Benefícios fiscais só para novos contratos podem acelerar despejos

Depois de analisar as propostas do pacote de habitação, a UTAO avisa para as possíveis consequências das medidas de alívio fiscal no arrendamento, por apenas se aplicarem a novos contratos.  

A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) considera que os benefícios fiscais que visam promover o arrendamento podem vir a ter um efeito completamente contrário. O alerta é feito num relatório que, segundo o Diário de Notícias, analisa os impactos das medidas que estão atualmente em discussão na Assembleia da República.

Algumas propostas em cima da mesa, como o caso dos diplomas do Governo e de um projeto de lei do Bloco de Esquerda, preveem um alívio fiscal para os contratos de arrendamento de longa duração ou que entrem no programa de renda acessível.

No entanto, a UTAO, uma entidade independente que funciona na esfera da Assembleia da República, nota que estes benefícios vão ser aplicados apenas a novos contratos, deixando de fora os já existentes.

“A consequência expectável desta exclusão legal é o incentivo dado aos senhorios para anteciparem a denúncia dos contratos vivos já existentes.” Se a medida pretende combater a precariedade dos vínculos atuais “o que consegue é introduzir a curto prazo maior precariedade junto das famílias arrendatárias“, alerta a Unidade Técnica.

“Se a lei vier a proibir o alívio fiscal nos arrendamentos em vigor, então fica criado o incentivo para que os senhorios desejem terminar os arrendamentos vivos tão cedo quanto o clausulado dos contratos o permitir”, refere ainda o documento.

Este incentivo é “ainda maior”, acrescenta, se a nova lei entrar em vigor ainda em contexto de expansão da procura de casa para arrendar”, como acontece atualmente, “pois a probabilidade de encontrar outro inquilino disposto a pagar mais que o atual é elevada”.

Por este motivo, esta entidade recomenda “uma nova ponderação do recorte das medidas fiscais que preconizam com esta exclusão”. Em resposta a este conselho da UTAO, a deputada Helena Roseta refere ao matutino que aplicar os benefícios fiscais aos contratos já existentes ia implicar uma perda da receita já prevista.

O mesmo relatório analisa ainda a aplicação dos benefícios em contratos de dez a 20 anos, colocando-os em causa. “A duração bastante longa dos arrendamentos visada por este diploma coloca dúvidas sobre a sua exequibilidade”, indica a UTAO.

O documento conclui, por fim, que a descida da carga fiscal “pode ajudar, mas não chega” e avisa: é preciso paciência. “A superação do profundo desequilíbrio no mercado da habitação levará anos a consumar-se. Não há varinhas mágicas no arsenal de instrumentos de política para o eliminar a curto prazo.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …

"Dare mighty things." Detetives da Internet acreditam ter desvendado a mensagem secreta do paraquedas da Perseverance

A Internet, disfarçada de detetive, encontrou uma mensagem secreta no paraquedas que ajudou a Perseverance a pousar em Marte. Sem lupa nem gabardina: o mundo está concentrado na jornada do rover da NASA e os detetives …