Obama vai visitar Hiroshima (mas não pede desculpa pela bomba)

Pete Souza / White House

O presidente Barack Obama à entrada de um restaurante em Havana antiga, Cuba, 20 de Março de 2016

Barack Obama vai ser o primeiro Presidente norte-americano em funções a visitar Hiroshima, a primeira cidade japonesa destruída por uma bomba atómica. A deslocação acontece durante a sua próxima viagem ao Japão, em maio.

“O presidente vai fazer uma visita histórica a Hiroshima, com o primeiro-ministro Shinzo Abe, para sublinhar o seu compromisso na procura da paz e da segurança num mundo sem armas nucleares”, anunciou a Casa Branca esta terça-feira.

A simbólica visita ocorrerá a 27 de maio, depois de Obama participar numa cimeira do G7 (grupo dos sete países mais industrializados) em Ise-Shima, no sul do Japão, disse o porta-voz Josh Earnest.

O conselheiro adjunto de Segurança Nacional, Ben Rhodes, acrescentou que Obama não vai “revisitar a decisão de usar a bomba atómica” no final da guerra. “Em vez disso, irá oferecer uma perspetiva do que está para vir, focada no nosso futuro partilhado”, indicou o conselheiro.

Há meses que os rumores de uma visita do presidente norte-americano e Nobel da Paz à cidade circulavam no Japão e nos Estados Unidos e aumentaram há algumas semanas quando o secretário de Estado, John Kerry, se deslocou ao local.

“Nunca esquecei as imagens” expostas, que “revolvem o estômago”, confessou Kerry a 11 de abril, após uma visita ao museu da cidade martirizada, que recorda a fornalha nuclear que devastou Hiroshima.

A 6 de agosto de 1945, às 8h15, o bombardeiro norte-americano Enola Gay lançou uma bomba atómica sobre Hiroshima. Pelo menos 140 mil pessoas morreram, incluindo os que sobreviveram à explosão mas não resistiram durante muito tempo às radiações e queimaduras.

A deslocação é um exercício delicado para Obama – que se arrisca a ser criticado nos Estados Unidos, mas que deverá ser bem acolhido no Japão -, mas é também lógica para um presidente que fez do desarmamento nuclear um dos pilares dos seus dois mandatos.

Os ataques a Hiroshima e três dias depois a Nagasaki (74 mil mortos) precipitaram a capitulação do Japão e o final da Segunda Guerra Mundial, a 15 de agosto de 1945.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não deixa de ser curioso que os únicos a usar armas nucleares, (um dos maiores atentados terroristas de sempre…) queira um mundo livre delas… Mas… Os EUA continuam com elas (pelo sim pelo não…).
    Nota: na notícia faltou referir-se ás gerações que sofreram e ainda sofrem com as radiações (malformações, cancros, leucemia, etc…). Esses são bem mais que 140 mil pessoas… Estamos a falar de milhões e… continua a contar…
    Os japoneses fizeram um ataque covarde, mas militar (Pearl Harbor) mas os americanos mataram, conscientemente, mlhares de civis inocentes. Acabou a guerra, mas a que preço… Foi aqui que os americanos perceberam que o terrorismo compensa. Mas não é terrorismo se forem eles. Os outros é que são… Pedir desculpa, não chega, nem pouco mais ou menos, mas seria o mínimo que o Prémio Nobel da Paz (que eu saiba o primeiro assassino a ser laureado com este prémio) poderia fazer…

  2. E não tem nada que pedir!
    O que os japoneses fizeram na Segunda Guerra Mundial (principalmente aos países vizinhos), não tem perdão!
    Eles é que tem que pedir perdão a muita gente!!
    Esses japoneses loucos e manhosos, até Timor foram invadir – onde mataram 10% da população (incluindo portugueses)!..

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …