CDS acusa PS de fazer relatório com informações “falsas” para ilibar Costa e Azeredo

Paulo Cunha / Lusa

José Azeredo Lopes com António Costa

Centristas arrasaram o relatório relativo à comissão de inquérito de Tancos feito pelo deputado socialista Ricardo Bexiga: é “omisso” e contém informações “substancialmente falsas”.

Segundo o CDS, o relatório relativo à comissão de inquérito de Tancos, elaborado pelo deputado do PS Ricardo Bexiga, contém um conjunto de “alegações falsas” que escondem responsabilidades e ilibam o ex-ministro da Defesa, José Azeredo Lopes, e o primeiro-ministro, António Costa.

Nas propostas de alteração ao relatório que vão entregar no Parlamento, os centristas arrasam o documento preliminar e descrevem-no como um texto “substancialmente omisso e incompleto na análise e descrição dos factos apurados”. Além disso, de acordo com o Expresso, acusam o grupo parlamentar do PS de querer “ocultar responsabilidades políticas do atual Governo” e de diluir culpas.

Aliás, em certos casos, o relatório inclui mesmo informações “absolutamente falsas“, numa “desastrada tentativa” de isentar o Executivo de responsabilidades, acusa o CDS.

Um dos problemas apontados é o facto de não se escrever no documento que António Costa fez declarações que “não correspondem à verdade” quando disse, a 26 de outubro do ano passado, que não tinha conhecimento do memorando que descrevia a operação de encenação para recuperar as armas, apesar de o seu chefe de gabinete ter confirmado na comissão que lhe entregou o documento a 12 de outubro, data da demissão de Azeredo.

Para os centristas, o relatório deveria “procurar ilustrar com maior transparência e rigor as inexatidões e omissões do primeiro-ministro”.

Além disso, acrescentam, outro ponto de discórdia é a falta de referências à “inação” de Azeredo Lopes, que soube da operação e nada fez. No entender do CDS, o relatório “desvaloriza a relevância” do memorando.

Os deputados do CDS argumentam que o então ministro da Defesa deveria ter agido quer quando tomou conhecimento das ações da Polícia Judiciária Militar (PJM), quer quando não deu conhecimento delas ao Ministério Público (MP) ou quando não determinou “qualquer procedimento inspetivo” à polícia militar.

Por todos estes motivos, os centristas propõem alterações e concluem que o relatório preliminar é “orientado especialmente para a defesa do atual Governo, como se das alegações de defesa do PS se tratasse”.

No relatório de Ricardo Bexiga o PS sai isento de culpas, concluindo que a PJM tentou implicar os gabinetes do ex-ministro da Defesa e do presidente da República na questão da encenação para recuperar as armas, mas que estes não tiveram acesso a informação “percetível” sobre a operação.

Segundo o Expresso, nesses documentos, em que se referia a operação de recuperação das armas, e que “não eram oficiais”, havia informação pertinente, mas não a suficiente para o Governo se aperceber do encobrimento, garante-se no relatório.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pelo bem da economia, Cristas quer levar turistas a visitar o país

Assunção Cristas, líder do CDS, considera que é necessário organizar e diversificar a oferta turística e apostar na promoção turística. A presidente do CDS-PP defendeu esta quarta-feira, em Torres Vedras, uma maior promoção turística do país …

Facebook treina sistemas a reconhecer tiroteios com vídeos policiais

Para evitar casos como o que aconteceu em março na Nova Zelândia, quando um homem matou dezenas de pessoas em duas mesquitas e transmitiu o massacre em direto no Facebook, a rede social vai treinar …

Empresas que ponham trabalhadores a prazo nos quadros terão apoio até 3 mil euros

As empresas que convertam contratos a prazo em permanentes vão ter direito a um apoio até 3.050,32 euros por trabalhador, caso cumpram alguns requisitos, segundo uma portaria do Governo que será publicada esta quinta-feira. De acordo …

Bebé Matilde volta a ser operada na sexta-feira

A bebé Matilde vai voltar a ser operada na sexta-feira, depois de os médicos terem descoberto através de uma TAC que os ventrículos da criança “estão novamente aumentados". Assim, Matilde é operada pela segunda vez em …

Camiões a gás natural emitem mais óxido de azoto do que camiões a gasóleo

Os camiões movidos a gás natural liquefeito (GNL) emitem até cinco vezes mais óxido de azoto (NOx) do que os camiões a gasóleo, indicaram testes na estrada pedidos pelo Governo holandês e esta quarta-feira divulgados. Os …

França nega pedido de asilo a Edward Snowden

O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian, disse que não há razões para que o país mude a decisão de 2013 de recusar asilo a Edward Snowden, acusado de espionagem por ter publicado …

Ataque de milícias na República Democrática do Congo causa 14 mortos

Um ataque de milícias contra uma aldeia na região de Ituri, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), causou a morte de 14 pessoas, tendo outras quatro ficado feridas. A região tem sido alvo …

Morreu Ben Ali, ex-presidente da Tunísia

Ben Ali, ex-presidente da Tunísia que foi deposto em 2011 pela revolução que inspirou a Primavera Árabe, morreu esta quinta-feira na Arábia Saudita, avançou o advogado da família. Tinha 83 anos. "Ben Ali acabou de morrer …

Mulher que alegadamente pertencia ao cartel de El Chapo encontrada morta no México

Claudia Ochoa Felix, a mexicana de 35 anos que alegadamente pertencia ao cartel Sinaloa, liderado pelo narcotraficante El Chapo, foi encontrada morta numa casa em Culiacán, México, no fim de semana. Conhecida como “Kim Kardashian do …

Arábia Saudita vende prédio onde Jamal Khashoggi foi assassinado

A Arábia Saudita vendeu o edifício onde foi assassinado e desmembrado o jornalista Jamal Khashoggi. O prédio do Consulado, em Istambul, foi comprado há mais de um mês por menos de um terço do seu …