Bombeiros em guerra com o Governo: aprovam por unanimidade boicote à Proteção Civil

Carlos Barroso /lusa

O presidente da Liga de Bombeiros, Jaime Marta Soares

Os bombeiros voluntários aprovaram este sábado, “por unanimidade e aclamação”, o boicote a toda a informação à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). Eduardo Cabrita reagiu esta manhã ao protesto dos bombeiros.

O Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Voluntários (LBP) aprovou “por unanimidade e aclamação de pé” suspender toda a informação operacional aos Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) a partir das 24h00 deste domingo.

“O Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Portugueses, reunido hoje em Santarém, deliberou por unanimidade e aclamação de pé, suspender toda a informação operacional aos respectivos CDOS, a partir das 24 horas do dia 8 de Dezembro de 2018”, é referido numa nota assinada pelo presidente da LBP, Jaime Marta Soares.

O Conselho Nacional “solicitou de imediato” a todas as associações e corporações de bombeiros voluntários que, a partir desta data, cumpram “a decisão tomada legitimamente” por este órgão, lê-se ainda no comunicado.

Ao início da tarde deste sábado, em declarações aos jornalistas, em Santarém, o presidente da LBP já tinha anunciado que a Liga iria “abandonar de imediato” a estrutura da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), um “corte radical” de protesto contra os diplomas sobre as estruturas de comando aprovados pelo Governo.

Segundo Marta Soares, de imediato, os bombeiros deixam de participar na estrutura da ANPC, “não ouvindo nada do que dizem os CODIS (comandantes distritais operacionais)”, bem como em todos os eventos em que estejam representantes desta entidade ou membros do Governo, podendo mesmo “não participar no dispositivo dos incêndios florestais”.

Em causa estão as propostas aprovadas pelo Governo em 25 de outubro na área da protecção civil, com a maior contestação centrada nas alterações à lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergências e Protecção Civil, futuro nome da actual ANPC, reivindicando a LBP uma direcção nacional de bombeiros “autónoma independente e com orçamento próprio”, um comando autónomo de bombeiros e o cartão social do bombeiro.

Marta Soares assegurou que esta atitude dos bombeiros não porá em causa a segurança e o socorro aos portugueses, garantindo que estes continuarão a funcionar “exatamente na mesma”.

“Nós sabemos organizar-nos em termos de comandos, nós tínhamos as nossas zonas operacionais, que nos retiraram e que estamos fartos de propor para serem repostas, que são ferramentas fundamentais para o enquadramento de uma estrutura de comando”, afirmou.

Eduardo Cabrita reagiu na manhã deste domingo ao protesto dos Bombeiros Voluntários, afirmando que este é “totalmente destituído de fundamento” e “absolutamente irresponsável”, “pondo em causa a segurança dos portugueses“.

Aos jornalistas, Cabrita começou por dizer que o ano de 2018 é marcado por “uma alteração estrutural nos mecanismos de coordenação de proteção civil e exemplar relação entre todas as entidades com a coordenação da ANPC”, que se traduzir numa capacidade de resposta e num menor número de incêndios e área ardida.

Tudo isto só se tornou possível com “o reforço da capacidade técnica” das ocorrências dos Bombeiros Voluntários que são “uma componente essencial da Proteção Civil“.

Em relação ao motivo que os bombeiros apontam para este protesto, o ministro da Administração Interna lembrou que “os diplomas em causa não estão aprovados, não foram enviados ao Presidente da República, e não estão em vigor“, motivo pelo qual, este protesto “é totalmente destituído de fundamento”.

Além disso, reforçou, “estes diplomas contemplam aquilo que é uma participação jamais existente entre estruturas” e que é resultado de um diálogo entre todas as partes.

Como forma de solucionar este problema, Eduardo Cabrita apelou para que todas “as comunicações de ocorrência sejam feitas pelo 112 de modo a permitir a articulação plena” entre todos os meios de Proteção Civil.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O maior “incendiário” do país volta a atacar com a chantagem e a falta de vergonha do costume, para tentar justificar o seu tacho (e o dos amigos)!!
    Querem dinheiro do Estado e ainda querem mandar no Estado!…
    O pior é que este político de meia-tigela não representa os bombeiros portugueses; usa-os!!
    Além disso, este parasita fez um bonito serviço nos 40 anos como presidente da Câmara de Poiares, que deixou completamente endividada!…

RESPONDER

SPD vence legislativas na Alemanha com pequena margem - mas a CDU quer liderar o governo

Depois das projecções iniciais apontarem um empate, os sociais-democratas do SPD conseguiram garantir a vitória nas legislativas enquanto que a CDU obteve o seu pior resultado de sempre. Arranca agora um processo de negociações que …

Treinador de Florentino Luís: "7 jogos, 7 derrotas. Mas não sei se somos tão maus"

Michel admite insegurança e nervos, num Getafe que ocupa o último lugar no campeonato espanhol. Florentino acha que é "uma questão de tempo". Valência, Sevilha, Barcelona, Elche, Rayo Vallecano, Atlético de Madrid e Betis: os sete …

Cancela Moura demite-se da concelhia do PSD após derrota em Gaia

O candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM Cancela Moura à Câmara de Gaia, conquistada no domingo pelo socialista Eduardo Vítor Rodrigues, apresentou a renúncia ao mandato na concelhia do PSD e vai propor eleições “para dar a …

À boleia de Falcao, o modesto Rayo Vallecano cheira a Europa

Com três golos em três jogos, Radamel Falcao tem catapultado o Rayo Vallecano para lugares europeus. A equipa conta com os portugueses Bebé e Kévin Rodrigues. O Rayo Vallecano superou as suas próprias expectativas e conseguiu …

Jarros com esmeraldas encontrados em templo ligado à cidade lendária El Dorado

Uma equipa de arqueólogos colombianos encontrou um conjunto de sepulturas rodeadas por jarros de cerâmica que estavam carregados de esmeraldas. A descoberta ocorreu num templo ligado à mítica cidade El Dorado. Os arqueólogos encontraram o templo …

Moedas venceu "contra tudo e contra todos". Medina assume derrota "pessoal e intransmissível"

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa afirmou, este domingo, ter vencido "contra tudo e contra todos", porque "a democracia não tem dono", agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se a …

O balão de oxigénio de Rio encheu até rebentar. Os olhos estão postos em 2023

Com Lisboa, Coimbra, Funchal e Barcelos debaixo do braço, Rui Rio cantou vitória numa noite de emoções. Sem falar do futuro à frente do PSD, o social-democrata acredita estar mais perto de chegar a primeiro-ministro. …

ADN da população da Ilha de Páscoa permite descobrir, finalmente, a rota dos seus antepassados

De acordo com os investigadores, o processo constitui um dos capítulos mais fascinantes da história da colonização humana e quase não há vestígios tangíveis. A distância que separa as ilhas Marquesas, na Polinésia Francesa, do arquipélago …

Marta Temido é a favorita a suceder a Costa na liderança do PS

A ministra da Saúde, Marta Temido, é a favorita a suceder a António Costa na liderança do PS. Por sua vez, Paulo Rangel e Pedro Passos Coelho são os prediletos a suceder a Rui Rio …

No Porto, a vitória de Moreira soube a pouco. PS teve a pior derrota de sempre

Rui Moreira vai liderar a Câmara Municipal do Porto nos próximos quatro anos. Eleito pelo movimento independente "Aqui Há Porto", com o apoio da Iniciativa Liberal e do CDS-PP, Moreira avança para um terceiro e …