Bolsonaro escolhe “musa do veneno” para ministra da Agricultura

Antonio Cruz / Agência Brasil

Tereza Cristina será a ministra da Agricultura

O Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, escolheu a deputada Tereza Cristina para ministra da Agricultura, após ouvir a sugestão dos dirigentes da influente “bancada do boi”, que reúne os parlamentares apoiados pelo agro-negócio.

A futura ministra da Agricultura era deputada pelo partido Democratas (DEM), eleita pelo Mato Grosso do Sul, e liderava a Frente Parlamentar Agro-Pecuária (FPA) do Congresso, como é conhecida oficialmente a “bancada do boi”, um dos grupos parlamentares temáticos mais influentes. Há mais de 200 parlamentares de partidos diferentes unidos pelo apoio a uma agenda favorável aos interesses da indústria agrícola.

Tereza Cristina era, até agora, a líder desse grupo e foi a principal responsável pelo avanço de uma lei que liberaliza a utilização de pesticidas na agricultura.

Bolsonaro anunciou o nome da nova ministra através do Twitter depois de um encontro com membros da bancada ruralista, de acordo com o portal de notícias G1, em que Tereza Cristina foi sugerida para ocupar o cargo.

Tereza Cristina ficou conhecida como a “musa do veneno” por causa dos seus esforços para que a utilização de pesticidas fosse liberalizada. A deputada presidiu a comissão que em Junho deu luz-verde ao diploma legislativo, que terá ainda de passar pelas duas câmaras do Congresso.

Há 12 anos que a proposta estava bloqueada no Congresso. A campanha de recandidatura da deputada recebeu 82.117 euros de doações de empresas ligadas ao sector agrícola, de acordo com o Repórter Brasil.

Entre outras alterações ao atual regime de aprovação de pesticidas, o diploma vai permitir que a regularização destes produtos seja mais rápida. Atualmente, há três órgãos que controlam o processo de aprovação dos pesticidas, mas a nova lei irá unificar o procedimento que passa a ficar totalmente sob tutela do Ministério da Agricultura.

Não é a primeira vez que uma líder da “bancada do boi” passa pelo Ministério da Agricultura. No final de 2014, recorda o Público, Dilma Rousseff nomeou a então deputada e líder da FPA Kátia Abreu como ministra. Abreu foi candidata a vice de Ciro Gomes nas últimas eleições presidenciais.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ok, vamos parar de importar o que quer que seja comestível do Brasil. Na próxima colheita, o pesticida mais “suave” que vão usar será o DDT.

  2. Sinceramente gostava era de saber se depois de ser aPOIAnte destas tais leis e usos de venenos, se a dita “senhora” COME esses produtos ou se, porque pode pagar, vai para os produtos naturais e biológicos e por aí fora… porque como tão bem expressa um ditado que penso até ser do Brasil: “pimenta no c.u. dos outros é refresco para mim” – enfim….

  3. Só comentário inútil! Sem conhecimento de causa! As pragas da lavoura evoluem bem mais rápido que os novos pesticidas são liberados! Forçando o agricultor a usar um tipo de agrotóxico fazendo mais aplicações e com doses maiores para poder controlar as pragas! Com o agrotóxico correto para aquela praga as aplicações diminuíram e consequentemente as doses. Esses produtos são caros , vcs acham que usamos porque gostamos de gastar e correr risco de intoxicação?
    https://youtu.be/pwxi15JdIkoda uma olhada neste link também pra não falarem besteira sobre o agronegócio.

    • Será mesmo besteira?
      Então porque razão os paises mais preocupados com a saúde pública estão a restringir os agrotóxicos e os paises subdesenvolvidos estão a utilizar cada vez mais?

RESPONDER

Metade da chuva anual da Terra cai em apenas 12 dias

São necessárias menos de duas semanas para que metade de toda a precipitação anual da Terra caia. Uma nova análise, que contou com dados de várias estações meteorológicas de todo o mundo, revelou que metade …

Detetados 14 casos de sarampo na região de Lisboa e Vale do Tejo

Catorze casos de sarampo foram detetados na região de Lisboa e Vale do Tejo desde o dia 8 até esta quarta-feira, dez dos quais confirmados laboratorialmente pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, anunciou a …

Cinco blocos operatórios iniciam paralisação de mais de um mês

Enfermeiros de cinco blocos operatórios de hospitais públicos iniciam esta quinta-feira uma greve de mais de um mês às cirurgias programadas, que pode adiar ou cancelar milhares de operações. A greve cirúrgica, decretada pela Associação Sindical …

Se é alérgico a amendoim, saiba que há uma luz ao fundo do túnel

A esperança é a última a morrer para as pessoas que são alérgicas a amendoins. Um estudo recente constatou que os participantes normalmente incapazes de tolerar a exposição a um décimo de um único amendoim …

Rover Marte 2020: NASA já escolheu o local de aterragem

A NASA anunciou na segunda-feira o local de aterragem para sonda da missão Marte 2020: um delta de um rio ancestral. A missão tem como objetivo provar que existiu vida no Planeta Vermelho. Mesmo que Marte esteja …

"Bactéria de Schrödinger" pode ser um marco na biologia quântica

Uma análise de um grupo de investigação da Universidade de Oxford, no Reino Unido, alegou sucesso no entrelaçamento de bactérias com fotões, as partículas de luz. A equipa estudou uma experiência realizada em 2016 por David …

Um sistema estelar na Via Láctea ameaça morrer com uma colossal explosão

Pela primeira vez, astrónomos encontraram um sistema estelar na Via Láctea que pode produzir uma explosão de raios gama - um dos fenómenos conhecidos mais brilhantes e energéticos do Universo. O sistema estelar é oficialmente chamado …

Autor de ameaça de bomba é professor universitário de baixa psiquiátrica

O diretor da Escola Superior de Educação e Comunicação, António Guerreiro, disse que a ameaça foi feita por um antigo docente da Universidade do Algarve. O suspeito terá sido levado para a esquadra. O autor da …

Pequena aldeia do Canadá acordou com um enorme icebergue à porta

A pequena aldeia de Ferryland, na península de Avalon, no Canadá, acordou neste fim-de-semana com um enorme icebergue "à porta". A massa de gelo ficou presa em águas pouco profundas na costa da Terra Nova …

Índia inaugura o seu primeiro hospital para elefantes

A Índia inaugurou o seu primeiro hospital para elefantes na passada sexta-feira no estado de Uttar Pradesh, no norte do país. As novas instalações são fruto do trabalho desenvolvido pela Wildlife SOS, uma organização sem …