Capoulas Santos acusa Governo de fazer “show off” com agricultura

Mário Cruz / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, acompanhado por Capoulas Santos, participa num comício em Évora, no âmbito da pré-campanha eleitoral

O secretário-geral do PS, António Costa, acompanhado por Capoulas Santos, participa num comício em Évora, no âmbito da pré-campanha eleitoral

O cabeça de lista do PS por Évora às eleições legislativas, Capoulas Santos, acusou este sábado o Governo e a maioria PSD/CDS-PP de fazerem “show off” com a agricultura e serem incapazes de negociar em Bruxelas a favor de Portugal.

“É um governo que apenas usa a agricultura como ‘show off’ em Portugal e tem uma manifesta incapacidade de negociar soluções em Bruxelas a favor dos portugueses”, declarou o antigo ministro da Agricultura num comício do PS realizado esta tarde em Évora.

O socialista referia-se às negociações recentes sobre as ajudas ao setor do leite e ao fim das quotas leiteiras.

Na sua intervenção, que antecedeu a do secretário-geral do PS, António Costa, Capoulas Santos criticou ainda a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, pelo que diz ser o “despudor” de ter dito que o executivo PSD/CDS-PP deu um “contributo decisivo” para o aumento da produção do azeite.

A senhora ministra esquece-se que uma oliveira só dá azeitonas ao fim de quatro anos. Quer dizer que as oliveiras plantadas no início deste Governo só darão azeitonas no ano que vem”, alertou.

O antigo ministro e ex-eurodeputado ironizou ainda e declarou que para os agricultores e especialistas do setor a “medida mais emblemática” de Assunção Cristas no Governo “foi a proibição do uso de gravatas nos meses de verão no Ministério da Agricultura”, numa alusão a uma medida de 2011.

Capoulas Santos reclamou ainda a eleição de um segundo deputado do PS – Norberto Patinho – pelo círculo de Évora, ao mesmo tempo que elencou perante as centenas de pessoas presentes na Praça do Sertório várias das medidas efetuadas por antigos governos do PS, inclusive consigo na pasta da agricultura.

“O meu passado responde pelo meu presente e é assim que procederei no futuro”, concretizou.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Com tantos anos de poder que já leva na área da agricultura em Portugal e até como deputado europeu, seria melhor que explicasse porque é que no seu tempo de acção, quer a produção agrícola, quer os circuitos de comercialização, diversificação – mercado interno e sobretudo o externo (nunca se exportou tanto) – nunca conseguiu, nem por sombras, estar perto dos resultados alcançados desde 2011 apesar do menor nº de agricultores activos 2011?!
    …”Show off”? Sinceramente, mais honestidade intelectual… Ou então parece um peão de brega orientado pela máxima “na política vale tudo”!!! Sr Capoulas

RESPONDER

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …