Bono foi considerado uma das “mulheres do ano” (e não foi por engano)

Peter Neill / Wikimedia

Bono Vox, líder da super-banda U2

Bono Vox, líder da super-banda U2

Bono Vox, o vocalista dos U2, foi o primeiro homem a ser distinguido nos prémios “Mulheres do Ano”, que a revista Glamour entrega anualmente.

Depois de Bob Dylan ter sido o escolhido para ganhar o prémio Nobel da Literatura, eis que chega Bono Vox para conquistar uma distinção que, à partida, deveria ser de uma mulher.

O vocalista dos U2 foi distinguido pela revista Glamour como uma das “Mulheres do Ano” na edição de 2016, e desengane-se quem pensa que tudo não passou de um erro editorial.

O músico irlandês foi premiado – como “Homem do ano” – graças ao trabalho humanitário que tem feito em busca da igualdade de género, sobretudo, em países menos desenvolvidos.

-

“Não são muitas as celebridades que podem trazer cerca de 100 mil milhões de dólares em cancelamento de dívida para 35 dos países mais pobres do mundo ou persuadir o Governo dos Estados Unidos a dar a maior contribuição jamais vista para salvar pessoas com SIDA em África, como fez o Presidente George W. Bush fez em 2004”, justifica a revista.

Além disso, a publicação destaca a campanha “Poverty is Sexist”, a nova iniciativa de Bono que tem como objetivo ajudar mulheres que vivem nos países mais pobres do mundo.

Em declarações à revista norte-americana, Bono diz ter sido surpreendido com a distinção mas está muito agradecido pelo reconhecimento do seu trabalho.

Tenho a certeza que não o mereço. Mas estou agradecido por este prémio por ser uma oportunidade para dizer que a batalha pela igualdade de género nunca será ganha a menos que os homens lutem por isso ao lado das mulheres. Somos largamente responsáveis pelo problema, por isso temos de estar envolvidos nas soluções”, afirmou.

O artista figura ao lado de personalidades como as fundadoras do movimento Black Live Matters, a iraquiana yazidi Nadia Murad, vencedora do prémio Sakharov, a atleta olímpica Simone Biles e ainda Emily Doe, a vítima do violador de Stanford que escreveu uma emotiva carta ao agressor que, entretanto, foi solto ao fim de apenas três meses de prisão.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Poços de petróleo em Los Angeles associados a asma e outros problemas de saúde

Uma equipa de investigadores descobriu que residentes de Los Angeles que morassem perto de poços de petróleo urbanos tinham uma maior probabilidade de ter asma e outros problemas de saúde. Quando o governador da Califórnia, Gavin …

Português identifica proteína que pode desbloquear imunoterapia contra o cancro

Uma proteína que ajuda os tumores a escaparem ao sistema imunológico e, em certos tipos de cancro, está associada a uma menor probabilidade de sobrevivência, foi identificada por um grupo de investigadores liderados pelo português …

Documentos revelam que o Palácio de Buckingham proibiu a contratação de minorias étnicas

De acordo com uma nova investigação, o Palácio de Buckingham proibiu "imigrantes de cor ou estrangeiros" de servir em funções clericais na casa real até ao final dos anos 1960. A investigação levada a cabo pelo …

Obama prevê surgimento de "novas religiões" caso se prove existência de alienígenas

O ex-Presidente Barack Obama considerou que evidências concretas de vida alienígena mudariam a sociedade global, dando espaço para discussões sobre os sistemas de armas de defesa e a criação de novas religiões. Numa entrevista publicada na …

Portugal Campeão Europeu em 2016

Goldman Sachs prevê um campeão estreante no Euro 2020 (e já traçou o destino de Portugal)

Analistas do Goldman Sachs já sabem quem vai vencer o Euro 2020 que foi adiado para este ano, por causa da pandemia de covid-19. A sua previsão, com base em estatísticas, é de que o …

Estado norte-americano está a oferecer armas a quem for vacinado

Com o objetivo de aumentar o número de vacinados, a West Virginia está a organizar um sorteio onde irá oferecer armas. Só quem já foi inoculado contra a covid-19 pode participar. Numa altura em que o …

Terceira vacina russa contra a covid-19 tem eficácia superior a 80%

A terceira vacina contra a covid-19 produzida pela Rússia tem uma eficácia superior a 80%, avançou esta quarta-feira a agência de notícias russa Interfax, citando dados preliminares fornecidos pelo laboratório responsável. De acordo com a informação …

Vacina da Janssen vai ser administrada a homens abaixo dos 50 anos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) vai retirar a limitação de idade na administração da vacina da Janssen aos homens, avançou esta quarta-feira o coordenador da task force para o plano de vacinação contra a covid-19. "A …

EUA. Trump prevê ser "reposto" na presidência em agosto

O ex-Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, tem dito a várias pessoas que espera de ser "reposto" na Casa Branca em agosto, escreveu no Twitter uma jornalista do New York Times, Maggie Haberman, na …

Grupo de elefantes foge e causa rasto de destruição de 500 quilómetros na China

Um grupo de 15 elefantes causou um rasto de destruição no sudoeste da China. A manada selvagem destruiu celeiros e campos de cultivo depois de ter fugido de uma reserva natural.  Segundo o The Guardian, uma …