Centeno aprovou nova injecção no Novo Banco em Abril. Costa insiste que não sabia

O pedido para transferir mais 850 milhões de euros dos cofres do Estado para o Fundo de Resolução, para financiar o Novo Banco, chegou ao Ministério das Finanças no início de Abril. Mário Centeno não pôs entraves à transferência que António Costa insiste que desconhecia.

A transferência de 850 milhões de euros para o Fundo de Resolução, a título de empréstimo do Estado para serem injectados no Novo Banco, criou mal-estar no Parlamento, com o Bloco de Esquerda a pedir explicações. Isto porque António Costa tinha garantido que não haveria mais ajudas ao Banco até que os resultados da auditoria que está em curso fossem conhecidos.

Confrontado com a transferência, Costa realçou que não tinha conhecimento dela e chegou a pedir desculpa a Catarina Martins pela informação errada que tinha dado.

Ora, o Público apurou que o “Governo sabia oficialmente desde o início de Abril” que o Novo Banco precisava de mais 850 milhões de euros do Fundo de Resolução. O pedido para a transferência terá chegado ao Ministério das Finanças nessa altura, recebendo o aval do gabinete de Mário Centeno.

O jornal sublinha que o “Governo teve um mês para travar a injecção no Novo Banco”. Mas “em nenhum momento desta fase final do processo foi colocado qualquer entrave à injecção do dinheiro, nem condicionada a decisão à auditoria que está em curso”, destaca o jornal.

Esta auditoria pretende, designadamente, avaliar decisões tomadas no âmbito dos créditos problemáticos que ajudam a explicar a necessidade das injecções de capital.

O Público repara que quer Centeno, quer Costa, poderiam ter travado a transferência do dinheiro, mas isso “forçaria uma negociação com o Banco Central Europeu“, o que seria complicado a meio de uma crise gravíssima por causa da pandemia de covid-19. Isto porque a venda do Banco ao Fundo Lone Star prevê injecções de até 3,9 mil milhões de euros.

Mas no meio das contas, ressalta à vista a aparente “divergência” entre o primeiro-ministro e o ministro das Finanças, como repara o Expresso, notando que “ou Centeno ignorou as palavras de Costa na Assembleia da República ou não teve conhecimento dessa promessa do chefe do Governo”.

“Até ver, a descoordenação entre os dois não terá consequências políticas além do desconforto público”, analisa ainda o semanário.

Costa insiste que “não tinha sido informado de que na véspera o Ministério das Finanças já tinha procedido a esse pagamento”, conforme declarações divulgadas pelo Expresso.

Esta alegada “divergência” é importante tanto mais quando se admite a possibilidade de Centeno vir a assumir o cargo de Governador do Banco de Portugal, órgão que supervisiona o Novo Banco. Isto numa altura em que recebe críticas pela sua liderança no Eurogrupo, com um jornal alemão a antecipar que está de saída do organismo. Centeno mantém o tabu sobre a sua intenção de continuar ou não.

Governo diz que só está a cumprir “o contrato” de venda

O Governo alega que a nova injecção feita no Novo Banco segue o que “está predefinido no contrato” de venda da instituição bancária, em 2017, garantindo tratar-se de um empréstimo ao Fundo de Resolução.

“O Novo Banco foi vendido em 2017 e existe um contrato que determina que, mediante a apresentação das contas do Novo Banco e depois de serem auditadas pelos auditores do Novo Banco, verificadas pela agência de verificação, validadas pela comissão de acompanhamento e aprovadas pelo Fundo de Resolução, exista lugar a injecções de capital”, declara o secretário de Estado Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix.

“Não tendo o Fundo de Resolução meios suficientes por si para fazer essas injecções de capital, pode – e é o caso – financiar-se junto do Tesouro e pedir um empréstimo“, acrescenta.

“As contas do Novo Banco foram apresentadas e o momento em que são feitas as injecções não varia muito de ano para ano”, refere ainda Ricardo Mourinho Félix, garantindo que a nova injecção agora conhecida vem no seguimento do que “está predefinido no contrato”.

Mourinho Félix esclarece também, em declarações ao Público, que “a auditoria não pode ser condição para a injecção porque o que diz a lei 15/2019 é que a auditoria é depois da injecção de fundos”.

O Secretário de Estado aponta ainda que “o empréstimo foi feito na véspera do debate” no Parlamento e que, por isso, “a informação ainda não tinha sido dada” ao primeiro-ministro. “O esclarecimento foi feito de seguida”, garante.

O dinheiro recebido pelo Novo Banco totaliza 2.978 milhões de euros desde 2017, dos quais 2.130 milhões de euros foram de empréstimos do Tesouro.

Desta vez, dos 1.037 milhões de euros que o Fundo de Resolução pôs no Novo Banco, 850 milhões de euros vieram directamente do Estado.

Também em 2018, dos 1.149 milhões de euros postos no Novo Banco, 850 milhões de euros vieram de um empréstimo do Tesouro.

Já referente a 2017, dos 792 milhões de euros injectados, 430 milhões de euros vieram de um empréstimo público.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Um PM afirmar que desconhecia a decisão de um ministro, putativamente seu subalterno, ainda o deixa ficar pior na fotografia, do que se fosse o próprio a decidir.
    – É mesmo a república das bananas!

  2. Não sei como é que ainda não foi apresentada a demissão desse senhor Ministro. Será necessário um abaixo-assinado?

  3. O Banco parece ter sido praticamente oferecido a um grupo americano e andamos a esta distância ainda a alimentá-lo, por má gestão ou por falta de clientela, se não dá, há que fechar portas e não nos sugarem a massa que o senhor ministro cativa e que deveria ir para a saúde, educação e segurança.

  4. Este foi considerado o Banco Bom mas só é bom como poço sem fundo.
    Mais valia oferecerem o banco, tinha menos custos.

  5. Pois claro, não sabia! Aginal o que está a fazer na ‘governança’ se não ”sabe” de coisas importantíssimas? Pelos vistos qualquer um, pode sacar e movimentar milhões das contas do Estado (do erário público) e até podem roubá-los porque um homem que se diz 1ºministro , ‘não sabia’! Enquanto entregam 800 milhões de mão-beijada ao Novo Banco não há dinheiro para nos devolverem o que descontamos a mais no IRS!

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …