que têm as reservas …

Multas nas praias. Falta de máscaras e ajuntamentos são as ações mais observadas pela polícia

A época balnear voltou a iniciar-se de uma forma diferente dos outro anos, com regras para os banhistas e donos de concessões. Quem não cumprir está sujeito a multas - o que tem sido uma …

EUA. Pelo menos dois feridos em tiroteio junto ao Pentágono. Edifício está encerrado

Um tiroteio esta terça-feira numa paragem de autocarros e metro junto ao Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos (EUA), causou pelo menos dois feridos. Segundo avançou o Correio da Manhã, imagens do local mostram os …