Boris Johnson lança campanha para suceder May na liderança dos conservadores britânicos

Boris Johnson, apontado como o favorito para suceder à primeira-ministra Theresa May na liderança dos conservadores britânicos, lançou esta segunda-feira oficialmente a sua campanha, reiterando que o Brexit irá acontecer a 31 de outubro “com ou sem acordo” com Bruxelas.

“Se eu entrar [no número 10 de Downing Street, a residência oficial da primeira-ministra britânica], sairemos [da União Europeia] com ou sem acordo a 31 de outubro. É isso que faremos”, garante o político no primeiro vídeo de campanha, divulgado através da rede social Twitter.

“Devemos ter a coragem de dizer às pessoas deste país que podemos fazê-lo se o quisermos realmente”, prossegue Boris Johnson no mesmo vídeo, que mostra o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros britânico e ex-presidente da câmara de Londres a abordar na rua várias pessoas, como, por exemplo, um casal de idosos.

Desgastada com o longo e conturbado processo do Brexit, Theresa May deixa na sexta-feira, dia 7 de junho, a liderança do Partido Conservador britânico. A primeira-ministra britânica adiou a data do Brexit – inicialmente prevista para 29 de março – para 31 de outubro, depois do acordo que fez com Bruxelas ter sido rejeitado três vezes pelos deputados britânicos.

May irá assegurar a transição até que os conservadores britânicos designem um novo líder, até 20 de julho, entre 13 candidatos. Boris Johnson foi um dos rostos da fação que apoiou o Brexit no referendo de 23 de junho de 2016.

“Se há uma lição do referendo de 2016 [em que 52% dos eleitores votaram a favor do Brexit], é que muitas pessoas sentem que foram deixadas para trás, que não podem participar plenamente nas oportunidades e nos sucessos” deste país, acrescentou o ex-chefe da diplomacia britânica no mesmo vídeo.

Muito apreciado pelos militantes de base do Partido Conservador, Boris Johnson, de 54 anos, é caracterizado por muitos como um político inteligente, carismático e controverso. Já entre os deputados conservadores, o político suscita reações díspares.

Coincidência ou não, o lançamento oficial da campanha de Boris Johnson acontece no primeiro dia da visita de Estado ao Reino Unido do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O líder norte-americano, que no fim de semana voltou a envolver-se no debate do Brexit e que recomendou ao Reino Unido uma saída da União Europeia sem acordo, já declarou que Boris Johnson é o seu favorito para suceder a Theresa May.

Trump também elogiou o populista e eurocético, Nigel Farage, líder do Partido Brexit, força política que ganhou as recentes eleições europeias. Antes de iniciar a viagem até ao Reino Unido, Trump admitiu um eventual encontro com estes dois políticos, com quem tem “relações muito boas”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal está entre os países com melhores políticas de apoio à família

Portugal é o quinto país, entre os membros da União Europeia e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), com as melhores políticas de apoio à família, segundo dados de 2016 divulgados hoje …

Ex-líder da ETA sai em liberdade sob controlo judicial

O histórico líder da organização separatista ETA vai ser libertado da prisão, ficando sob controlo judicial, decisão tomada e divulgada esta quarta-feira pelo Tribunal de Recursos de Paris. Detido em maio nos Alpes franceses, José Antonio …

Angola. Situação é "dramática" e há que "declarar guerra aberta" ao VIH/SIDA

A organização não-governamental Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida (Anaso) considera "dramática" a situação do VIH/SIDA em Angola, referindo que a taxa de prevalência de 2% "é irreal e não reflete o estado …

Nicolas Sarkozy vai mesmo ser julgado por corrupção

A justiça francesa validou definitivamente a realização do julgamento do ex-Presidente num caso revelado por escutas telefónicas em que é nomeadamente acusado de corrupção de um magistrado. De acordo com a AFP, o Tribunal de Recurso de …

Luís Filipe Vieira pediu informações sobre Keylor Navas em Madrid

O presidente do Benfica aproveitou a visita a Madrid para saber mais pormenores sobre a situação do guarda-redes dos merengues. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dirigiu-se na passada segunda-feira a Madrid para ultimar os …

Jovens que acusaram Harry de “traição da raça” condenados com pena de prisão

O caso remonta a dezembro de 2018, quando surgiram as primeiras notícias de uma investigação da BBC que envolvia a família real britânica. Um grupo neonazi era responsável por uma propaganda online onde sugeriam que o …

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …