“Irresponsável é o senhor ministro”. Bombeiros e Governo em guerra aberta

Carlos Barroso /lusa

O presidente da Liga de Bombeiros, Jaime Marta Soares

O presidente da Liga de Bombeiros Portugueses acusou o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, de lançar o pânico ao afirmar que a decisão dos bombeiros “põe em causa a segurança dos portugueses”.

Jaime Marta Soares garante que, na prática, nada se alterou na ação dos bombeiros, que continuam a acorrer aos pedidos de socorro e a comunicar com os restantes serviços de assistência em emergências.

O que deixou de acontecer desde a meia-noite de sábado é que os bombeiros deixaram de comunicar as ocorrências à Autoridade Nacional de Proteção Civil. “O ministro acusou-nos de sermos irresponsáveis, mas quem é irresponsável é o senhor ministro. Não reportarmos o nosso trabalho à ANPC não interfere em nada na prestação do socorro”.

“Nós não rejeitamos um chamamento que seja feito pela própria Autoridade a pedir socorro, isso é mentira. Não rejeitamos seja o pedido feito por um cidadão individualmente seja pela ANPC. A diferença é que não reportamos à Autoridade aquilo que fazemos: não dizemos quando é que saímos, com quantos homens saímos, quanto tempo é que demorou o socorro. De resto, é tudo feito da mesma forma”, disse Jaime Marta Soares ao DN.

“O senhor ministro está a lançar o pânico na sociedade portuguesa, está a mentir aos portugueses, por isso é um irresponsável”, reitera o dirigente da associação que reúne os bombeiros voluntários.

Na noite do último sábado, o Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Voluntários aprovou – “por unanimidade e aclamação de pé” – suspender toda a informação operacional ao Comando Distrital da Proteção Civil.

Na manhã de domingo, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, reagiu num tom duro à decisão, acusando a Liga de ser “absolutamente irresponsável” e de pôr em causa a segurança dos portugueses. Apontando o que diz ser uma atitude “ilegal”, Cabrita garantiu que haverá “consequências” se “alguém não cumprir responsabilidades”. O responsável do governo apelou a que as ocorrências sejam participadas para o número de socorro 112, a “única forma de garantir a comunicação plena entre todas as autoridades”.

Jaime Marta Soares também não poupa nas palavras – acusa Eduardo Cabrita de mentir e responsabiliza o ministro por toda esta situação: “Chegámos até aqui pela falta de palavra do ministro. Desde a última reunião que tivemos, há cerca de 20 dias, ainda não nos deu resposta absolutamente nenhuma aos nossos pareceres e as nossas opiniões sobre uma reforma da lei orgânica da Proteção Civil com a qual não concordamos.”

A LBP reclama uma “direção nacional de bombeiros autónoma, independente, com orçamento próprio”, como a PSP, a GNR, o Exército, a Marinha, a Força Aérea e o INEM. Outro ponto de discórdia é a intermunicipalização dos serviços de operações e socorro – o novo quadro legal prevê a criação de cinco comandos regionais e 23 sub-regionais, que substituirão os atuais 18 comandos distritais.

Em causa estão as propostas aprovadas em Conselho de Ministros a 25 de outubro, que alteram a lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergências e Proteção Civil, que entretanto foram sujeitas a consulta pública, mas das quais se desconhece a versão final.

Presidente da República apela à calma

Com as acusações a subir de tom entre o governo e os bombeiros, o Presidente da República já veio apelar à moderação. Marcelo Rebelo de Sousa deixou um apelo “a todos os intervenientes no sentido de evitarem afirmações públicas que tornem depois mais difícil o diálogo e o entendimento num domínio muito sensível para os portugueses como é o da Proteção Civil e, mais em geral, o da sua segurança”.

Também os partidos reagiram ao conflito instalado entre os bombeiros e o executivo. Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, defendeu que “fechar portas de diálogo nunca é maneira de resolver o assunto”. “As corporações de bombeiros e associações humanitárias de bombeiros são essenciais no país. Julgo que apoio direto e diálogo concreto é o que pode vir a resolver a situação”, afirmou.

Já o secretário-geral do PCP disse não entender a “resistência” do governo à pretensão de os bombeiros participarem na coordenação da Proteção Civil. Jerónimo de Sousa considerou que é de “bom senso” que os bombeiros participem na coordenação e não sejam “marginalizados como meros operacionais”.

Pelo CDS, o deputado Telmo Correia considerou que a decisão dos bombeiros de abandonar a Proteção Civil é “muito séria e muito grave” e criticou a “incapacidade” do governo em lidar com estruturas “fundamentais para garantir a segurança dos portugueses”.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. É o governo do dito “dialogo” foi-se … é tudo mt bonito no inicio mas depois lá se vai tudo, é eu quero posso e mando. De dialogo passa a totalitarismo…

  2. O comendador da chanfana, devia convocar já uma assembleia geral de destituição….
    .
    “…Ele tem jeito p’ra a coisa…” Quina Barreiros

  3. O Sr. JMS tem que ter calma para não ser conotado com nenhuma força política, e o Sr. Ministro tem que apelar, e tornar a apelar, ao diálogo, para resolver o assunto, estarem a pôr os “dentinhos de fora” não os leva a nada. só um pormenor: os bombeiro é que conhecem o terreno, deem lá as voltas que quiserem, tem que haver Comando, obviamente, mas arranjem-se lá da melhor maneira. No incêndio de 2017, em Pedrogão, num determinado local, em Castanheira de Pera, mesmo numa aldeia de nome Bolo, quando o fogo estava perto de um pequeno pinhal junto a uma casas os populares apelaram a duas viaturas para lançarem água no local, os Bombeiros pediram muita desculpa mas não podiam fazer tal acção sem autorização superior. Valha-nos Deus Senhores, sentados no gabinete em frente de um mapa e daquela panóplia de informação não chega, quem está no terreno tem de tomar decisões. Cheguem lá a um acordo por favor, deixem-se de “jogos florais”.

