Morte de aluna agredida atribuída a uma “paragem cardíaca”

A estudante de 11 anos encontrada inconsciente numa escola do concelho de Sintra teve morte cerebral em consequência de uma paragem cardíaca, revelou a direção clínica dos Centros Hospitalares de Lisboa Norte.

A autópsia ao corpo da menina permitiu perceber que “sofreu uma paragem cardíaca que evoluiu para morte cerebral” e que “não havia qualquer sinal de trauma, nem foi esta a causa de morte”.

A aluna do 5º ano deu entrada na segunda-feira no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde se encontrava em coma na unidade de Cuidados Intensivos. A jovem acabou por morrer esta quinta-feira.

Segundo um comunicado emitido pela Direcção do estabelecimento onde a menina estudava, uma escola básica do agrupamento de escolas Miguel Torga, em Monte Abraão, citado pelo Expresso, a aluna morreu “na sequência de um acontecimento repentino ocorrido na escola, durante o primeiro intervalo da tarde de segunda-feira”.

O diretor do agrupamento terá relatado ao Ministério da Educação que a aluna esteve envolvida num “arrufo”, tendo garantido no entanto que o episódio não justificaria em nada o que viria a acontecer depois.

“A menina foi agredida por outra colega. Bateu com a cabeça num dos cacifos e perdeu os sentidos”, contou ao CM uma fonte próxima da família.

O Ministério da Educação afirma que a aluna teve assistência médica ainda na escola e foi transportada de urgência para o Hospital de Santa Maria, onde permaneceu em coma na unidade de cuidados intensivos, acabando por morrer na quinta-feira.

Segundo a direcção clínica dos Centros Hospitalares de Lisboa Norte, a aluna “foi vítima de paragem cardíaca na sua escola” e a situação “evoluiu para morte cerebral devido ao tempo prolongado de paragem cardíaca”.

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, enviou “condolências à família” numa nota divulgada à imprensa, confirmando que “acompanha as diligências para apurar as causas da morte desta aluna de 11 anos“.

A família da criança e a turma onde ela estava integrada estão a ser acompanhadas pela Escola, nomeadamente pela psicóloga do agrupamento, revela ainda o ministro.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A verdade é que há várias versões do acontecimento e se existiu alguma briga ou se a menina devido a isso veio a bater com a cabeça ou poderia mesmo já sofrer de alguma anomalia e devido à exaltação acabar por se sentir mal o certo é que não se sabe qual das versões é verdadeira e parece que alguém está a fugir aos esclarecimentos inclusive parece que a chamada dos bombeiros foi tardia e alguém deverá prestar os devidos esclarecimentos para que não restem dúvidas até por que já começam a ser problemas a mais nas escolas e parece haver a tendência a abafá-los.

  2. Falta neste artigo a palavra-chave “Bullying”. Goza com um miúdo na Internet, é bullying. Goza com um miúdo porque é gordo, é bullying. Goza com um miúdo porque tem óculos, é bullying. Bate com a cabeça de um miúdo no cacifo até ele desmaiar, é um arrufo, e logo por azar fatal. Então e não havia auxiliares de educação por lá a vigiar? Devia ser a hora do cafezinho ou do cigarrinho, então é a selva nas escolas. Ainda por cima em Monte Abraão, onde há muitas pessoas com problemas económicos, sociais e de integração, a escola devia ser para as crianças um oásis de paz e fraternidade no deserto de violência e revolta que se vive por lá, acho que podemos fazer melhor…

    • Mentalidade do bota-abaixo. Se soubesse da falta de pessoal auxiliar existente nas escolas para tanta criança não falava assim.
      Acresce o facto que a maior parte das crianças vêm muito mal educadas de casa. Há pais que pouco se importam com os filhos e despejam-nos nas escolas para outros fazerem o que deviam ter feito em casa que é educá-los e prepará-los para a vida.

Mais 71 mortes e 5290 casos de covid-19. 517 doentes nos cuidados intensivos

Portugal regista, esta quarta-feira, mais 71 mortes e 5290 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 5290 novos casos, …

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19, incluindo que o vírus foi criado em laboratório para alterar equilíbrios mundiais ou que não existe, segundo uma nova sondagem. Um em cada cinco …

Carros importados poderão reaver ISV pago em excesso desde 2017

A Autoridade Tributária foi condenada a devolver parte do Imposto Sobre Veículos (ISV) cobrado sobre dois carros usados importados em 2017. Segundo o jornal Público, esta é a primeira vez que a sentença envolve um imposto …

Juventude Popular suspende congresso do próximo fim de semana

O XXIV Congresso da Juventude Popular, agendado para sábado e domingo, em Braga, foi suspenso e será reagendado 15 dias depois do levantamento do estado de emergência, decidiram esta terça-feira os órgãos da estrutura que …

Novo líder do Aliança reúne-se com Rui Rio (com autárquicas em cima da mesa)

Paulo Bento, recém-eleito presidente do Aliança, e Rui Rio, líder do PSD, vão encontrar-se esta quarta-feira. Em cima da mesa vão estar as eleições autárquicas do próximo ano. De acordo com o Público, o encontro destina-se …

Mais de 60% dos portugueses deixaram de ir a restaurantes. Só 33% considera que o Estado prioriza a saúde

A nível nacional, 63% dos portugueses que continuaram a ir a espaços de restauração indicaram o convívio familiar com principal motivo da deslocação. A nível dos cuidados de saúde apenas 33% dos portugueses consideram que …

Santa Casa contratou Paulo Pedroso como consultor por 3700 euros

O ex-ministro socialista Paulo Pedroso, actual director da campanha presidencial de Ana Gomes, foi contratado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) em Setembro passado, com um ordenado de 3700 euros e efeitos retroactivos …

Covid-19. Médicos devem dar prioridade a quem pode recuperar vida normal e não à idade

Os doentes que podem recuperar para uma vida normal devem ter prioridade face aos que têm baixa probabilidade de recuperação e a idade não pode por si só ser critério, recomenda um parecer do Colégio …

"Há doentes a ficar para trás". Ex-ministro da Saúde diz que mortes por falta de cuidados são inaceitáveis

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser exposto a um teste de stresse devido à pandemia e que não é aceitável que …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar a médica que divulgou receita para enganar testes à covid-19

Depois de médica divulgar receita para os possíveis infetados testarem negativo à covid-19, a Ordem dos Médicos abriu o terceiro processo contra membros do movimento que contesta o uso de máscaras - os "Médicos pela …