Brexit. Receio do fecho das fronteiras leva migrantes a viagens perigosas para a Grã-Bretanha

Os contrabandistas estão a explorar os receios quanto ao ‘Brexit’ por parte dos migrantes e requerentes de asilo, pressionando-os a pagar milhares de dólares para chegar à Grã-Bretanha antes de a fronteira “fechar”, alertou o sindicato que representa os oficiais da Força de Fronteira.

Em entrevista à Newsweek, Lucy Moreton, porta-voz e ex-secretária geral do Sindicato dos Serviços de Imigração, descreveu como a Grã-Bretanha tem visto aumentar o número de migrantes e requerentes de asilo que chegam às margens britânicas em pequenos barcos.

Em 2019, mais de mil pessoas que chegaram à Grã-Bretanha através do Canal da Mancha, que separa o sul da Inglaterra do norte da França. Num artigo recente, o Guardian revelou que esse número deve estar perto das duas mil pessoas, com mais de 1.800 – incluindo crianças – a cruzar o Canal desde dezembro de 2018.

Anteriormente, contou Moreton, “havia um nível menor de travessias em pequenos barcos”, com apenas algumas centenas feitas em 2018. Mas, no início de 2019, os números “aumentaram bastante” e continuaram desde então.

Segundo a própria, as autoridades de imigração na Grã-Bretanha alertaram contra a travessia, pois não é apenas uma maneira “ilegal” de entrar ao Reino Unido como também pode ser extremamente perigoso e, em alguns casos, até mortal.

No ano passado “houve pelo menos quatro fatalidades registadas”, indiciou a porta-voz, acrescentando que “é impossível saber exatamente quantas pessoas podem se ter afogado ao fazer a perigosa travessia”.

De acordo com as autoridades de imigração, os contrabandistas têm trabalhado para enviar a mensagem aos migrantes e requerentes de asilo de que as fronteiras da Grã-Bretanha devem “fechar” quando o país sair da União Europeia (UE).

“Essa é uma das coisas que os criminosos estão a dizer às pessoas para incentivá-las a pagar para fazer esse tipo de travessia”, disse Moreton. Os migrantes “estão a ser informados que, após o Brexit, a Grã-Bretanha fechará de alguma forma”.

Embora reconheça que, sob o novo governo do primeiro-ministro Boris Johnson, a Grã-Bretanha possa estabelecer regras mais rígidas de imigração, Moreton reconheceu que o argumento de que as suas fronteiras fecharão “não é verdade”.

Mas a pressão dos contrabandistas parece ter sido eficaz, com migrantes e requerentes de asilo a pagar entre 6.000 libras (cerca de 7.000 euros) e 10.000 libras (11.780 euros) para viajar num pequeno barco.

Com os altos preços que têm que pagar, Moreton disse que não é incomum que os migrantes e requerentes de asilo aceitem empréstimos de contrabandistas, sendo depois forçados à escravidão humana quando chegam à Grã-Bretanha.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O título resulta num bom exemplo de uma anfibologia. Não sabemos se as viagens são perigosas para os migrantes ou para a Grã-Bretanha. 😉

Apenas 27,2% da população quer tomar a vacina contra a covid-19 assim que for possível

Dados da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), recolhidos em novembro, revelaram que a persiste a desconfiança face à nova vacina contra a covid-19 que chega a Portugal em janeiro, com apenas 27,2% da população …

Covid-19. Portugal com mais 79 mortos e 4.935 novos casos de infeção

Portugal contabiliza esta sexta-feira mais 79 mortos relacionados com a covid-19 e 4.935 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Confinamento ao fim de semana é pouco eficaz, diz estudo

Um novo estudo avaliou as medidas aplicadas em Portugal contra a covid-19, e chegou à conclusão que o impacto da inibição de circulação entre concelhos não é assim tão eficaz. Pelo contrário, optar pelo ensino …

Ação liderada por Ana Gomes reclama indemnização de 400 milhões à Mastercard

Uma associação de defesa de consumidores liderada por Ana Gomes, candidata à Presidência da República, entregou no Tribunal da Concorrência uma ação popular que visa indemnizar todos os consumidores portugueses por práticas lesivas da Mastercard, …

Prémio para profissionais de saúde. Dias de isolamento e doença também contam para receber compensação

O prémio de desempenho para profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que trabalharam no combate à covid-19 na primeira vaga da pandemia foi publicado esta sexta-feira em Diário da República. "O diploma vem …

Injeção no Novo Banco sem Retificativo? Especialistas levantam dúvidas

O Governo diz conseguir fazer a injeção no Novo Banco sem recurso a um Orçamento Retificativo no próximo ano, mas especialistas em finanças públicas consultados pelo ECO duvidam. Tanto António Costa como João Leão dizem que …

Tudo pronto para Marcelo anunciar recandidatura. Mas recolha de assinaturas está a ser dificultada

Marcelo Rebelo de Sousa já tem o discurso escrito e o local escolhido, mas é improvável que o anúncio da recandidatura avance esta semana. De acordo com o Público, Marcelo Rebelo de Sousa está preparado para …

Biden vai pedir aos norte-americanos 100 dias com máscara (e convida Fauci para a sua equipa)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou esta quinta-feira que vai pedir aos americanos para usarem máscaras faciais durante 100 dias para ajudar a reduzir a disseminação de covid-19 no país. "Vou pedir às …

PSD ataca o Congresso, PCP as Festas Nicolinas. Tudo pelo cumprimento das regras anticovid

Esta quinta-feira, o PSD e o PCP trocaram farpas sobre o cumprimento das regras impostas pela pandemia no Congresso dos comunistas e nas Festas Nicolinas de Guimarães. João Oliveira, líder parlamentar do PCP, defendeu a opção …

"Um péssimo orçamento". Teodora Cardoso arrasa OE2021 e realça "os estragos" que provoca

A antiga presidente do Conselho das Finanças Públicas, Teodora Cardoso, critica duramente o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) aprovado no Parlamento, considerando que é "péssimo" e apontando "os riscos" que acarreta. "Este é, a todos …