BP pagou milhões após desastre do Deepwater Horizon. México não prova como os gastou

Kris Krug / Flickr

O Golfo do México após o derrame de petróleo do BP Deepwater Horizon.

O México recusa-se a mostrar recibos dos alegados gastos com custos de deslocação dos seus embaixadores. O uso de parte dos 21 milhões de euros pagos pela BP após o desastre do Deepwater Horizon continua um mistério.

No dia 20 de abril de 2010, a plataforma de petróleo Deepwater Horizon, no Golfo do México, explodiu. Depois de dois dias em chamas, afundou e uma enorme mancha de mais de três milhões de barris de petróleo espalhou-se pelo mar. Só no dia 17 de julho é que a BP, que operava a plataforma, conseguiu estancar o derrame.

Oito anos depois, o México assinou um controverso acordo com a BP, com a multinacional britânica a comprometer-se a pagar cerca de 21 milhões de euros de indemnização pelo desastre ambiental.

Milhares de pescadores mexicanos manifestaram-se em revolta pelo acordo, cujo valor envolvido consideraram insuficiente e não oferecia nenhuma compensação às populações costeiras afetadas. Comparativamente, os EUA receberam quase 50 mil milhões de euros, já que o desastre aconteceu na parte norte-americana do Golfo do México.

Desde então, os pescadores têm enviado numerosas cartas ao Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, pedindo que o caso seja revisto. De pouco lhe valeu, já que ainda não receberam dinheiro nenhum desde o desastre da Deepwater Horizon.

Uma investigação da VICE e da watchdog de transparência empresarial PODER questiona o uso de mais de 4 milhões de euros do acordo entre o Governo mexicano e a BP.

Embora os documentos sugiram que este dinheiro foi utilizado para cobrir as despesas de deslocação dos diplomatas mexicanos, o Governo recusa-se a divulgar faturas ou recibos dos gastos.

A VICE e a PODER tiveram acesso ao orçamento do Secretariado dos Negócios Estrangeiros mexicano, disponível aqui, que mostra aumentos astronómicos no orçamento das suas embaixadas. O gabinete recusou-se a minuciar o tipo de gastos, indicando apenas que se trataram de despesas de deslocação.

Os pescadores não se mostram dispostos a esquecer o assunto, principalmente após uma investigação de 2018 da PODER ter mostrado que o Governo do então presidente mexicano Enrique Peña Nieto potencialmente ignorou estudos sobre os efeitos do derramamento de petróleo nas águas do país.

Em vez disso, explica a VICE, o Governo avançou com uma reforma para privatizar o setor de energia, que permitiu vários acordos com a BP. Não só a empresa ganhou direitos de exploração petrolífera no Golfo do México, como também abriu 500 postos de gasolina, no México, nos últimos quatro anos.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Despesas de deslocação… lol! É pau para toda a obra!!! É evidência que algum entrou pela porta do cavalo! E assim fico sem frases feitas …

RESPONDER

"Síndrome de Havana" tem sido cada vez mais reportada por militares dos EUA

Diplomatas norte-americanos, espiões e funcionários da Defesa nacional dos EUA sofreram mais de 130 casos de lesões cerebrais, conhecidos como síndrome de Havana. Segundo o jornal The New York Times, três agentes da CIA revelaram ter …

Caso Maddie. Polícia alemã tem novas provas contra Brueckner

A polícia alemã tem novas provas contra Christian Brueckner, o principal suspeito do rapto de Madeleine McCann, que desapareceu do empreendimento turístico Ocean Club, no Algarve, há 14 anos. De acordo com o procurador Hans Christian …

PSP propôs festa dos adeptos dentro de Alvalade, mas "não foi aceite"

A PSP avança que sugeriu, na reunião de preparação da festa do título, que os festejos ocorressem dentro do Estádio de Alvalade, mas que a proposta não foi aceite. Esta quinta-feira, o presidente da Câmara de …

Nuno Tavares e Rui Patrício podem juntar-se a Mourinho em Roma

Treinador português José Mourinho vai liderar a Roma e poderá contar com dois compatriotas na sua nova equipa. Mais de uma década depois, José Mourinho vai voltar ao campeonato italiano. O futuro treinador da Roma pode, …

Governo vai dar apoio de 500 euros a quem quiser completar a sua formação

O Governo quer aumentar as taxas de conclusão dos níveis de qualificação e como tal vai criar um incentivo financeiro atribuído a quem já tenha avançado no processo e esteja na fase final. O valor …

Congressista republicana persegue Ocasio-Cortez nos corredores do Capitólio

A congressista republicana Marjorie Taylor Greene perseguiu a democrata Alexandria Ocasio-Cortez pelo corredores do Capitólio, acusando-a de ser cobarde e de apoiar terroristas. A congressista do Partido Democrata Alexandria Ocasio-Cortez saiu à frente de Marjorie Taylor …

Sérgio Conceição admite pausa na carreira

O treinador do FC Porto terá em cima da mesa a possibilidade de fazer uma pausa na carreira, mas só vai decidir o seu futuro depois do fim do campeonato. Quem avança esta possibilidade é o …

Ministra garante que Ticão não será extinto e que "nada ficará como antes"

A ministra da Justiça disse, esta quinta-feira, que "nunca nada ficará como antes" no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), o chamado Ticão, mas que não será extinto. Falando à margem da reinauguração das instalações do …

Real Madrid goleia em Granada e continua a sonhar com o título

Os madrilenos golearam em casa do Granada (4-1), esta quinta-feira, em jogo da 36.ª jornada, o que lhes permite continuar a sonhar com a conquista do campeonato. Os golos foram marcados por Modric (aos 17 minutos), …

PS e PAN avançam com direito ao esquecimento para quem sobreviveu ao cancro

O Parlamento vai aprovar esta sexta-feira, na generalidade, projetos-lei para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro no acesso a seguros de vida. O PS apresenta esta sexta-feira uma proposta no parlamento para quem …