Banco de Portugal acusa ex-presidente do Montepio por ajudas ao GES

Mário Cruz / Lusa

Tomás Correia presidiu ao Montepio entre 2008 e 2015

Tomás Correia presidiu ao Montepio entre 2008 e 2015.

O Banco de Portugal acusou nove ex-gestores da Caixa Económica Montepio, incluindo o ex-presidente Tomás Correia, de irregularidades graves por causa de ajudas ao Grupo Espírito Santo (GES).

O Jornal de Negócios noticia que o Banco de Portugal (BdP) avançou com acusações por irregularidades graves contra Tomás Correia e outros oito ex-gestores do Montepio por causa de “operações de financiamento” a empresas do GES, numa altura em que este já estava em sérias dificuldades financeiras.

Sob suspeita está também um crédito atribuído pelo Montepio ao filho do construtor civil José Guilherme, que ficou conhecido como o “amigo” de Ricardo Salgado por lhe ter oferecido uma “prenda” de 14 milhões de euros.

Tomás Correia é arguido num processo judicial por suspeitas de que recebeu 1,5 milhões de euros de José Guilherme.

O BdP entende que os gestores do Montepio não cumpriram as boas práticas de análise de risco de crédito, nem as normas internas do banco, conforme sustenta o Negócios.

Em causa estão dois financiamentos ao universo GES, efectuados no primeiro semestre de 2014, que contribuíram fortemente para os números negativos do Montepio, nesse ano – cerca de 140 milhões de euros de imparidades, segundo explica o jornal.

O financiamento de 18 milhões de euros a Paulo Jorge Guilherme, o filho de José Guilherme, feito através do Finibanco Angola, é também, considerado “irregular” pelo BdP, uma vez que foi usado para comprar títulos do Fundo de Participação do Montepio.

Os nove ex-gestores do BES arriscam pagar multas da ordem dos quatro milhões de euros, segundo o Negócios.

Apesar das suspeitas, Tomás Correia recusa demitir-se

A gestão de Tomás Correia no Montepio tem sido muito questionada, nos últimos tempos, e no início de Janeiro passado, o Expresso avançou que o ex-presidente do banco foi constituído arguido no âmbito de um empréstimo de 74 milhões de euros, concedido para a compra de uma urbanização e de terrenos em Alfragide, no concelho da Amadora.

O empréstimo foi concedido a meias pelo Montepio e pelo BES e Tomás Correia é suspeito de crimes de burla qualificada, abuso de confiança, branqueamento de capitais, fraude fiscal e corrupção.

Mas apesar de todas estas acusações, e numa altura em que a Associação Mutualista Montepio, que detém a Caixa Económica e a que Tomás Correia preside actualmente, está em situação de falência técnica, o gestor garante que pretende cumprir o mandato até ao fim e que está “tranquilo relativamente ao desfecho” destes casos.

“Se alguma vez se colocar a possibilidade de transitar em julgado algo a meu desfavor, em qualquer tribunal, por quaisquer actos ilícitos, abdicarei do exercício das minhas funções”, refere o actual presidente da Associação Mutualista Montepio num comunicado citado pelo Observador.

Tomás Correia manifesta ainda, estar “profundamente convicto e seguro” de que não será alvo de nenhuma condenação.

SV, ZAP //

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais outro larápio que vai ficar impune, e a justiça ou a quem de direito, assobia para os lados e fazem de conta que não tem nada a ver com isso, quem paga é sempre o mesmo!!!VIVA A JUSTIÇA!!! Sempre a lixar os mesmos.

  2. Eu como sócio da Associação Mutualista Montepio, suspeitando da mestria do Sr. Tomas Correia, depois de todas estas suspeitas fundamentadas, é dever destes Associados pedirem uma auditoria à sua gestão, do seu reinado no Montepio. O país está cheio destes crápulas. O lugar para esta bandidagem é na cadeia, só que neste país quem vai preso são os pobres “pilha galinhas”, estes magnatas conseguem comprar advogados e juízos.

  3. Estes bandidos do PSD na pessoa de Carlos Costa, enquanto não conseguirem privatizar (como queriam) o Montepio, não estão descansados. Não vão conseguir. Maldita máfia!

RESPONDER

O que é que se bebe aqui?

Licor Beirão ganha acção contra Licor Beirinha por imitação da marca

O Tribunal da Relação do Porto deu razão à empresa J. Carranca Redondo, que acusava a concorrente Caves Altoviso de imitar o seu famoso produto Licor Beirão, segundo um acórdão consultado esta segunda-feira pela Lusa. Em …

-

Cientistas descobrem lagarta capaz de decompor sacos de plástico

Cientistas europeus descobriram uma lagarta que come sacos de plástico, o que poderá significar uma maneira de combater a poluição com plástico, um dos materiais mais difíceis de decompor que se conhece. A chamada traça da …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia do Norte ameaça "varrer" EUA da face da Terra

Um site oficial norte-coreano advertiu os Estados Unidos de que serão "varridos da face da Terra" se desencadearem uma guerra na península, no último episódio da troca de ameaças que alimenta as tensões na região. No …

-

PGR abre inquérito à morte de adepto do Sporting

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito ao caso da morte de um adepto do Sporting, no sábado, nas imediações do Estádio da Luz, em Lisboa. De acordo com informação da PGR, prestada esta segunda-feira …

Travis Kalanick, presidente da Uber

Uber esteve quase para ser expulsa da App Store por espiar clientes

O historial da Uber em empregar táticas duvidosas já é longo e agora descobriu-se que a aplicação esteve quase a ser expulsa da App Store da Apple por usar métodos não aprovados para identificar os …

-

Detida mulher que ateou fogo no quarto onde estava com os filhos

A mulher que, no sábado, terá pegado fogo ao seu apartamento em Mesão Frio, Guimarães, com os dois filhos menores lá dentro, agiu "num quadro de conflitualidade conjugal", informou esta segunda-feira a PJ de Braga. Em …

-

Portugal pode perder milhares de milhões com venda do Novo Banco

A factura do Novo Banco ainda pode sair mais cara aos contribuintes portugueses. O alerta é feito pelo economista José António Girão que critica a venda do banco ao fundo norte-americano Lone Star, considerando que …

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O corpo de Maddie poderá ter sido escondido por espiões britânicos

A dias de se assinalar o 10.º aniversário do desaparecimento de Madeleine McCann, há novas teorias sobre o que terá acontecido à menina britânica no fatídico dia 3 de Maio de 2007. A Polícia Judiciária revelou …

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte

Duterte até come um terrorista islâmico, se lhe derem sal e vinagre

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou "comer" terroristas islâmicos, e garantiu que se sente capaz de ser muito mais duro do que eles, diz a agência Associated Press. "Se vocês querem que eu me torne …

-

Nova vacina contra a malária vai ser testada em três países africanos

A mais avançada vacina contra a malária, mas que tem uma eficácia limitada, vai começar a ser testada em grande escala no Quénia, no Gana e no Malawi, anunciou esta segunda-feira a Organização Mundial da …