  4. …lol…lol… Está na hora de irmos para Eleições… Este Governo acabou !!! E da próxima, se houver próxima, amigo Costa, nada de criar um Governo de Amigos e Familiares… Lol…lol… Tudo no Governo, ou é Amigo do Costa ou é Familiar de alguém!!! Lol…lol… Um Ministro que é chamado de irresponsável e nas entre-linhas de ignorante, ou manda mesmo ou demite-se…

  5. Se a Autoridade Nacional para a Protecção Civil fosse uma entidade competente, os Bombeiros deveriam ter o seu trabalho centralizado naquela entidade. O problema é que não são competentes nem credíveis como se viu nos incêndios de 2017, e os Bombeiros funcionam melhor se controlarem as chamadas de socorro que os envolvam.
    Sendo o trabalho em 90% feito pelos bombeiros, estes terão de ter assento nos órgãos de comando da ANPC.

  6. Depois do enfermeiros, temos os bombeiros a tomarem posições que visam prejudicar as populações, quer através da ausência de cirurgias de doentes de todas as idades, incluindo crianças, quer através do “descomando” da segurança de pessoas e bens que deveriam ser apanágio dos bombeiros, que querem ser independentes, com comando próprio, verbas do Orçamento do Estado para gastarem à fartazana e o “comendador” ter palco para se “mostrar”. Os sindicatos e a Ordem dos enfermeiros fazem a guerra do PPD, não esquecendo que também o “comendador” faz parte da mesma seita. Quando um enfermeiro sindicalista diz á boca cheia que as greves são um sucesso, está tudo dito. Este “profissional” está-se a “cagar” se morrem ou não morrem crianças e doentes em geral. Para esta gente a vida das pessoas não é importante. É a gula do dinheiro e do partido estão primeiro. São paus mandados.

  7. Mais uma “cena” do maior incendiário de Portugal!!
    Este parasita manhoso não é bombeiro nem representa os bombeiros – representa os presidentes das associações de bombeiros, que são coisas bem diferentes!!
    É um reles político que continua a usar os bombeiros (e os media, que gostam de “barulho”!) para manter o poder e interesses (seus e dos amigos)!!
    É urgente cortar a mama a este e já ontem era tarde!!

  8. Pois… competente é este parasita, como se viu na Câmara de Poiares onde esteve 40 anos e deixou uma bela dívida de milhões ou ao lado do Bruno de Carvalho no Sporting…
    Além disso, ele de bombeiro tem (e percebe) pouco mais do que ZERO!!
    Todos o bombeiros que conheço tem vergonha de ver este parasita político a falar em nome dos bombeiros e sempre a quer mamar mais no Estado, enquanto se borrifa completamente para os bombeiros!!
    Este faz tanta falta aos bombeiros, como o calor e o vento fazem falta num incêndio!…

  9. Os bombeiros, que eu sempre respeitei pela sua dedicação aos outros, estão a descer cada vez mais na minha consideração… Sinceramente, alguém acredita que as populações não serão afetadas? Se, por exemplo, eu ligar para o INEM a pedir socorro e, tal como eu, pedirem mais 10 pessoas dentro do meu concelho, provavelmente os bombeiros não terão capacidade de resposta. Se o CDOS não souber quantos meios, entre carros e pessoal, estão naquele momento fora do quartel, tanto eu como qualquer outra pessoa pode ficar sem socorro… Mas claro que isso não importa, o que interessa é fazer birra para tentar ganhar mais uns tachos na Proteção Civil!!
    E, para aqueles que ainda acham que os bombeiros são heróis de farda, partilho uma situação que conheço. Um senhor, que vive a 500m do quartel dos BV do Porto, precisa de fazer fisioterapia diariamente e, tal como muitas pessoas, é transportado para a clínica pelos bombeiros. Pois muitas vezes esse senhor fica sem tratamento porque os bombeiros mais próximos recusam o transporte e aqueles que o vão buscar são, normalmente, de Paredes ou de Aveiro. A família já tentou falar com os bombeiros e a resposta que lhes deram foi que esses transportes eles recusam sempre porque não lhes dão lucro, preferem ir buscar doentes a Macedo de Cavaleiros do que fazer transportes dentro da cidade. Isso, para mim, é de quem quer xular o Estado!

    • Sim, mas convém não misturar os bombeiros (os verdadeiros, que andam de farda a trabalhar/ajudar!) com a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) presidida por este incendiário parasita!!
      Ele é um dinossauro politico e quer apenas poder, influência e tachos para os seus amigos e, quando muito, representa apenas os presidentes das associações de bombeiros (alguns são políticos como ele!) e não os próprios bombeiros!
      Também é bom relembrar que o filho deste artista trabalha na empresa que fornece grande parte do material para os bombeiros em Portugal!…

  10. O ou os Governos criaram a figura da Protecção Civil.
    Era bom que o Governo explicasse aos Portugueses, quantos são, o que fazem e quanto custam ao erário público.
    A verdade é uma só, quando há incêndios, cheias,grandes acidentes, etc, quem aparece a dar o corpo às balas são os bombeiros.
    No meu distrito Aveiro, no edifício onde estava instalado o governo civil, é uma quantidade de gente que entra, que por curiosidade perguntei o que faziam as pessoas que estavam a entrar para o edifício, alguém me disse com um sorriso “são os da protecção civil”.
    Algo está muito mal.
    Estou ao lado dos bombeiros.

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …