Ex-presidente do Montepio suspeito de receber 1,5 milhões de euros do amigo de Salgado

Mário Cruz / Lusa

Tomás Correia presidiu ao Montepio entre 2008 e 2015

O ex-presidente do Montepio, Tomás Correia, é suspeito de ter recebido pagamentos de 1,5 milhões de euros para beneficiar o construtor civil José Guilherme, o mesmo que “ofereceu” 14 milhões de euros a Ricardo Salgado.

O jornal Expresso avança, na sua edição deste sábado, que ex-presidente do Montepio Tomás Correia foi constituído arguido pelo Ministério Público (MP), no início deste mês de Janeiro, no âmbito de indícios de que terá recebido 1,5 milhões de euros para beneficiar o construtor civil José Guilherme.

José Guilherme é o mesmo empresário é que justificou como uma “liberalidade” uma “prenda” de 14 milhões de euros a Ricardo Salgado, ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), para lhe agradecer a consultoria para negócios em Angola.

Neste novo caso, o MP “detectou movimentações suspeitas em offshores na Suíça”, conforme avança o semanário, e suspeita que o dinheiro pode ter sido pago a Tomás Correia no âmbito de empréstimos concedidos pelo Montepio e pelo BES para financiar o negócio do Marconi Parque, em Alfragide, na Amadora.

Em causa estão 74 milhões de euros concedidos ao Fundo de Investimento Imobiliário Invesfundo que adquiriu os terrenos do Parque Marconi, em 2005, quando Tomás Correia era administrador do Montepio.

O Investfundo era gerido por uma empresa do Grupo Espírito Santo.

As transferências consideradas suspeitas ocorreram entre 2006 e 2007, sendo efectuadas através de contas do banco suíço UBS e por via de offshores. O MP traçou a rota do dinheiro e concluiu que os detentores das contas em causa serão José Guilherme e o filho, Paulo Guilherme, adianta o Expresso.

Paulo Guilherme é um dos investidores que, em 2013, adquiriu unidades de participação do Montepio, num processo de reforço de capital do banco.

Tomás Correia diz que não conhece José Guilherme

Tomás Correia, que presidiu ao Montepio de 2008 a 2015, foi constituído arguido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) num inquérito-crime relacionado com os terrenos de Alfragide. É suspeito de crimes de burla qualificada, abuso de confiança, branqueamento de capitais, fraude fiscal e corrupção.

Este novo processo, que coloca sob suspeita os empréstimos do Montepio e do BES, resultou de documentos apreendidos nas buscas da “Operação Marquês” que tem como principal protagonista José Sócrates.

Numa entrevista à revista Sábado, Tomás Correia disse que não conhece José Guilherme e que não sabe nada sobre o empréstimo concedido pelo Montepio. Mas o ex-líder do banco garantiu que “os procedimentos nessas matérias sempre foram muito rigorosos” na instituição.

“Não acredito que haja algo que ponha em causa pessoas ou a instituição”, acrescentou o ex-banqueiro.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …