“Caso CGD vai estourar nas mãos do governo”

José Sena Goulão / Lusa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho

Passos Coelho está revoltado porque António Costa está “alegremente a conduzir o país para uma situação pior”, enquanto adia problemas à espera de “eleiçõezinhas”. Declarações do líder do PSD numa entrevista onde ainda prevê que o caso CGD vai “estourar nas mãos” do governo.

Numa entrevista conjunta à TSF e ao Diário de Notícias, o ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho acusa António Costa e o seu Executivo de fragilizar a banca, nomeadamente pela forma como tem lidado com a Caixa Geral de Depósitos (CGD).

O líder do PSD assume que a CGD “tem um problema de rentabilidade, também devido à política do BCE – que está a acontecer sobre todos os bancos”, mas rejeita a versão do governo de Costa de que o executivo PSD-CDS deixou um desvio de três mil milhões de euros no banco do Estado.

Está a induzir as pessoas em erro. Não existe um buraco na CGD, não é sério“, aponta Passos Coelho na entrevista, considerando que a forma como o ministro das Finanças, Mário Centeno, falou do assunto é “perigosa e inaceitável”.

“Está a lançar uma suspeita sobre a CGD e sobre o resto dos bancos portugueses, e isso vai estourar-lhe nas mãos“, vaticina o ex-primeiro-ministro.

“Riscos muito sérios” de haver um segundo resgate

Falando de uma “retórica incendiária em relação ao sistema financeiro”, Passos acusa Costa de pretender “criar a convicção de que o Governo herdou uma situação caótica na banca que impede hoje o país de crescer e o Governo de fazer o que queria”.

“Com esta abordagem de dar a entender que receberam um país em circunstâncias horríveis, para andarem a denegrir o que fez o Governo anterior, estão a semear condições para tornar o sistema financeiro ainda mais vulnerável. E isso pode ter consequências desastrosas”, prevê.

“Há riscos muito sérios que se estão a correr com estas políticas” do governo de Costa, diz ainda sobre a possibilidade de um segundo resgate, até pela dúvida e potencial nova crise financeira que pode assolar a Europa.

“Despesa adiada à espera de eleiçõezinhas”

Manifestando a “revolta” pela estratégia do governo, Passos salienta que “as pessoas sabem que estão a agravar as perspectivas de futuro do país”.

“Estão alegremente a conduzir o país para uma situação pior apenas para poderem dizer que o passado foi pior do que as pessoas julgavam, para desqualificar os adversários e para poder – demagogicamente – atrair votos“.

A “despesa está a ser adiada, chutada para a frente. Não se trata de maquilhar, é recorrer a expedientes”, acusa Passos, prevendo que “as receitas vão ficar muito aquém” do esperado e que não acredita na perspectiva do governo de que o défice fique abaixo dos 3%.

“O risco que estamos a correr é de o défice ficar acima dos 3%”, diz Passos.

“E quando ouço o ministro das Finanças e o primeiro-ministro dizerem que não, parece conversa de pura demagogia política de quem está à espera de eleiçõezinhas daqui a uns meses e quer chegar lá em boas condições”, considera o ex-primeiro-ministro na entrevista.

SV, ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Qualquer das formas o senhor Costa há alguns meses atrás e mais a sua comitiva de extrema-esquerda tinham soluções para tudo, espero que a poção mágica não se esteja a diluir e a magia a perder efeito, vamos aguardar para ver!

  2. Se pensarmos bem, no que há meses anda a profetizar esta criatura e seus seguidores, concluimos que, para além do mal que causou à sociedade portuguesa, enquanto líder da coligação de interesses (esploradores/corruptos/parasitas), durante os quatro anos que ocupou o poder em Potugal, chegamos à triste conclusão de que os principais inimigos dos portugueses, estão cá dentro do país e por isso, aqueles que vivem honradamente do seu trabalho, devem estar atentos e fazer um esforço para perceber o que é que os lídimos represenrantes dos agiotas financeiros e dos exploradores pretendem, para os trabalhadores(as)/empregados(as)/empresários(as) honestos do nosso país.

  3. Digo o mesmo que o nosso “hermano” espanhol disse há uns tempos, “PORQUE NÃO TE CALAS”… Fazias um melhor serviço ao país.

  4. Então mas quem é que escondeu o caso do banif e já o da cgd por causa de eleiçoezinhas???Se não me engano foi o (des)governo de passos!Como não lhe estão a fazer as vontades o puto mimado que nunca fez nada está a fazer birrinhas!Está-lhe a ser difícil ver o país a crescer seguindo outro rumo não é?Felizmente e finalmente já são vários os países europeus que estão a dizer um basta a austeridade nazi!

  5. Peço desculpa pelo português: Mas isto faz-me lembrar os “peidos engarrafados” no Carnaval. Alguém largava e os restantes é que tinham que levar com o cheiro…

  6. Este moçoilo anda todo desnorteado… por ti ja tinhas vendido a Caixa pelo preço da uva mijona aos teus amigos. quem sabe não recebias uma comissão para pagares as dívidas. Alem disso, como Rui Rio a morder te os calcanhares, que será de ti depois? Quem te quer como empregado? Resta-te o parlamento… enfim, vais ter um final que mereces… TRISTE

RESPONDER

O dirigente do PSD Paulo Mota Pinto

Mota Pinto aponta "irresponsabilidade" de marcar diretas. Rangel reforça importância de ter líder "fortemente legitimado"

O dirigente do PSD defendeu, esta segunda-feira, que o partido "está preparado" para legislativas antecipadas, defendendo que estas devem ocorrer "o mais rapidamente possível". Em declarações à agência Lusa, o presidente da Mesa do Congresso e …

EMA aprova terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu luz verde, esta segunda-feira, à administração da terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos. Em comunicado, a agência refere que os dados apontam que uma …

Câmara do Porto aprova sistema de videovigilância no centro histórico

Esta segunda-feira, na reunião do Executivo portuense, foi aprovado, com o voto contra da CDU e do BE, o protocolo a celebrar com a PSP para implementação da videovigilância na Baixa do Porto. O presidente da …

Conselho das Finanças Públicas alerta para riscos na TAP e falta de orçamentação para Novo Banco

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta segunda-feira, numa análise à proposta do Governo para o Orçamento do Estado de 2022 (OE2022), para a possibilidade de se injetar mais dinheiro na TAP e no …

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

Novo Banco apresenta nova imagem. "Agora é o renascimento", diz Ramalho

O presidente do Novo Banco disse, esta segunda-feira, que a nova imagem representa o "renascimento" da instituição financeira, que está numa "rota de lucro e rendibilidade". Na apresentação da nova imagem de marca do Novo Banco, …

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …