Câmaras mais afectadas pelos incêndios sem plano para defender florestas

António Cotrim / Lusa

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Algumas das Câmara Municipais das regiões mais afectadas pelos incêndios de 2017, não actualizaram o respectivo Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios até 31 de Março, a data limite imposta pela Lei do Orçamento do Estado para 2018.

O Jornal de Negócios adianta que cerca de 50 Câmaras Municipais não cumpriram o prazo previsto pela Lei para a actualização dos respectivos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios – PMDFCI. Algumas autarquias submeteram os planos para aprovação do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) já fora do prazo, enquanto outras ainda não o fizeram.

Entre estas autarquias sem Plano de Defesa da Floresta aprovado estão Pedrógão, Castanheira de Pêra, Alijó, Cantanhede e Monção, algumas das localidades que mais foram afectadas pelos incêndios em 2017.

Também Aveiro, Coimbra, Amadora e Almada não tinham os respectivos PMDFCI aprovados dentro do prazo previsto pela Lei.

Estas autarquias arriscam ser sancionadas, com a retenção de “20% do duodécimo das transferências correntes do Fundo de Equilíbrio Financeiro”, refere o Negócios.

O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Manuel Machado, que é também presidente da Câmara de Coimbra, constata ao jornal que “não acredita que o Governo vá efectivamente penalizar as Câmaras que não cumprirem os prazos”. “Não se justifica atirar para as autarquias uma responsabilidade que é partilhada por outras entidades”, refere o autarca.

Várias autarquias sem PMDFCI aprovado culpam o ICNF pelo atraso, acusando-o de ser demasiado lento a avaliar os Planos. E Manuel Machado refere que “depois do parecer favorável do ICNF, o processo ainda é enviado para o secretário de Estado das Florestas para publicação em despacho”. “É todo um processo moroso que dificulta o trabalho das Câmaras”, acrescenta o autarca.

Noutros casos, como o da Câmara de Monção, em que o Plano é chumbado, os pedidos de rectificação atrasam o processo de aprovação final.

E há ainda o caso de Aveiro que tem implementado um Plano próprio, sem aprovação oficial, desde há cinco anos, por divergências com o ICNF. O presidente desta autarquia, Ribau Esteves, acusa o Instituto público de “incompetência” e de “boicotar os planos das Câmaras”, e diz que demora meses a dar o seu parecer, cita o Negócios.

A implementação dos PMDFCI por parte das autarquias é uma das medidas extraordinárias de prevenção dos fogos florestais que foram aprovadas pelo Governo, na sequência dos grandes incêndios do ano passado.

No início de 2018, o secretário de Estado das Florestas, Carlos Miguel, assumiu algumas “dificuldades” na aprovação dos Planos, mas garantiu que as propostas teriam respostas em 15 dias.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Lixo espacial cadente iluminou os céus na Austrália

Na sexta-feira passada, pedaços de lixo espacial de um foguetão russo iluminaram os céus na Austrália. Os especialistas dividem-se na possibilidade de bocados dele caírem na Terra. Na sexta-feira passada, num final de tarde como tantos …

Cientistas criaram uma borracha que até rasga (mas concerta-se sozinha)

Investigadores da Universidade Flinders, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de borracha que consegue regenerar sozinha. A equipa de investigadores da universidade australiana criou um novo tipo de borracha e um catalisador que, em conjunto, podem …

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …