Cavaco pede aos partidos que evitem a demagogia

presidencia.pt

O Presidente da República, Cavaco SIlva

O Presidente da República, Cavaco SIlva

“O ano de 2015 será um ano de escolhas decisivas para o futuro do país. Os portugueses irão ser chamados a pronunciar-se através do exercício do direito de voto”, afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, na tradicional mensagem de Ano Novo que dirigiu esta noite aos portugueses.

Defendendo uma participação ativas nas eleições legislativas que deverão realizar-se depois do verão, Cavaco Silva recomendou cautelas nas promessas eleitorais, sublinhando que “é errado pensar que os problemas que o país enfrenta podem ser resolvidos num clima de facilidade”.

“Há que ser cuidadoso nas promessas eleitorais que se fazem e que, não podendo depois ser cumpridas, acentuam perigosamente a desconfiança dos cidadãos em relação à classe política e às instituições. Há que evitar promessas demagógicas e sem realismo”, preconizou.

Num discurso centrado nas eleições onde irá ser escolhido o Governo que sucederá ao executivo de maioria PSD/CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho, o chefe de Estado insistiu na questão da demagogia e do populismo, considerando que ao fim de 40 anos de democracia de deve desenvolver “uma cultura política mais esclarecida e mais esclarecedora”.

Assim, defendeu, é necessário as forças partidárias serem claras nas suas propostas, recusando o populismo e fazendo um esforço de pedagogia democrática.

“Mas, esse esforço de pedagogia democrática só pode ser feito através da força do exemplo. Os partidos e os agentes políticos têm de demonstrar, pela sua conduta, que são um exemplo de transparência, de responsabilidade e de civismo para os portugueses”, vincou.

Repetindo um apelo que já deixou em anteriores atos eleitorais, o Presidente da República advertiu ainda para a necessidade de se evitarem “crispações e conflitos artificiais que têm afetado a confiança dos cidadãos” nas instituições e, em particular, na classe política.

Além disso, acrescentou, o tempo depois das eleições será marcado por “exigências de compromisso e diálogo” e esse espírito de abertura não poderá ser prejudicado “por excessos cometidos na luta política que antecede o sufrágio”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …