Cem mil máscaras que não cumprem as regras de segurança apreendidas pela ASAE

Mário Cruz / Lusa

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 100 mil máscaras devido a problemas de segurança e violações das regras comunitárias, segundo uma fonte oficial do órgão de polícia criminal.

Ao Expresso, a mesma fonte indicou que 78 500 são semi-máscaras de proteção respiratória FFP2 (destinadas à utilização por profissionais que, podendo não ser da área da saúde, estão expostos ao contacto com um elevado número de indivíduos) e as restantes são de uso comunitário.

A ASAE já fiscalizou cerca de mil operadores económicos para verificar se, no âmbito da pandemia de covid-19, há vendas acima do valor legalmente estabelecido, bem como o “cumprimento da conformidade” dos equipamentos de proteção individual (EPI). Quando “detetadas desconformidades”, as máscaras são “apreendidas e retiradas do mercado”.

A autoridade já instaurou 20 processos por contraordenação “relacionados com a temática das máscaras”, destacando-se como principais infrações a “disponibilização no mercado e ou a colocação em serviço de EPI que não satisfazem os requisitos essenciais de saúde e de segurança, violação das regras e condições de aposição da marcação CE em EPI, incumprimento dos deveres de importador e falta de satisfação de requisitos ou características legais (máscaras sociais)”.

Foram também adotadas “mais de uma dezena de medidas restritivas”, como a proibição de colocação no mercado dos produtos irregulares, a divulgação destas situações junto da Comissão Europeia e demais Estados-membros e a emissão de notificações RAPEX (Rapid Alert System for all dangerous consumer Products) para esses equipamentos, cuja comercialização fica proibida em Portugal e noutros países da União Europeia.

Entre as infrações mais detetadas estão ainda “o acompanhamento de produtos por certificados inválidos ou falsos, que levam a que a marcação ‘CE’ aposta seja considerada falsa ou enganosa”.

ASAE verifica máscaras da Quilaban

Um dos casos que a ASAE está a analisar, continuou o Expresso, prende-se com os certificados de conformidade com as normas europeias das máscaras vendidas à Direção-geral da Saúde (DGS) pela Quilaban, detida pelo ex-presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF), João Cordeiro.

Em causa está a validade dos documentos de certificação dos três milhões de respiradores FFP2 comercializados pela empresa através de um ajuste direto com o Estado por 8,5 milhões de euros (o contrato de fornecimento envolveu mais um milhão de máscaras cirúrgicas tipo II, no valor de 540 mil euros).

A ASAE disse ao Expresso que se encontra “a analisar a informação que foi remetida pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), na qual se incluem elementos fotográficos das máscaras e dos documentos de acompanhamento, aguardando-se o envio de mais elementos para conclusão do parecer sobre a conformidade dos produtos”.

Entretanto, o Ministério Público (MP) abriu um inquérito para investigar a venda de material por parte da Quilaban ao Ministério da Saúde.

Num comunicado enviado para as redações, a empresa afirmou que a “certificação apresentada era verdadeira e válida”, explicando que o certificado das máscaras compradas para a DGS tinha sido alvo de uma nova renumeração e de uma nova imagem por causa da deteção de documentos falsos ou inválidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Tão lentamente quanto humanamente possível". Site simula como era usar a Internet nos anos 90

Se é jovem e gostaria de experimentar as velocidades lentas da Internet dos anos 90, está com sorte. Um novo site simula a experiência dolorosa à qual já não estamos habituados com as redes atuais. Nos …

Novembro vai ser “muito duro e muito exigente” (e fechar escolas seria uma "grande falta de respeito")

O primeiro-ministro, António Costa, avisou hoje que “convém não criar falsas expectativas”, porque novembro vai ser “muito duro e muito exigente”, sendo maior a probabilidade de, daqui a 15 dias, acrescentar mais concelhos à lista …

O Torsus Praetorian é o autocarro mais radical de sempre (e não permite faltas à escola)

Cheias, árvores caídas ou tempestades. Há muitas razões para faltar à escola ou, neste caso, haviam. É que a Torsus lançou um novo autocarro capaz de enfrentar todos os obstáculos e transportar as crianças até …

Spot, o cão-robô, visitou Chernobyl (e analisou os seus níveis de radiação)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Bristol visitou a Central Nuclear de Chernobyl na semana passada para testar Spot, um robô de quatro patas feito pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot é o robô …

Sangue de porco é mais proteico do que qualquer proteína do mercado (e pode ser consumido em smoothies)

Uma equipa de investigadores do departamento de ciência alimentar da Universidade de Copenhaga desenvolveu um método para extrair proteínas do sangue de porco. O resultado é um pó fino, branco, com sabor neutro e com …

Costa anuncia cinco medidas restritivas para 121 concelhos "de elevado risco" e reforços da capacidade de resposta

Após um Conselho de Ministros extraordinário que durou mais de 8 horas, o primeiro-ministro anunciou este sábado novas "medidas imediatas" de combate à pandemia de covid-19. Concelhos "de elevado risco" estão sujeitos a medidas restritivas, …

Escola na China transformou-se num "edifício andante" para evitar a demolição

Os residentes da cidade chinesa de Xangai que, no início deste mês, passaram pelo distrito de Huangpu podem ter encontrado uma visão incomum: um "edifício andante". De acordo com a cadeia de televisão CNN, uma escola primária …

Joke Boon, a chef holandesa que não tem olfato nem paladar

Joke Boon perdeu o paladar e o olfato quando ainda era criança, mas isso não a impediu de viver da culinária, área na qual estes requisitos são, à partida, essenciais.  "Como seria a minha vida se …

Portugal com mais 39 mortos, mais 4007 casos e recorde de internamentos graves

Portugal registou hoje 39 mortos e mais 4.007 casos de novas infeções pelo novo coronavírus, tendo alcançado um novo recorde de 286 doentes internados nos cuidados intensivos por covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. Registou-se este …

Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em …