Câmara do Porto acusada de travar ilegalmente evento que tinha aprovado

Ana Gasston / Flickr

Edifício da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados

O Porto Station Market, na estação de São Bento, foi fechado pela Polícia Municipal no sábado por alegado “uso ilegal” do espaço. A empresa promotora diz que a Câmara do Porto travou o evento depois de o ter aprovado.

No sábado, a Câmara do Porto acusou a Infraestruturas de Portugal (IP) de estar a permitir “o uso ilegal” da estação ferroviária de São Bento, monumento nacional, e avisou que ia fazer um “protesto formal” junto do Ministério das Infraestruturas.

A autarquia acusou a IP de “permitir e promover atividade ilegal, não licenciada e gravemente lesiva do património cultural e da tranquilidade dos portuenses”. No entanto, esta terça-feira, Francisco Freixinho, promotor do evento, acusa a Câmara do Porto de ter travado o evento, após inicialmente o ter licenciado.

O jornal Público teve acesso a documentos que alegadamente comprovam que a câmara emitiu uma licença, com validade de 150 dias, autorizando a empresa promotora do Porto Station Market de fazer “prestação de serviços de restauração ou bebidas”.

Francisco Freixinho teve reuniões presenciais na Câmara do Porto, onde a licença para o evento foi emitida e o pagamento foi feito a 17 de julho. No entanto, uma semana depois, a Vertentitinerante, a empresa organizadora, recebeu uma carta da autarquia a ordenar o abandono do espaço, caso contrário, seria tomada posse administrativa.

Em contestação, a Vertentitinerante apresentou uma providência cautelar, que o Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto aprovou. Apesar disso, a autarquia travou o evento na mesma.

“A câmara desobedeceu a uma ordem do tribunal”, acusou Freixinho. “Estamos indignados. Não queria chamar a isto terrorismo, mas é o que parece…”, acrescentou.

No site da empresa promotora existem documentos de pagamento à autarquia, a Câmara do Porto alega que não foi consultada e não fez o licenciamento do evento. Além disso, defende que a Direção Regional de Cultura do Norte deveria ter sido consultada. No entanto, Freixinho nega, dizendo que se trata de um “evento temporário” e está “a mais de 50 metros de distância do que é considerado património”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …