Bizarros clarões de luz vindos da Lua estão a intrigar os astrónomos

Várias vezes por semana, podemos ver clarões que aparecem na superfície da Lua. Algumas vezes são rápidos, outras duram mais tempo. Em algumas ocasiões, há lugares que escurecem temporariamente.

Os cientistas não sabem exatamente o que está a causar a aparição destas misteriosas luzes no nosso satélite natural. Uma das hipóteses é que serão provocadas por impactos de meteoritos. Ou então pode tratar-se de partículas de vento solar carregadas eletricamente que reagem com o pó lunar.

“Também se observaram atividades sísmicas na Lua. Quando a superfície se move, os gases que refletem a luz solar poderiam escapar do interior da Lua. Isto explicaria os fenómenos luminosos, alguns dos quais duram horas”, disse Hakan Kayal, professor de tecnologia espacial na Universidade de Würzburgo, na Alemanha. Os chamados fenómenos lunares transitórios conhecem-se desde a década de 1950, mas não foram observados de maneira sistemática e a longo prazo.

Kayal e a sua equipa construíram, de acordo com a ABC, um telescópio lunar e puseram-no em funcionamento em abril. Está localizado num observatório privado em Espanha a cerca de 100 quilómetros a norte de Sevilha numa zona rural.

O telescópio é controlado remotamente a partir do campus da JMU. Consiste em duas câmaras que monitorizam a lua noite após noite. Somente se ambas as câmaras registarem um fenómeno de luz ao mesmo tempo, o telescópio ativará outras ações. Em seguida, armazena as fotos e sequências de vídeo do evento e envia um e-mail para a equipa de Kayal.

O sistema ainda não está completamente terminado: o software, que deteta automaticamente flashes e outros fenómenos de luz, está a ser aperfeiçoado. Kayal planeia usar métodos de inteligência artificial, entre outras coisas: redes neurais garantem que o sistema gradualmente aprenda a distinguir um flash da Lua de falhas técnicas ou de pássaros e aviões a passar na frente da câmara. Estima-se que será necessário outro ano de trabalho antes que possa ser feito.

Para Kayal, reduzir a taxa de falsos alarmes o máximo possível é apenas o primeiro marco deste projeto. O sistema será usado mais tarde numa missão de satélite. As câmaras poderiam trabalhar em órbita ao redor da Terra ou da Lua. O cientistas espera que isto leve a resultados muito melhores.

Quando o telescópio documenta um fenómeno luminoso, a equipa comparara os resultados com a Agência Espacial Europeia (ESA), que também observa a lua. “Se a mesma coisa for vista lá, o evento pode ser considerado confirmado.” Se necessário, uma investigação conjunta adicional poderá ser iniciada.

A nova “corrida para a lua” aumentou o interesse em fenómenos de luz no nosso satélite. A China iniciou um abrangente programa lunar e, no início de janeiro, enviou uma sonda para o outro lado da Lua. A Índia está a planear uma missão semelhante.

Em reação a essas iniciativas, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou em maio do retorno do seu país à Lua. A China e empresas privadas como a SpaceX ou a Blue Origin também estão a considerar a Lua como um habitat para humanos a longo prazo. Além disso, existem matérias-primas lá, como metais raros, que são necessárias para a criação de smartphones e outros dispositivos.

ZAP //

PARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

  1. Eu tirei foto da lua o ano passado e nas minhas fotos saíram luzes azul e bem mais nítido eu tenho essa foto até hoje na camera

  2. Eu ainda tenho a dizer não acredito que o Homem foi a lua para Mim isto não é verdade. Pois se estivessem ido já tinham ido morar lá e até feito modificações, pois tudo o Homem modifica e diz que é aperfeiçoamento. Isto é uma coisa que nosso criador fez e somente Ele sabe de tudo, o Homem nunca irá desvendar o segredo

        • E quem é que quer saber a tua opinião, oh carneiro alienado?!
          Vai lá ler a Bíblia ou pendura-te numa cruz para não chateares ninguém!…

            • Um verdadeiro insulto a todos que frequentam este site, são autenticos “massacres” cometidos pelos religiosos radicais que não respeitam nada nem ninguém e vem aqui debitar lérias sobre Deus e sobre a Bíblia em todas a notícias!…
              A religiões toldam mesmo o raciocínio e não admira que depois, os cristãos radicais, os judeus radicais, os árabes radicais, etc, façam o que fazem…
              Coitados; massacrados desde pequenos com teorias mirabolantes, quem é que não fica maluco?…
              Vá, agora vai lá tentar reflectir sobre isso…

          • Caro Eu! Teorias mirabolantes são as que apresentas. Deus não é religião. Respeitar não é concordar e sim aceitar que outra pessoa tem um pensamento diferente. Parece-me que afinal quem tem sintomas de ser radical é você. Existem mais religiões do que possa imaginar, agora a sua teoria de ser tudo igual é de uma ignorância enorme. Devia ter algum cuidado em afirmar certas coisas pois pode estar a fazer figuras desnecessárias. Concordo consigo que o radicalismo é uma coisa muito má.

  3. Nunca ninguém vai descobrir porque eé deus e isso é só o começo do que irá acontecer o fim está proximo acredite!!!

  4. É claramente um sinal de Deus. Eu sigo a Cristo e nele encontro todas as respostas. Eu pergunto ele responde da lua com sinais luminosos. são os sinais vindos do céu. A bíblia tem resposta para todas a perguntas. Quando tiverem dúvidas, não vão ao google, vão à Bíblia ou a Cristo.
    Deus no comando.

Responder a Ze Cancelar resposta

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …