Bruxelas está menos otimista que o Governo. Défice de 2019 pode ser o triplo

Mario Cruz / Lusa

O Ministro das Finanças, Mário Centeno

A Comissão Europeia estima que o défice português recuará uma décima entre este ano e o próximo, antecipando um valor de 0,6% do PIB para 2019, acima das previsões do Governo, que aponta para um défice de 0,2%.

Nas Previsões Económicas de Outono, hoje publicadas em Bruxelas, o executivo comunitário colocou-se em linha com as previsões do Governo relativamente ao défice para este ano, estimando um valor de 0,7% – quando nas previsões da primavera, em maio, antecipava 0,9% – , mas antevê que no próximo recuará apenas uma décima, para os 0,6%.

A meta “histórica” de 0,2% para o défice que o Executivo tem alinhado para o próximo ano, Bruxelas só a vê como possível em 2020.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), entregue no mês passado a Bruxelas – e sobre o qual a Comissão se pronunciará em 21 de novembro próximo -, o Governo manteve a estimativa de défice orçamental de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019, a meta com que se comprometera no Programa de Estabilidade 2018-2022 apresentado em abril.

Menos otimismo também no crescimento

A Comissão Europeia estima ainda um abrandamento do ritmo de crescimento da economia portuguesa, para 2,2% este ano e 1,8% no próximo, abaixo das previsões do Governo, cujas estimativas são respetivamente de 2,3% e 2,2%.

Nas Previsões Económicas de Outono, o executivo comunitário aponta que “a procura interna continua forte, mas o crescimento do PIB em Portugal deverá abrandar em 2019 e 2020 face ao enfraquecimento das exportações líquidas”, projetando valores abaixo dos 2% nos dois próximos anos.

Para 2018, Bruxelas mantém a previsão de crescimento do PIB português em 2,2%, tal como antecipara nas anteriores previsões de verão (divulgadas em julho), enquanto na sua proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), adotada no mês passado, o Governo manteve a meta de 2,3%.

Mais vincada é a diferença de projeções de Bruxelas e Lisboa para 2019, já que enquanto o OE2019 antecipa um crescimento do PIB de 2,2% (o que já constitui uma ligeira revisão em baixa do Governo face à estimativa do Programa de Estabilidade, apresentado em abril, que apontava para 2,3%), a Comissão antecipa hoje um abrandamento do crescimento da economia portuguesa para os 1,8% no próximo ano, e para os 1,7% em 2020.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nem o diabo se atrevia a mentir tanto.
    O défice se fosse honestamente calculado estaria bem muito acima deste valor.
    Na verdade não me admirava nada que fosse 10 vezes superior ao que é anunciado…
    Mas, ninguém quer saber da verdade

  2. A União Europeia ainda não percebeu que Centeno que ficará para a história com o cognome “O Cativador” consegue acertar qualquer défice porque simplesmente se for necessário deixa de pagar. Houve um ano que logo a partir de março o Estado deixou de pagar aos seus fornecedores. Num outro exercício fomos até junho. E em 2019 até onde irá o Cativador?

RESPONDER

Publicidade a iogurtes, cereais e chocolates vai ser (quase) extinta

A guerra ao açúcar em Portugal vai provocar uma grande redução na publicidade dirigida a menores de muitos iogurtes, cereais de pequeno almoço e chocolate. Entre os produtos que vão deixar de ser publicitados junto a …

Sindicatos chegam a acordo com Transtejo e Soflusa e equacionam levantar greve

Os sindicatos dos trabalhadores da Transtejo e Soflusa aceitaram, esta segunda-feira, um aumento de 28 euros para todas as categorias, incluindo a dos mestres, comprometendo-se a levantar a greve caso os trabalhadores aprovem a decisão. "A …

Cavaco Silva avisou, mas Sócrates recusou alterar acordo que favorece Berardo

Cavaco Silva alertou José Sócrates para os benefícios que o seu Governo concedeu a Joe Berardo para instalar a sua coleção no Centro Cultural de Belém (CCB), mas o ex-primeiro-ministro recusou alterar o acordo que …

PS deixa cair lei. Subvenções vitalícias continuam em segredo

Quando a lista das subvenções mensais vitalícias foi suspensa, em agosto de 2018, o PS anunciou que aprovaria uma proposta que garantisse a sua publicação. Onze meses depois, concluiu que não é necessária. A Caixa Geral …

Morreu David Hedison, o agente da CIA aliado de James Bond

David Hedison, o ator norte-americano que participou em dois filmes da saga de James Bond, morreu esta segunda-feira em Los Angeles, nos Estados Unidos, aos 92 anos. A informação foi avançada na página oficial do Twitter …

Ninhos descobertos na Mongólia mostram que os dinossauros protegiam os seus ovos

Ninhos de dinossauro descobertos no Deserto de Gobi, na Mongólia, mostram que estes animais pré-históricos faziam ninhos em grupo e, tal como os pássaros, protegiam os seus ovos. De acordo com a revista Nature, uma equipa …

Banco de Portugal gasta meio milhão em mudanças (sem sequer se ter mudado)

O Banco de Portugal tem estado em mudanças. Além das institucionais, com o fim do segundo mandato de Carlos Costa no próximo ano, há também mudanças físicas: haverá um novo edifício para a concentração dos …

Quase 500 mil perdem isenção de taxas moderadoras

Dados publicados no portal do Serviço Nacional de Saúde revelam que, em abril, perto de 500 mil utentes dos centros de saúde e hospitais públicos tinham perdido a isenção no pagamento de taxas moderadoras, em …

Afinal, as pedras de Stonehenge podem ter sido transportadas usando sebo

Como é que os construtores de Stonehenge levaram as pedras gigantes para o mesmo local continua um mistério. Agora, uma nova investigação sugere que as pedras foram transportadas através de gordura animal. Uma nova investigação pode …

Costa responde a autarcas: são os “primeiros responsáveis pela proteção civil” nos concelhos

O primeiro-ministro sublinhou esta segunda-feira que os autarcas são os “primeiros responsáveis pela proteção civil em cada concelho”, ao responder a críticas como a do vice-presidente da Câmara de Vila de Rei. “Eu não faço comentário …