Casa do Douro vende 81 mil litros de vinho para pagar aos trabalhadores

zone41 / Flickr

A Comissão Administrativa da Casa do Douro (CD) vai vender 81.400 litros de vinho do Porto para pagar uma dívida de cerca de 1,1 milhões de euros em salários e indemnizações aos trabalhadores.

O responsável pela Comissão Administrativa do património da CD, Agostinho Santa, destaca à Lusa que a resolução do problema da dívida aos trabalhadores “é um ponto de honra” e a “grande prioridade”, desde que assumiu funções em Julho do ano passado.

Agostinho Santa nota que foram identificadas e calculadas as dívidas aos trabalhadores e seleccionados os lotes de vinho que estão sem ónus, isto é, que não têm penhora mercantil ao Estado ou à Parvalorem, tendo a proposta de venda sido apresentada ao Governo.

Assim, foram escolhidos 81.400 litros de vinho, separados em 27 lotes de colheitas que vão desde 1934 até 2001, com o intuito de conseguir obter dividendos da ordem dos 1,1 milhões de euros que são necessários para pagar as dívidas a cerca de 60 trabalhadores e também à Segurança Social.

Estão em causa vencimentos e indemnizações que ficaram por pagar a funcionários que perderam o vínculo laboral quando a CD foi extinta e a outros que já tinham saído da instituição, mas que tinham pagamentos em atraso, conforme explica Agostinho Santa.

“Dívidas têm que ser pagas com o património”

O responsável nota que falta agora nomear um fiscal único que analise o processo, bem como a autorização do Governo.

De seguida, serão avisadas as 105 empresas que podem comprar os vinhos da CD, nomeadamente negociantes de vinho do Porto ou comerciantes de vinho generoso que estão inscritos no Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

“As dívidas da CD vão mesmo que ter de ser pagas com aquilo que o património da CD tem. É com isso com que nós contamos e, para que isso aconteça, tem que haver vendas”, sublinha Agostinho Santa.

Se o valor necessário para pagar as dívidas não for conseguido, Agostinho Santa refere que a CD tem mais património, nomeadamente as acções da Real Companhia Velha e imóveis em deterioração.

A prioridade da Comissão Administrativa é também a preservação do património, a segurança dos edifícios e a sua conservação, já que é neles que estão guardados os 14 milhões de litros de vinho do Porto da CD.

Asfixia financeira

Criada em 1932, a CD viveu, durante anos, asfixiada em problemas financeiros, com uma dívida ao Estado que atingiu, segundo o Governo PSD/CDS-PP, cerca de 160 milhões de euros.

A Casa do Douro pública foi extinta em Dezembro de 2014, abrindo-se então um concurso público para escolher uma entidade para gerir a CD privada. A 31 de Agosto de 2015, foi nomeada uma administradora liquidatária da instituição.

Em Maio de 2016, já com o Governo PS, o Parlamento aprovou a criação de uma Comissão Administrativa para a regularização das dívidas da extinta Casa do Douro e da situação dos trabalhadores.

Esta comissão administrativa é presidida por Agostinho Santa e integra ainda Mário António Monteiro de Sousa e António Manuel Sousa Ribeiro da Graça.

ZAP // Lusa

1 COMENTÁRIO

  1. Honesto, já há poucos, vamos a ver se algum vinho também não lhe escorrega pela goela ou dinheiro pelo bolso. Gato escaldado…

RESPONDER

O que é que se bebe aqui?

Licor Beirão ganha acção contra Licor Beirinha por imitação da marca

O Tribunal da Relação do Porto deu razão à empresa J. Carranca Redondo, que acusava a concorrente Caves Altoviso de imitar o seu famoso produto Licor Beirão, segundo um acórdão consultado esta segunda-feira pela Lusa. Em …

-

Cientistas descobrem lagarta capaz de decompor sacos de plástico

Cientistas europeus descobriram uma lagarta que come sacos de plástico, o que poderá significar uma maneira de combater a poluição com plástico, um dos materiais mais difíceis de decompor que se conhece. A chamada traça da …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia do Norte ameaça "varrer" EUA da face da Terra

Um site oficial norte-coreano advertiu os Estados Unidos de que serão "varridos da face da Terra" se desencadearem uma guerra na península, no último episódio da troca de ameaças que alimenta as tensões na região. No …

-

PGR abre inquérito à morte de adepto do Sporting

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito ao caso da morte de um adepto do Sporting, no sábado, nas imediações do Estádio da Luz, em Lisboa. De acordo com informação da PGR, prestada esta segunda-feira …

Travis Kalanick, presidente da Uber

Uber esteve quase para ser expulsa da App Store por espiar clientes

O historial da Uber em empregar táticas duvidosas já é longo e agora descobriu-se que a aplicação esteve quase a ser expulsa da App Store da Apple por usar métodos não aprovados para identificar os …

-

Detida mulher que ateou fogo no quarto onde estava com os filhos

A mulher que, no sábado, terá pegado fogo ao seu apartamento em Mesão Frio, Guimarães, com os dois filhos menores lá dentro, agiu "num quadro de conflitualidade conjugal", informou esta segunda-feira a PJ de Braga. Em …

-

Portugal pode perder milhares de milhões com venda do Novo Banco

A factura do Novo Banco ainda pode sair mais cara aos contribuintes portugueses. O alerta é feito pelo economista José António Girão que critica a venda do banco ao fundo norte-americano Lone Star, considerando que …

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O corpo de Maddie poderá ter sido escondido por espiões britânicos

A dias de se assinalar o 10.º aniversário do desaparecimento de Madeleine McCann, há novas teorias sobre o que terá acontecido à menina britânica no fatídico dia 3 de Maio de 2007. A Polícia Judiciária revelou …

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte

Duterte até come um terrorista islâmico, se lhe derem sal e vinagre

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou "comer" terroristas islâmicos, e garantiu que se sente capaz de ser muito mais duro do que eles, diz a agência Associated Press. "Se vocês querem que eu me torne …

-

Nova vacina contra a malária vai ser testada em três países africanos

A mais avançada vacina contra a malária, mas que tem uma eficácia limitada, vai começar a ser testada em grande escala no Quénia, no Gana e no Malawi, anunciou esta segunda-feira a Organização Mundial da …