A capital do Irão está a ser devorada por fendas e buracos enormes

wsrmatre/ Flickr

Vista de Teerão, capital do Irão

Buracos gigantescos e fissuras estão a surgir ao redor do Teerão, a capital do Irão. E segundo a Associated Press, ameaçam casas e infraestruturas locais.

O chão do Teerão está a abrir. Segundo a Associated Press, os buracos e as fendas estão a surgir na capital do Irão graças a uma crise de seca, que conta já com três décadas de desertificação contínua.

Segundo um relatório de 2018 do Circle of Blue, uma organização sem fins lucrativos voltada para questões hídricas, o problema foi agravado à medida que a população da cidade cresceu para cerca de 8,5 milhões de pessoas.

A água bombeada de aquíferos subterrâneos tem ficado mais salgada, uma vez que a cidade tem dependido cada vez mais dessas fontes de água subterrânea, em oposição à água da chuva. Em simultâneo, uma grande parte do fornecimento de água é desviado para uma agricultura ineficiente.

Como resultado, a terra está a cair sobre si mesma, relata a AP. O solo ao redor do Teerão está a diminuir, em média, 22 centímetros por ano, segundo o Governo iraniano.

O afundamento da cidade tem provocado a quebra de canos de água, abertura de gigantescos buracos na terra e fissuras de quase um quilómetro de comprimento. Os moradores temem, inclusivamente, que os seus prédios colapsem, colocando a sua vida em risco. O aeroporto, a refinaria de petróleo, as estradas e a ferrovia estão também ameaçados.

O problema é, em parte, a consequência das sanções internacionais aplicadas ao país desde a sua revolução, adianta a AP. O Irão tem procurado produzir alimentos suficientes para alimentar toda a sua população em tempos de crise, e isso tem causado sérios problemas no que diz respeito ao fornecimento de água.

Alguns danos podem ser permanentes, já que, mesmo após períodos de chuva, a terra não “incha” novamente. Esse problema sugere que as rochas daquela área podem ter perdido a capacidade de absorver tanta água quanto a que absorviam antes.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um exemplo da ganância e do desinteresse humano pela vida e biodiversidade no planeta, cidades gigantescas, população a mais para o território é o que acontece em muitos países sobretudo asiáticos e que estão a asfixiar o planeta ao ponto de daqui por algum tempo já não haver possibilidades de retorno. O ser humano parece não ter entendido ainda que é necessário saber equilibrar a quantidade populacional com o resto da vida e fauna que os rodeia e nem todos os lugares poderão ser tomados por igual devido às diferenças climáticas e naturais.

  2. Isso é fim de mundo gente, quem quiser escapar tem que fazer um bucker de 300 metros de profundidade para se livrar das bombas nuclear

RESPONDER

SpaceX quer enviar mais 40.000 satélites para o Espaço

Depois de um primeiro lançamento em meados de maio, a Space X pretende agora colocar mais 30.000 pequenos satélites em órbita, revelam documentos apresentados pela empresa de Elon Musk às autoridades de telecomunicações. De acordo …

Bola de fogo que sobrevoou o Japão em 2017 é um fragmento de um asteróide que pode atingir a Terra

Na madrugada de 28 de abril de 2017, uma pequena bola de fogo passou pelo céu de Quioto, no Japão. Agora, graças a dados da SonotaCo, os invetivadores determinaram que a rocha espacial era um …

Cientistas produziram um processador quântico em larga escala feito apenas de luz

Uma equipa internacional de cientistas da Austrália, Japão e Estados Unidos produziu um protótipo de um processador quântico em larga escala feito apenas de luz laser. O mais recente processador quântico é baseado num projeto com …

FIFA investe 449 milhões de euros para desenvolver o futebol feminino

A FIFA anunciou que vai investir 500 milhões de dólares no desenvolvimento do futebol feminino. Em cima da mesa está uma Liga das Nações, um mundial de clubes e torneios para camadas jovens. A FIFA vai …

Escritor famoso escreve livro para ser lido apenas em 2114

O famoso escritor norueguês Karl Ove Knausgaard, autor de romances como A Morte do Pai e a Ilha da Infância, onde explora a sua história pessoal e o seu dia a dia, aceitou escrever um …

PS deverá aprovar recandidatura de Ferro à presidência da Assembleia da República

O Grupo Parlamentar do PS vai reunir-se na quinta-feira, com a presença do secretário-geral, António Costa, ocasião em que deverá aprovar a recandidatura de Ferro Rodrigues ao cargo de presidente da Assembleia da República. Fonte oficial …

Perito revela que arma que investigação diz que matou Luís Grilo foi adulterada

O perito que examinou a arma que, segundo o Ministério Público, António Joaquim usou para matar o triatleta Luís Grilo revelou hoje em tribunal que o revólver foi adulterado, não conseguindo garantir se essa foi …

Cientistas criam vasos sanguíneos artificiais funcionais

Cientistas nos Estados Unidos usaram impressão 3D para fabricar vasos sanguíneos funcionais que poderão vir a ser usados clinicamente em casos de doenças vasculares. O resultado das experiências é relatado num estudo publicado esta terça-feira no …

Ordem suspende durante seis meses obstetra do caso do bebé sem rosto

O Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos decidiu suspender preventivamente o obstetra envolvido no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves. A informação foi avançada à Lusa por fonte oficial da …

A China está a criar porcos gigantes (tão grandes como ursos polares)

https://vimeo.com/368036025 Porcos tão pesados como ursos polares. Esta é a solução encontrada por produtores chineses de porcos que tentam resolver o problema da falta de carne no mercado, muito por culpa da gripe suína africana dizimou …